MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA EM REDWOOD, CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Aquieta teu coração para uni-lo ao Universo como ao Infinito. A vida superior começa a se revelar dentro de ti. 

Envia ao mais profundo de tua consciência o Dom do Perdão, que provém da Consciência Divina. 

Medita em teu Senhor na Cruz e em todos os méritos que Ele alcançou para que vivas a redenção, não apenas do que foi cometido e vivido neste planeta, mas também, e, sobretudo, muito além dele, na história de tua evolução, que desconheces.

Contempla o Sangue de Cristo e sente como esse mesmo Sangue, código redentor, permeia tuas células e átomos. Comunga do perdão e da redenção.

Que, a partir de tuas células, esse perdão ingresse em teu universo interior, nos registros mais profundos de tua consciência. E ali, onde a vida universal se une com tua condição humana, deixa que aconteça o propósito de tua encarnação e experimenta a paz de sentir-se perdoado.

Todos os dias, o sacrifício de Cristo se renova em cada Eucaristia, para que Seus códigos de perdão e redenção, alcançados por ti, na Cruz, possam chegar cada vez mais profundo em teu ser.

Acompanha com teu coração o estabelecimento e a realização do perdão em todo o teu ser. Chegou o tempo de ser curado e não apenas de purificar, sem fim, o que estava apodrecido em teu interior.

Teu perdão e redenção devem ser conscientes. É preciso saber e ver o que deves perdoar, mas para isso, filho, tua consciência deve estar amadurecida no Amor de Cristo e na certeza de tudo o que Ele já alcançou por ti.

Agora que tens o lodo diante de teus olhos, contempla o Amor e o Perdão de Cristo e vive a química oculta da redenção e da transfiguração da consciência.

Tuas misérias, tocadas pela Misericórdia de Deus, transformam-se na renovação de Seu eterno Amor.

Tens a Minha bênção para viver o que te digo e alcançar a paz.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla o Coração de Cristo e nele o Seu Santo Cálice.

Este é o Cálice de tua redenção e da redenção do mundo. Nele se encontra o Sangue que foi vertido no Calvário como na Cruz; Sangue que representou a entrega absoluta de Deus através de Seu Filho; Sangue que se multiplica em todos os sacrários do mundo para ingressar no interior de todos os seres e transformar sua condição humana; Sangue que porta em si os códigos da Nova Vida, do Amor Crístico, Amor de Deus renovado em Seu Filho; Sangue que se derrama sobre o mundo quando as almas clamam com sinceridade; Sangue que ingressou nas entranhas da Terra para selar a aliança entre este Projeto Divino e o seu Criador, decretando assim sua perfeição e sua manifestação no fim dos ciclos.

Este é o Sangue que dá a vida, não só aos homens, mas a toda a Criação. Este é o Sangue que os diviniza, porque manifestou na carne humana a presença de Deus e tornou viva a semelhança do Criador com Suas criaturas.

Este é o Sangue que todos os dias é entregue no altar; é o Sangue que converte os elementos da Terra; Terra que por este mesmo Sangue se tornou sagrada.

Reverencia hoje o Cálice do Senhor para que sejas conhecedor de Seus mistérios. No Santo Cálice se guarda o Sangue de Cristo e de todos aqueles que um dia beberam dele e alcançaram graus de Amor Crístico em seu interior.

Este é o Cálice que os une a Deus; o mistério manifestado do Amor Divino. Se tão somente o contemplares com amor, teu espírito, alma e coração estarão comungando dele.

Se tomas do Sangue e comes do Corpo de Cristo, todo o teu ser comunga de Sua vida, da Nova Vida, do Amor e da perfeição de Deus.

Hoje e sempre, filho, reverencia a dádiva da entrega de Deus através da Eucaristia. Nela se encontra vivo o Amor que teu Criador sentiu ao manifestar-se, Ele mesmo, nesta vida, descendo à menor das dimensões para abrir o caminho para a suprema unidade com Seu Espírito.

Bebe de Seu Sangue e come de Seu Corpo, cruzando assim as dimensões que te separam de Deus e retornando ao Seu Eterno Coração.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

O mundo ao teu redor deve manter-te em estado de vigilância e de oração, mas nunca de temor.

Torna-te um observador da própria vida e da vida sobre a Terra e, assim, reconhece os movimentos da natureza, os movimentos de teu mundo interior e como reagem teus irmãos nas diferen­tes situações que se apresentam em suas vidas.

Não te chamo a agir neste momento. Apenas observa e, em tuas orações, medita sobre o que observaste.

