MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Alegrem seus corações na Fonte de Paz que provém do Coração de Deus e que permeia o mais profundo da Terra, como a seiva que nutre as árvores e lhes dá vida.

A Paz de Deus é a força sublime que provém do Céu e nutre a consciência do planeta, criando fontes menores no profundo da Terra, em recintos sagrados chamados Centros de Amor.

Comunguem dos Dons de Deus que ingressam no planeta e estão disponíveis para todos os que se abrirem em gratidão para recebê-los.

Comungar e viver os Dons de Deus é mais simples do que imaginam. Basta que seus corações estejam dispostos à transformação e, às vezes, distraídos de si mesmos, para que, em um ato de serviço ao próximo, ao Plano, à vida, seus seres sejam permeados pelas Graças que provêm do Pai.

Eu os congrego no espírito do serviço não apenas para que reparem algo ou pelo serviço em si. Eu os congrego no serviço para que, esquecendo de si mesmos, deixem que o Amor e a Alegria que provêm do Pai os transforme, renove-os e os torne dignos de serem chamados filhos de Deus, companheiros de Cristo.

Quando servem em um lugar sagrado, por mais simples que seja o seu serviço, o Amor que provém de Deus e ali encontra a sua morada pode permear também seus corações e, além deles, chegar a toda a consciência humana.

Hoje, filhos, Eu lhes entrego a chave para a cura, para a transformação e para a vida fraterna. Sirvam em alegria, sabendo que, neste momento, Deus os observa.

Já não olhem para o Céu para pedir cura, transformação ou graças, porque tudo lhes foi dado em forma de oportunidades de servir e de descobrir que a vida superior está dentro de vocês e se manifesta quando vocês se distraem do que pensam que são e se abrem para ser o que são em verdade.

Dentro de vocês habita o sagrado, o divino. E, se não o veem, devem buscá-lo, mas não apenas consigo mesmos, senão no serviço, em união com seus irmãos.

Eu os congreguei aqui porque quero conduzi-los a uma nova escola de amor, ainda que pensem e sintam que nada do que fazem é novo. Renovem-se neste Meu pedido de estarem juntos servindo, construindo e mantendo esta que é a sua casa e a casa de Deus.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No universo infinito da Verdade de Deus, guardam-se todas as religiões, filosofias e ciências verdadeiras.

As religiões, as filosofias e as ciências são as formas que o homem encontrou de expressar, em diferentes épocas, culturas e sob diferentes influências, os impulsos que o Criador lhes enviava para construir uma comunicação com Deus e, assim, um caminho de retorno ao Coração do Pai.

Depois que a humanidade se perdeu do Propósito Divino, a vida espiritual começou a ser impulsionada como forma de religar os homens ao Pai, as criaturas ao Criador. Mas Deus, filhos, é um só e Sua Verdade também é única.

Para compreender as religiões e encontrar um ponto no qual elas se unem, não é em seus ensinamentos que devem buscar. A essência das religiões se encontra no profundo da consciência humana e sua pureza se revela na manifestação de suas consequências na vida dos seres.

Uma religião quando é verdadeira leva a consciência a experimentar o Amor que provém de Deus e que os chama a amar todo tipo de vida, indistintamente. O amor é o ponto de encontro que deve existir entre as diferentes expressões dos caminhos que levam a Deus.

Quando há amor, há compreensão. Quando há compreensão, há respeito. Quando há respeito, há fraternidade. Quando há fraternidade, há amor. E onde está o amor, ali está Deus. Tudo começa e termina no mesmo princípio.

Digo-lhes isso porque este é o tempo de manifestar o respeito, a fraternidade, a compreensão e, acima de tudo, o Amor. Assim saberão encontrar o Pai na diversidade, na diferença, e fecharão as portas para o mal que divide e separa os homens, não apenas entre si, mas também de Deus.

Orem pela unidade e orem pelo Amor, porque esta é a única coisa necessária neste e em todos os tempos.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Enquanto as almas peregrinam pelos Centros Marianos, confortam o Coração de Deus e aliviam as chagas que a indiferença humana causa no profundo deste Sagrado Coração.

As almas que peregrinam pelos Centros Marianos também são almas reparadoras, porque estão não apenas curando e reparando seu próprio ser e espírito, mas estão curando e reparando a consciência humana, tantas vezes distante do Coração do Pai.

Peregrinar aos Centros Marianos é como caminhar para a Casa do Senhor, subir os degraus de Sua Igreja Celestial e estar diante de Seu Divino Altar, para viver a redenção e, assim, abrir as portas para que outros também possam vivê-la.

Nestes tempos de caos e de indiferença no mundo, o Coração de Deus encontra Seu alento e alegria nas almas que peregrinam aos Centros Marianos, porque, apesar de suas vidas e responsabilidades, elas reconhecem a importância e a urgência de criar um vínculo verdadeiro com Deus em seu interior.

Este mundo, filhos, necessita de almas reparadoras, que peregrinem aos Centros Marianos não apenas para encontrar a Paz, mas para abrir a Fonte da Paz para o mundo.

As almas que peregrinam aos Centros Marianos também são semeadoras, porque, como pássaros de luz, buscam na Fonte as sementes da nova vida e as levam para as suas casas, cidades, nações, fecundando este princípio do novo na consciência humana.

Os peregrinos que chegam aos Centros Marianos recebem do Pai a Sua Graça e a levam para multiplicá-la no mundo, onde quer que estejam.

A importância de peregrinar aos Centros Marianos ainda é desconhecida para muitos, porque os mistérios que se guardam como tesouros espirituais na contraparte interna dos Centros Marianos ainda não foram revelados aos homens.

Felizes os que peregrinam aos Centros Marianos, porque se tornam instrumentos do Senhor e portadores da nova vida sobre a Terra, ainda que não o saibam.

Hoje, filhos, agradeço-lhes por serem peregrinos e por chegarem aos Centros Marianos buscando paz.

Felizes os que os recebem com amor e deixam em seus corações o Amor da Hierarquia. Multipliquem o que receberam. Sejam pacificadores neste mundo.

Seu Pai e Amigo, 

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Medita na essência da vida. Fecha os olhos e, com respirações profundas, ingressa no profundo de teu ser, em teu coração. Imagina teu corpo físico, tuas células e átomos, os sistemas que, com perfeição, te dão a vida.

Adentra no que tu és, começando pela expressão de tua alma na matéria de teu corpo. Começa a penetrar mais profundamente em teu coração e descobre que, além da matéria, há vida.

Encontra em ti a porta para a tua própria alma, para o teu espírito, para a tua essência. Contempla, no mais profundo de teu coração, uma luz brilhante e pura, uma essência divina, e permanece em silêncio diante dela. Sente sua pureza e sua luz cristalina, que brilha independentemente do que há ao seu redor.

Ingressa nessa luz dentro de ti e vê como ela é formada por muitas outras luzes, pequeninas e semelhantes, mas de uma pureza desconhecida. Seu brilho não tem uma cor que possas distinguir, porque não existe na natureza nem na imaginação dos homens algo que se assemelha a ela.

Ingressa mais profundo nessa luz, feita de pequenas luzes, e vê tua consciência submersa nela, como se mergulhasses em uma luz profunda, que incandesce os teus olhos, mas preenche o teu coração.

Adentra nessa luz sem fim e percebe que as pequenas luzes que a formavam vão ficando grandes quando comparadas com tua consciência. Vê que entre elas vai abrindo-se um espaço de cor azul profundo como o céu na noite. As pequenas luzes, que formavam tua essência, começam a se espargir nesse infinito. Contempla sóis, galáxias e planetas que surgem diante de teu interior.

Vê, filho, isto é o que és: um princípio de uma Criação infinita. Em teu interior guarda-se a porta para o Cosmos. Tu habitas em Deus, como Ele habita em ti. E, se encontrares esta verdade, não sentirás mais vazio ou solidão, porque nada estará separado.

A vida é em teu interior e tu és na vida.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Guarda em teu coração todas as Graças que o Senhor te concedeu e consolida em teu interior a ação de Sua infinita e insondável Misericórdia.

Recorda, todos os dias, que tu és fruto da Graça e da Misericórdia de Deus, que atuaram em teu interior como em tua consciência, liberando-te de todo o mal que te prendia às coisas do mundo.

Mantém teu coração imerso na Misericórdia Divina, lembrando que a Graça de Deus é algo que deve ser cultivado e sustentado em teu interior. Faz crescer e multiplica o que o Senhor te concedeu como dons e virtudes, porque é chegado o tempo de colocar em prática, diante das atrocidades do mundo, a fé e a perseverança no Amor de Cristo.

Não estarás livre desta provação, filho, porque a purificação agora se estendeu além do invisível de teu mundo interior e chegou à consciência do planeta. Mas, assim como oras, clamas e sustentas teu próprio interior, agora com mais fervor, ora, clama e sustenta a vida sobre a Terra.

Não deixes que o caos, o ódio ou o temor se aproximem de teu coração.

Ama e não te esqueças de que o Amor é tua única ferramenta neste tempo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam em seus corações a angústia do Coração de Deus, não pela purificação das nações, mas pela indiferença dos homens diante de um tempo de transição, momento no qual os corações deveriam estar despertos, conscientes e dispostos ao Amor.

Muitos acreditam que não são indiferentes diante da situação do planeta, porque sentem fazer minimamente a própria parte, mas nestes tempos definitivos, filhos, ser indiferente é viver e sentir a vida como sempre, como se a transição e a definição da Terra fossem algo para o futuro, para outros, para os que hoje são pequenas crianças e que em sua vida adulta viverão a transição do planeta.