Conhece-te todos os dias um pouco mais: a forma como buscas conseguir aquilo que queres ou como tentas ser compreendido pelos demais. Observa que imagem tentas transmitir aos outros sobre ti mesmo e, em tuas orações, medita sobre a verdadeira intenção desses movimentos que surgem no profundo de ti e se expressam em tua forma de ser.

Para desenvolver qualquer virtude, necessitas conhecer-te e saber de ti, sobretudo o que te separa de um caminho puro e verdadeiro.

Para seres humilde, deverás encontrar em ti o que não te leva à humildade e, com a mesma paz de quem separa o joio do trigo para preparar a farinha que um dia se tornará pão, assim tra­balharás. E não sofrerás, porque apenas colocas o joio e o trigo cada qual em seu lugar e os direcionas para a sua transformação.

O que é trigo, ou seja, os princípios da virtude dentro de ti, ainda deverá ser muito trabalhado em várias etapas de transformação, para que um dia chegue a ser pão. O trigo será triturado e virará farinha. A farinha, por si só, não faz o pão, pois necessitará de outros elementos vindos de Deus. O pão será amassado e irá para o fogo, até que fique pronto. E para que seja o Pão de Vida, necessitará ser consagrado em altares divinos, onde o Filho de Deus se faz Uno com este pão e, depois de consagrá-lo, o reparte em doação e em entrega, para multiplicar as graças que recebeu entre muitos mais.

Tu deves ser como esse trigo que um dia se tornará pão. Já cres­ceste em terra fértil e deste os grãos de que Deus necessitava. Agora, tu mesmo, com teu esforço e tua dedicação, observarás a ti e separarás em ti o joio do trigo, para que depois Mãos Divinas te transformem, passo a passo, até que chegues ao teu destino.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Queridos companheiros,

Quero dizer-lhes neste dia, em relação às palavras que venho pronunciando nestes últimos tempos, que, se lhes instruo sobre tais coisas, é porque confio no potencial de todos os corações que Me escutam, independentemente da vida que levam e do grau de consagração no qual se encontram.

Meu Casto Coração foi enviado ao mundo para acompanhar Maria Santíssima no despertar dos 144 mil que devem preparar o retorno de Cristo e reconhecê-Lo entre os homens. É por isso que Nossa presença é puramente espiritual e toca os espíritos daqueles que se comprometeram com Deus no princípio de todo este projeto humano.

Meus amados, os 144 mil são os espíritos que foram enviados à Terra para viver a redenção e para auxiliar no projeto humano e que se comprometeram a viver em si os códigos deixados por Cristo.

Não pensem que Jesus veio à Terra para ser o único Cristo existente na Criação de Deus. Ele veio para ser o Caminho que toda a humanidade deveria trilhar, a Verdade que cada ser deste mundo deveria amar e seguir, a Vida Crística que se manifestou em Jesus, e que deve manifestar-se também em todos aqueles que se dispõem a fazer de si a expressão do projeto de Deus e tornar vida, na própria carne, os princípios universais e crísticos deixados pelo Filho do Homem.

Meus amados, chegou o momento de assumir o seu verdadeiro papel no Plano de Deus, e isso se alcança quando vocês podem sair das mesquinharias da vida material e, assim, sair de si mesmos, para que tenham como prioridade em suas vidas o que realmente importa, que é o amor e o perdão, a redenção e a unidade com Deus e, em consequência, com toda a Sua Criação.

Os 144 mil devem ser a ponta da lança que abre o caminho para a Nova Humanidade, o exemplo a seguir para os que estão cegos, tateando o ar diante de si. Os 144 mil devem ser a mão estendida aos homens e aos Reinos da Natureza; devem ser a representação da própria humanidade, elevando o planeta para a manifestação da Verdade.

Pensem nisso e sintam Minhas palavras no coração, pois elas devem impulsioná-los a cada dia, para que ao menos almejem não ser mais os mesmos e, assim, vivam o que lhes ensino.

Seu amado pai e conselheiro,

São José Castíssimo 

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Fundada em dezembro de 2012, a pedido da Virgem Maria, a Associação Maria, Mãe da Divina Concepção é uma associação religiosa, sem vínculos com nenhuma religião instituída, de caráter filosófico-espiritual, ecumênico, humanitário, beneficente, cultural, que ampara todas as atividades indicadas através da Instrução transmitida por Cristo Jesus, pela Virgem Maria e por São José. Ler mais

Contato

Mensageiros Divinos