Ser indiferente neste tempo é não querer ver que a purificação do planeta já começou, que está sobre a Terra e sobre a consciência humana, esta que, aos poucos, é absorvida pelo caos sem perceber.

Ser indiferente é dar-se permissões de não cumprir e não viver aquilo que já sabem que lhes corresponde.

Ser indiferente neste tempo é permitir que a própria consciência saia da Lei da Hierarquia, da Lei do Amor e da Unidade e da Lei da Obediência, pensando que transgredi-las não lhes fará nenhum mal.

Ser indiferente neste tempo é não se vigiar rigorosamente, para não deixar que a própria consciência adentre na impulsividade humana e caia nas mesmas provas de sempre, como se isso fosse algo natural.

Ser indiferente neste tempo é receber todos os dias as palavras e instruções divinas e não as escutar com atenção, não meditar nelas e não saber que, em tempos de emergência, Deus mesmo os instrui com detalhes e precisão, para que não se percam do caminho.

Ser indiferente neste tempo, filhos, é não querer ver que esta batalha não é humana ou social, mas sim espiritual e definitiva, uma batalha que começou no Universo e que, neste momento, vem para definir o destino da Criação Divina.

Escutem Minhas palavras e extirpem de seus corações a própria indiferença.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO BALNEÁRIO EL CÓNDOR, RÍO NEGRO, ARGENTINA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ora não apenas em um momento de urgência e de agonia; ora por uma nova vida, ora pelo despertar de teu coração e de tua consciência para um novo tempo, para uma realidade superior.

Ora por todas as nações, ora pelos continentes e pelos mares, porque chegou o momento da grande provação da Terra e a humanidade não pode estar indiferente diante do que acontece no planeta.

Ora para trazer a paz, ora para saber discernir e para que a sabedoria permeie o teu espírito, mente e coração, retirando de tua consciência as potestades do medo e da insegurança.

Encontra teu refúgio em Deus, filho, contemplando a grandeza de Seu Plano para os corações dos homens, e ora para que este Plano, que é perfeito, desça sobre a Terra e sobre a consciência humana.

Ora para que os corações conheçam o amor e que seja o próprio amor que os impulsione à unidade e à transformação. Ora para que haja paz e se dissipe a ignorância dos homens. Ora também pelos que despertarão tarde e precisarão de uma oportunidade para viver a própria redenção.

Ora para que nos corações dos homens sempre haja piedade e humildade, para que saibam perdoar e reconciliar-se com o próximo e com Deus.

Ora sem cessar e sem cansaço; ora porque esta é a ferramenta para estes tempos, que abre as portas para que desça sobre ti e sobre o mundo todas as virtudes que sustentarão a Terra.

Ora e não te canses de orar.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Escuta o Coração de Deus, que palpita no silêncio de todo coração humano. Une teu espírito ao Espírito do Pai, em oração, e cresce em virtude, em gratidão e em amor, porque o mundo o necessita.

Chegou o momento em que o planeta também adentrou em sua agonia, assim como tu, filho, no profundo de teu ser, podes sentir a agonia que precede uma grande entrega e o triunfo e a renovação do Amor de Deus.

Escuta em teu interior o Coração de Deus, porque neste ciclo que começa, apenas Ele poderá guiar-te em tuas ações, pensamentos e sentimentos; apenas com teu espírito unido ao Seu, saberás discernir para dar passos seguros e sem temor.

Escuta a Voz de Deus em teu interior, inconfundível, impassível, transmitindo quietude para a tua alma e fortaleza para o teu coração.

A agonia do planeta está começando e, assim como tu foste e és provado nas tentações do mundo para perseverar em tua entrega a Deus, assim também as nações e seus povos serão provados e uma a uma se confirmarão em sua entrega e união ao Pai, para que sejam o berço de uma Nova Vida.

Tu deverás orar e unir teu coração ao Coração de Deus, prestando o maior e mais grandioso serviço, de manter aberta a porta da consciência humana para o Coração do Pai, para que os homens não percam o vínculo com o Seu Criador.

Não temas, nem entristeças, mas só mantém teu coração em Deus. Tu conheces a Cruz do Senhor e sabes que, depois do sacrifício, da humilhação e da entrega, chega a renovação do Amor. Por isso, concentra teu coração em fazer verdadeira a tua oferta, e que cada segundo de tua vida neste mundo seja para a renovação do Amor de Deus, seja um tijolo que colocas na Terra para construir a Nova Vida.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Acima do caos e além de toda dualidade humana e universal está o Coração de Deus.

Teu Pai, filho, te chama a transformar as leis da Terra, que são frutos da degeneração humana; te chama a transformar o que para muitos é a condição natural dos homens. Não acredites que a condição humana atual seja “intransformável”. Crê no mistério do Coração de Deus, que está além de tudo o que os homens conhecem e expressam.

Olha o Filho Primogênito de Teu Pai Criador: Ele não deve ser jamais uma exceção para ti. Ele é a ponta de uma lança da qual tu fazes parte; lança que rompe as estruturas do velho homem e estabelece uma nova vida, vida essa que expressa a verdadeira essência da criação humana. Cristo é a ponta da lança, e Seu Pai e Senhor a mão que a sustenta e direciona, para que sua meta seja exata e seu caminho certo.

Sente teu coração parte desse Plano, parte dessa divina lança nas Mãos de Deus, que deverá ser forte e precisa para romper as estruturas de um velho ser. Sente que, antes de tudo, essa lança transpassa e cruza teu próprio coração, tua alma e teu espírito e, transformando tudo o que és, te faz parte do estabelecimento do Novo.

Persevera, filho meu, e não temas. 

Deixa que tudo se quebre e se transforme dentro de ti. Oferece teu coração a Deus como a primeira parte transformada desta consciência humana. Que tua redenção seja o primeiro símbolo do triunfo de Deus neste mundo.

Não temas, mas sê firme. Deixa que Deus envie esta lança à sua meta e, com um Amor que está além de toda a compreensão humana, transforme este mundo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Não vês, filho, que o mundo agoniza?

Das entranhas da Terra são expurgados os males que lhe causam feridas profundas e espirituais. Das entranhas dos homens são expurgados os males milenares, frutos de uma história construída com base em erros e descaminhos, decisões sem Deus, corações sem amor.

Como o teu Senhor no Horto Getsêmani, fecha os teus olhos e observa o mundo; vê que o planeta agoniza e a consciência dos homens se estremece sem perceber. Não conhecem a razão de seus males e catalogam novas doenças, para dar nome a uma vida vazia de Deus ou plena de uma profunda ignorância.

Como o teu Senhor no Horto Getsêmani, observa a vida sobre a Terra e vê, filho, que apenas um grande amor poderá curar este mundo.

 Amor é esta potência desconhecida e oculta que fez com que o próprio Deus se multiplicasse e se espelhasse em Suas criaturas, para que esse Amor ganhasse vida e se renovasse, de tempos em tempos, em um Amor maior.

O Amor cresce quando o coração se retira da ignorância e adentra na Verdade. O Amor se multiplica quando o ser não apenas conhece a Verdade, mas a vive, expressando sua sabedoria através de ações de amor.

O caminho para a Verdade é a oração, que os coloca em dimensões internas, que estão além de toda a ignorância. Por isso, ora e clama ao Pai por Sua presença. Eleva-te ao Seu Coração e dentro do Coração de Deus observa o mundo e a vida, assim como fez o Seu Filho no Horto Getsêmani.

Vê que não há limite para o Amor, porque ele é infinitamente necessário na Terra e muito além dela.

Ora, filho, e encontra uma causa maior para tua própria vida. Encontra a causa de Cristo, a causa de Deus, o sentido de tua existência, que se guarda na necessidade que a vida tem de uma constante renovação no Amor de Deus.

Vê que no silêncio do teu coração podes servir e na sinceridade de teu espírito podes transpassar fronteiras. Sem uma vida espiritual verdadeira e profunda, nada terá sentido. Esta é a grande sede do mundo, esta é a sede de Cristo, esta é a sede de Deus.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Onde há vida, ali habita o Coração de Deus, esperando para se manifestar e se expressar no interior dos seres.

Onde há vida, ali habita o Coração de Deus, às vezes silencioso e humilde, oculto, secreto, apenas observando e esperando que o olhar tão distraído dos seres se volte para o próprio interior e O encontre.

Olha, filho, para dentro de ti, além de tudo o que já conheces de teu próprio ser. Transpassa as camadas do corpo, da mente, da consciência, do subconsciente e deixa para trás tudo o que a ciência espiritual e humana te ensinou até hoje.

Chega àquilo que está oculto, que é desconhecido e cuja presença nunca foi verdadeiramente desvelada, senão apenas n'Aquele que abriu o caminho para a Unidade com Deus. O Pai apenas se expressou perfeitamente em Seu Filho, porque a missão de Cristo foi revelar ao homem o verdadeiro propósito de sua existência.

Filho, Cristo não veio ao mundo para dizer: “Eu sou um exemplo para ti”. Ele te disse: “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida”.

Se Ele é o Caminho, põe teus pés nesta senda. Se Ele é a Verdade, cruza o umbral entre a ilusão e o que é real e entra em Cristo para encontrar a Verdade. Se Ele é a Vida, retira-te da morte e encontra n'Ele o que verdadeiramente é viver.

Deus enviou o Seu Filho ao mundo para ser um Espelho para a humanidade e para que, diante d'Ele, os homens pudessem descobrir qual é o verdadeiro sentido da vida, qual é o propósito da existência, o que é o Caminho, a Verdade e a Vida, na Terra como no Céu.

Adentra este mistério que está dentro de ti, mas que se oculta de ti mesmo. Cumpre com a Vontade e a Obra de Deus na sua manifestação sobre a Terra, mas, acima de tudo, busca o cumprimento da Vontade e da Obra Divina em teu interior.

Adentra este Caminho, encontra esta Verdade e vive esta Vida que Deus pensou para as Suas criaturas desde o princípio.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

O que se revelava ao mundo através de parábolas e profecias hoje se revela através de conhecimentos cósmicos e da sabedoria que Deus manifesta na voz de Seus Mensageiros.

Para que Seu Filho estabelecesse um novo ciclo e anunciasse a vinda do Reino Celestial e a Aliança nova e eterna com o Pai Criador, o Senhor fazia ecoarem os Seus ensinamentos na Voz de Jesus, através de parábolas e profecias, porque essa era a forma como a humanidade podia escutá-Lo naquele tempo.

Hoje, filhos, Deus os prepara para o estabelecimento de um novo ciclo, de um novo tempo; prepara a consolidação da Aliança com Ele. Este é o ciclo da definição, e apenas permanecerão sobre a Terra e nos mundos por Deus escolhidos aqueles que tenham cruzado a porta da Redenção. Quando tudo tiver se definido, Sua Aliança já não será para uns poucos, será para todos.

Aqueles que não puderem dar os passos necessários neste ciclo cruzarão os umbrais para uma nova vida que corresponda às suas escolhas e aprenderão, uma e outra vez, do sacrifício e da renúncia, até que se abram para aprender com o amor.

Estas novas escolas não serão um castigo de Deus para fazer os seus filhos sofrerem; elas serão fruto da Graça do Pai, pelos méritos gerados pelos que disserem “sim”, para que outros tenham uma oportunidade de recomeçar. Não haverá castigo eterno, mas sim eternas possibilidades de recomeçar, até que todas as criaturas, onde quer que estejam, vivam a Redenção e deem seus passos no caminho evolutivo.

Sei que tudo isso lhes é muito misterioso e que pouco podem compreender de algo que não conhecem e que não vivem.

Hoje o que Eu lhes digo não é para ser compreendido, mas sim guardado no coração e depositado na consciência, porque virá o tempo em que os caminhos se dividirão diante de seus olhos e duas portas lhes serão oferecidas para cruzar: a porta estreita do amor e da entrega, e a porta ampla, do recomeço da evolução dos seres.

Para saberem eleger, vocês deverão conhecer as decisões que tomam. Por isso, preparo os seus seres, porque nenhum desses caminhos será fácil e simples, mas apenas um deles plenificará seus corações e reparará a Consciência Divina, levando o próprio Deus à renovação do Amor.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No profundo de teu corpo, no centro de teus átomos, jaz uma luz oculta e silenciosa. Esse é o Espírito da Vida, é o Sopro de Deus, que habita em ti e que é a verdadeira composição de teu ser.

És parte viva do Espírito de Deus. Assim, o Pai, Onipresente, habita na essência de teu ser. Assim, Seu Espírito Oniabarcante habita em tudo o que é vida.

Permite à tua consciência penetrar os mistérios acerca de si mesma e descobrir, através do amor, da sabedoria e da humildade, a matéria pura e plena da Glória de Deus, que se esconde em teu ser.

A glorificação do corpo é o despertar da Verdade no mais íntimo da composição da matéria humana. A Glória de Deus está em Seus filhos desde o princípio da Criação, mas assim como Sua Presença se mantém silenciosa na essência dos seres, Sua Glória e Seu Espírito também silenciam no mais íntimo da matéria humana.

Quando o ser alcança a unidade plena com o Pai e Lhe dá espaço e permissão para que Ele se manifeste em seu corpo, a Glória de Deus começa a despertar em seus átomos físicos e materiais.

Todos os seres, assim como toda a Vida, são partes de Deus, desmembrados da Criação e manifestados em criaturas aparentemente individuais.

Hoje te revelo um mistério: tudo é parte de Deus. Tudo é projeção e partícula divina. Mas o Criador Se expressa nos que despertam. Seu Espírito fala e vive através dos humildes, que reconhecem sua ignorância e não limitam a Grandeza de Deus, que ainda é tão desconhecida e incompreensível para a mente humana.

Medita na vida que está em ti, na vida que és, parte de Deus, parte de Seu Espírito, e aos poucos deixa que se manifeste, em teu ser, a Sua Glória, para que compreendas que ressuscitar não é morrer no corpo e voltar à vida; ressuscitar é morrer para a ignorância e para a ilusão e descobrir a Verdade dentro de si.

Houve aqueles que morreram no corpo e não encontraram a glorificação em Deus, e houve uns poucos, desconhecidos dos homens, que morreram para a sua ignorância e deixaram que Deus lhes mostrasse Sua Verdade, vivendo, sem compreender, a Glória e a Magnitude do Espírito do Criador.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Do mais profundo Amor do Coração de Deus, provêm os homens. A humanidade é a Revelação do Amor do Pai, e ao longo dos séculos Ele lhes recorda isso, através das diferentes expressões de Sua Presença.

Deus lhes recordou o Seu Amor através dos patriarcas e dos profetas, por meio do Sopro de Seu Espírito, de Seu perdão e de Sua reconciliação com a consciência humana, através de Abraão e de Moisés.

Deus lhes recordou o Seu Amor através de Buda, que compreendeu que a humanidade era a expressão do mais profundo Amor do Pai e despertou em si a compaixão, como símbolo, da forma mais elevada que podia alcançar, de imitar esse Amor naquele tempo.

Buda buscava na verdadeira expressão da consciência humana o objeto do Amor de Deus e, buscando esta Verdade, encontrou não apenas a si mesmo, mas a própria Consciência Divina. Quando conheceu a verdade sobre si, Buda encontrou, dentro de si mesmo, a Deus.

A Revelação máxima de Deus foi através de Jesus, quando o Pai não apenas amou a humanidade, mas experimentou a humanidade e viveu a condição humana. Deus manifestou-Se em plenitude, despertando assim a plenitude do homem e revelando Sua semelhança com ele. Jesus é a manifestação da semelhança entre Deus e os homens. Ele é a nova e eterna aliança, a Revelação de Deus mesmo.

A semelhança com Deus é o Amor revelado em Cristo. Cristo é a aliança feita Vida. Deus pleno, criando o Homem pleno, e tudo isso só é possível através do Amor.

A partir de então, a Revelação já foi feita; a Verdade já foi desvelada e precisa apenas ser recordada e aprofundada na consciência humana.

Deus então recordou o Seu Amor a Maomé, para que ele recordasse esse Amor aos homens que se perdiam em sua época. E assim, ao longo de toda a evolução humana, o Pai vem recordando o Seu Amor aos Seus filhos.

O que chamamos de Revelações nestes tempos é o aprofundamento da Revelação primeira de Deus em Jesus. A verdade, filho, é única, e hoje ela é novamente trazida aos homens porque chegou o momento de aprofundarem ainda mais, não apenas na compreensão sobre ela, mas na experiência e vivência dela, porque nestes tempos o Pai aspira a retirar os véus de seus olhos e de seus corações para que, conhecendo-se a si mesmos, reconheçam a Deus em seu interior.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Se não podes adentrar nos desertos da Terra como faziam os Padres de outrora para curar seus pecados e converter sua profunda condição humana, adentra, filho, no deserto de teu coração.

Nestes tempos finais, as coisas do mundo são como imãs, que atraem tua consciência constantemente ao mais profundo abismo da obscuridade e da perdição. Mas tu, como filho de Deus, consciente de Sua presença em teu interior, podes optar por não seguir as tendências da Terra e adentrar no deserto de teu coração, para que, sozinho e em solidão, encontres a Deus.

Entra em diálogo com o Pai todos os dias e sente Sua proximidade divina do teu coração. Não deixes que te consumam as coisas do mundo e te façam esquecer ou colocar em segundo plano aquilo que é o verdadeiro sentido de tua existência.

Não esqueças de contemplar em teu coração o Universo como o Infinito e de reconhecer uma e outra vez a tua pequenez. O coração que se reconhece pequeno e é grato a Deus abre, com sua simplicidade, as portas para o Céu, para as dimensões divinas, para a realidade superior, onde a verdade se revela.

Deixa que tuas orações se tornem cada vez mais profundas e sinceras. Cruza o umbral entre ser um filho e um companheiro de Deus, parte Sua viva, renovando-se em Sua Criação, para retornar ao Todo com um Amor maior.

Que o Propósito Divino esteja sempre visível aos olhos de teu coração, para que jamais percas as oportunidades de amar, perdoar, compreender o próximo e encontrar a Deus.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Pai, no deserto dos corações dos homens, constrói Teu Templo. Encontra, entre as areias frágeis e suscetíveis ao vento, a rocha da consolidação da união entre Teu Amor e a consciência humana.

No meio das distrações do mundo e do ruído sem fim que causam os homens para não escutarem Tuas advertências, recebe, ó Senhor, o grito que é emitido no silêncio de um coração sincero.

Teus filhos, muitas vezes, não têm força para elevar seu verbo e erguer sua voz, mas no profundo de seu interior, onde Teu Cosmos encontra o microcosmos do coração humano, ali se ergue, no silêncio, o clamor das almas que Te buscam.

Tu, que escutas o que grita no silêncio, recebe as preces dos que estão fracos e faze-os fortes em Ti, para que possam se erguer em Teu Nome.

Aos que reconhecerem o seu nada e se encontrarem prostrados em sua pequenez, Tu, Senhor, os erguerás, porque Te deram espaço e permissão, para que neles não habite poder humano algum, apenas o Poder que vem de Ti.

Arranca, das entranhas dos que Te clamam, sua mais retrógrada condição humana, e o pecado que vive em suas células, converte-o em Pureza Original.

Demonstra Tua Graça através dos humildes, e que neles os soberbos encontrem inspiração e se rendam a Ti.

Aprendam a se quebrar os que estão cheios de si. Aprendam a se entregar ao Senhor e verão do pó surgir o Espírito e do Espírito a Nova Vida.

Que assim seja.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos,

Esperem com amor as Palavras que Deus pronuncia ao seus corações através de Seus Mensageiros.

Assim como falou aos profetas e patriarcas, que deixaram para o mundo as bases da vida espiritual, hoje o Criador renova os Seus ensinamentos e faz novas Revelações ao mundo, porque, desde os patriarcas até agora, o próprio Deus renovou a Si mesmo e viveu Revelações que provinham do despertar e da evolução humana.

Mesmo com suas imperfeições e limitações, os patriarcas e profetas de outrora reconheciam a Presença de Deus e respeitavam o eco de Sua Voz, que se pronunciava aos povos e por eles era seguida.

Hoje a Voz de Deus ecoa no deserto da consciência humana, porque a indiferença tomou conta dos corações e poucos são os que sabem reconhecer a Voz de Deus e segui-la.

Para escutarem Deus hoje, devem permitir que o Criador desperte dentro de vocês compromissos que ficaram adormecidos e experiências de união com o Pai que não provêm desta vida, mas que estão guardadas no íntimo de seus seres, para servir-lhes de auxílio nestes tempos.

Deem a Deus a permissão de tocar o profundo de seus corações, para que, como seres e como humanidade, retirem suas consciências da influência da indiferença e ingressem nas Leis que os conduzem à elevação.

Quando vocês unem seus espíritos ao Pai, é possível transcender as leis e influências materiais para pertencerem às Leis do Universo e serem auxiliados pelos raios e pelas energias espirituais que descem ao mundo para impulsionar os seres ao Amor e à evolução.

Para isso, é preciso que haja dentro de vocês a vontade de dar esse passo e amar a Deus, as Suas Palavras e o Seu Plano, renovando o amor e o respeito vividos pelos patriarcas, pelos profetas e pelo Povo de Deus, para que assim o Pai encontre novos caminhos para cumprir com Suas promessas e estabelecer Seu Reino neste mundo, quando chegar o tempo.

O Reino de Deus será revelado primeiro no espírito, depois na matéria. Estejam atentos à Voz de Seus Mensageiros, para que em Seu ensinamento vocês recebam as novas Revelações do Criador.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Entrem no Coração de Deus e encontrem ali a possibilidade de transpor obstáculos e limites e viver aquilo que hoje lhes parece impossível e impensável.

Filhos,

Este é o tempo não só dos milagres, mas também das verdades. É o tempo em que a consciência humana deve aproximar-se do que ela realmente é e já não estar presa às limitações que são impostas pela ignorância e pela cegueira deste mundo.

Em muitos ciclos e muitas eras, a humanidade se aproximou da Verdade, mas demonstrou ao Universo que ainda não havia alcançado um grau de amor suficiente para poder recordar o passado, a origem, e com isso, recordar tudo aquilo que deve ser curado e redimido no profundo de cada ser.

Depois do exemplo dado por Meu Filho Jesus, e depois que Seu Espírito de Amor seguiu despertando cada coração que se abriu e ensinando-o a amar e a perdoar, ao menos uma parte da consciência humana já está minimamente pronta para encontrar a Verdade.

Para que não se confundam e não cometam os mesmos erros do passado, quando o Criador tentou revelar-lhes a vida universal, vocês devem ser humildes na mente, nas emoções, nas intenções, no coração, na alma e no espírito. E essa humildade não provém de um descuido consigo mesmo ou de um automartírio.

A humildade da qual lhes falo é o simples ato de reconhecerem que sempre estiveram adormecidos neste mundo e, ainda que o que são, em verdade, em espírito, pareça ser grande e cheio de poder, saibam que não há poder maior que o Poder de Deus e que todo poder que tenta sobrepor-se ao Poder divino é mera força humana, que com um sopro do Altíssimo se transforma em pó, em nada.

Para ingressar na vida universal, devem primeiro senti-la, deixar-se permear por ela como crianças que estão diante de um novo mundo. Não queiram saber e não pensem que já sabem. Não queiram ser e não pensem que são coisa alguma. Apenas estejam diante dos portais ao cosmos, sabendo que a única coisa necessária neste momento é a humildade do coração e a certeza de que, para cruzar esses portais, devem ter dentro de si mesmos a experiência do amor, do verdadeiro amor, que transcende as necessidades pessoais e que, inclusive, transcende a própria vida.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO ÔNIBUS ÁGUIA DE LUZ, DURANTE A VIAGEM DA CIDADE DE CÓRDOBA ATÉ A CIDADE DE CAPILLA DEL MONTE, ARGENTINA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Cada serviço prestado pelos servidores e consagrados ao Plano do Deus Altíssimo seja o motivo para gerar o equilíbrio necessário e curar os males do passado de uma humanidade tão transgressora.

Que suas mãos comecem desde já a reconstruir o mundo com atos de serviço, a reparar o mal causado no princípio e a aplacar o caos que se precipita sobre a Terra.

Existem muitos lugares do planeta que não estão destruídos pela guerra ou tomados pelos conflitos armados, mas que estão espiritualmente tão feridos como estes que estão em guerra.

A humanidade, como consciência, agrediu tanto a vida plane­tária que uma grande parte do espírito do planeta está deterio­rado e padecendo como um moribundo que dá os seus últimos suspiros de vida.

A maneira de curar este mundo enfermo é apenas com o amor, o amor em todas as suas expressões: amor com atos de caridade fraterna, amor irradiado na oração, amor irradiado no silêncio, amor que se manifesta no coração que se transforma por amor ao Plano de Deus.

Um servidor que se encaminha a uma missão pedida por Deus deve ser como o obreiro que leva em suas mãos o tijolo e o cimento para reconstruir a consciência planetária. Em cada pequena ação deve estar o amor pleno e absoluto, que transcende as condições, as diferenças, os erros, o medo e a dor. Assim, aos poucos, vocês poderão se converter em verdadeiros instrumentos de Deus.

Que esteja na intenção de cada missionário a reconstrução ativa e luminosa da vida espiritual da humanidade.

A consciência humana foi criada com base em princípios divi­nos e puros, o que dava a ela a particularidade de poder unir-se diretamente ao Criador, sem intermediários. Esses princípios foram atacados desde o início deste Projeto, e as forças do adversário trataram de convertê-los no que vocês conhecem como energias capitais, que hoje são muito mais do que sete.

Para voltarem a ser cristalinos como Deus pensou e para alcan­çarem o Propósito Divino, chegou a hora de ir fazendo crescer os princípios divinos no seu próprio interior e no interior de seus semelhantes e, assim, ir enfraquecendo aquelas forças escuras que tanto cresceram na consciência humana.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Queridos companheiros em Cristo,

Quero trazer-lhes, a cada dia, mais do que palavras, porque tenho a possibilidade de levá-los a viver o que verdadeiramente são, não apenas como indivíduos, mas também como humanidade.

Por isso insisto, repetidas vezes, que em cada momento de suas vidas ofereçam tudo o que fazem pela consciência humana, sobretudo por todos aqueles que não conhecem a Deus e que, independentemente da classe social e da situação física, vivem na ignorância e na plena ilusão.

Meus amados, quando estive neste mundo como José de Nazaré, em tudo o que Eu fazia em Meu trabalho, no descanso ou nas liturgias diárias, a oração era sempre o que movia Meu Casto Coração e, assim orando, oferecia tudo pelos demais irmãos do mundo.

Eu trabalhava pelos que não o faziam; repousava pelos que não podiam repousar; era verdadeiro e simples pelos que não podiam sê-lo. E assim era com tudo. Então, fui descobrindo como amar as imperfeições dos homens. Dessa forma, enquanto trabalhava por alguém que não o fazia, comecei a compreender porque aqueles que não trabalhavam estavam nessa situação e, em Minhas intenções, oferecia sempre a Deus as dificuldades de Meus irmãos.

Vendo a pureza de Seu servo, que não orava para si, mas para que o reinado de Deus se expandisse pelo mundo, o Senhor começou a mostrar, aos olhos do Meu Coração, diferentes situações do planeta em lugares que, em vida, Eu não havia conhecido, mas sabia da realidade de tudo o que via.

Deus Me deu a Graça de servir mais profundamente e de ter a certeza de que, a cada instante de Minha vida, Ele poderia interceder por alguma alma. Dessa forma, fui aprendendo a arte de interceder perante Deus pelas almas e pelos seres da natureza, que nunca eram esquecidos por Meu Coração Castíssimo.

Hoje lhes digo que o segredo para ser um intercessor diante de Deus é jamais perder a pureza de intenção e não crer que se é coisa alguma, mas apenas um servo de Deus. Onde houver orgulho por alguma obra ofertada a Deus, essa obra já não alcançará o Céu.

Muitos creem que intercedem pelas almas quando, na verdade, estão perdendo um precioso tempo de orar com o coração para alimentar o próprio orgulho e a vaidade.

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos