Virtudes

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho,

Olha bem dentro de teu coração e busca ali o que Deus construiu em ti; esse é o teu verdadeiro tesouro.

O sinal de que Deus nunca te desampara está no profundo de teu coração, na fortaleza de tua consciência, nas virtudes que permanecem em tua essência e que se expressam em tua vida.

Não estão os sinais de Deus tão somente em tuas conquistas materiais e naquilo que chamas de sucesso neste mundo. Pó, como o pó da carne, se tornará tudo o que da matéria provém.

Vê as coisas materiais como algo que conquistas para saberes doar, porque o que precisas neste mundo já não é apenas lutar pela vida, mas aprender a elevá-la. Por isso, Deus te concede Graças; por isso, o destino te dá aquilo de que necessitas para fazer algo superior.

Percebe, filho Meu, que a grandeza de Deus está além de tudo quanto teus olhos podem ver e tuas mãos podem tocar.

O triunfo de Deus está além de tuas conquistas humanas e, muitas vezes, te será invisível, porque esta é a única forma de que te mantenhas humilde e cresças naquilo que o Pai espera de teu coração.

O amparo de Deus em tua vida se mostra em tua capacidade de imitar os passos de Seu Filho, porque para isso vieste ao mundo e é a isso que te conduz teu Senhor, teu Deus.

Por isso, não te confundas e não te enganes; sabe que tuas conquistas materiais são uma Graça, mas não te detenhas ali, porque toda Graça tem uma razão, e o Pai dá tudo àqueles a quem pedirá tudo algum dia.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAISANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, clama por misericórdia e discernimento, para que teus passos sejam corretos e o caminho por ti escolhido te leve sempre ao Coração de Deus.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, deixa-te inundar pela Humildade que provém do Coração de Deus.

Teu Senhor já começa a dar os primeiros passos em direção à Terra e não serão os ouros do mundo que te farão brilhar diante dos Olhos de Deus, para que Ele te encontre. Será a pérola revelada em teu coração, quando limpares e purificares o lodo de tuas misérias, que será para Deus o sinal e o selo, para que Ele encontre os redimidos sobre a Terra.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, não deixes que a vergonha e o medo de ver-te humilhado sejam maiores do que a Graça de alcançar a humildade. Deixa-te desnudar das coisas do mundo e que a ele só pertençam as suas vaidades.

Chegará o dia em que Deus buscará receber de ti a multiplicação dos tesouros a ti entregues, mas se não os tiveres conhecido, como haverás de multiplicá-los?

Deus não te entregou as riquezas da Terra, mas virtudes ocultas no coração às vezes encobertas, inclusive, por destrezas e boas aparências, mas que, na verdade, não são o que o teu Criador espera de ti.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, busca em teu coração a virtude maior da rendição, o tesouro da fé, a riqueza da caridade, a alegria da entrega. Céu e Terra passarão, mas o que Deus colocou em teu interior se multiplicará.

Rende-te, como Deus rendido feito criança nos braços de Maria Santíssima.

Rende-te, como o Criador escapando da morte para o Egito, em profunda entrega nas mãos dos Seus Santos Filhos, feitos ali os Seus Pais.

Rende-te, no silêncio de Deus, negado na terra que elegeu para santificar, caminhando para povos distantes que soubessem ouvi-Lo.

Rende-te, como o Deus que sabe perdoar, que atira sobre o chão a pedra dos pecados dos homens e não lança a estes senão Perdão e Misericórdia.

Rende-te, como o Cristo, que – sendo perfeito – Se sentou à mesa dos pecadores e, convidando-os como são, os perdoou e redimiu seus pecados.

Rende-te e transforma a solidão, o sacrifício e a dor da cruz em um real e perfeito amor, que cruza e transforma os Universos.

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando os corações se unem para cumprir o Propósito Divino, as imperfeições, as dificuldades e os obstáculos se dissolvem. Porque é no mistério da verdadeira unidade que as almas equilibram umas às outras, para que todas alcancem a meta do Encontro com Deus.

Filhos, cada coração, cada consciência tem algo único para aportar ao Plano, algo que não está vinculado a nenhuma destreza material. Falo de virtudes espirituais, energias tão desconhecidas para a humanidade que sequer se encontram entre os conceitos de seu dicionário. Não existe expresso em palavras isso do que lhes falo. Mas aqueles que vivem no espírito da unidade poderão sentir como as almas se elevam mais simplesmente a Deus e, de uma forma desconhecida, trilham o caminho que as leva ao Criador.

Cada prova que é colocada em suas vidas tem um motivo espiritual de existir e, ainda que para todos os níveis abaixo de Deus tudo pareça muito imprevisível, o Criador, sim, observa em silêncio o cumprimento do que Ele escreveu para a consciência humana. O Pensamento Divino é vivo e assim também o é o Seu Plano. Por isso, não há nada que para Deus seja um mistério.

Digo-lhes isso para que compreendam que estes são tempos de construir a unidade, para que reconheçam que as instâncias de aproximação com Deus não são construídas por ninguém individualmente, mas sim pelo amor que cada um tem por Ele.

A concretização do Plano Divino se encontra no desvendar da unidade. Por isso, é importante que sintam que as suas misérias desaparecem quando aquele que vocês têm ao lado as equilibra com as suas virtudes e, assim, uma alma faz com a outra, até construir uma unidade perfeita e imaculada, capaz de receber códigos novos.

Para reconstruírem o mundo – quando chegar a hora de fazê-lo –, vocês não precisarão de outra coisa senão da unidade e do amor. Experimentem essas instâncias em que vocês os vivem não apenas como algo inusitado, que vivem sem premeditar. Reflitam sobre os acontecimentos e percebam como o Criador os prepara sempre e com quaisquer circunstâncias aparentemente muito negativas, mas quando há disposição e unidade, o Criador faz emergir dali um aprendizado único, que lhes servirá para cada instante de suas vidas e muito mais para os dias que virão.

MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Ser Humano sem ser humano

A ciência destes tempos, filhos, é a transcendência do velho homem e o nascimento do novo. Nascer sem morrer no corpo. Fazer renascer a matéria, transcendendo o que estava corrompido.

O novo homem nasce dentro da consciência. Ele é fruto da purificação interior, do ato de expurgar o velho, para que o verdadeiro possa surgir.

O novo homem, filhos, em verdade não é novo: ele sempre esteve dentro de cada ser humano; ele é o princípio, é a realidade, é o início de tudo e também o final, a meta para a qual vocês caminham.

O velho homem se apoderou da verdade e construiu, sobre a essência, uma vida de ilusões: criou, por cima do que vocês são, algo que não existia e ocultou o Pensamento Divino com o pensamento humano.

A humanidade, filhos, é uma raça de semelhança com o Pai sob muitos aspectos que desconhecem. Um deles é a capacidade de criar pelo pensamento, pelo sentimento e pelo coração, capacidade até então concedida apenas aos anjos. Mas, como um grande paradoxo universal, essa semelhança com Deus os afastou do Criador, porque – em vez de aprenderem com o amor – criaram, com o pensamento, um falso homem e uma falsa evolução, que mais os levava ao abismo do que aos Céus.

Influenciados pela ilusão do tempo em que viviam, os seres humanos foram se distanciando cada vez mais do Todo e ingressando em si mesmos. Foram perdendo a capacidade de estar em tudo – que a semelhança com Deus lhes oferecia – e perderam a consciência da unidade, fortalecendo, como uma lei humana, a individualidade.

Filhos, como pode um ser criado para viver a unidade competir com os seus semelhantes? Criar armadilhas para a evolução do próximo? Querer ser melhor ou pior que os demais?

A resposta para essas perguntas está não somente na dualidade própria deste mundo, mas também em toda a ilusão na qual a humanidade se colocou como consciência.

MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Miséria maior que a miséria da matéria é a da falta de compaixão e de unidade entre os homens.

Carecer do necessário é a consequência de uma carência ainda maior, uma carência que não é individual, mas que é humana: a carência de amor nos corações.

Ser pobre e miserável fisicamente, filhos, não é o maior dos males. Ser pobre de virtudes e miserável no espírito é o que impede o homem de repartir o pão para o corpo. Onde não há compaixão, não há igualdade. Onde há indiferença, não pode haver fraternidade e equilíbrio.

Não fiquem indignados com a miséria desumana em que vivem os seus irmãos, se ainda lhes faltam a compaixão e a fraternidade – e, com isso, colaboram com o crescimento da indiferença e da desigualdade social em que vocês vivem hoje como civilização.

Filhos, que haja mais ação e menos emoção em suas vidas. Que estejam mais prontos para atuar e não se deixem envolver por sentimentos que não fazem crescer o espírito. Se vocês estiverem diante da miséria de seus irmãos, não apenas lhes deem um pão, mas, além do pão, deem também a própria vida, oferecendo a sua transformação em reparação da carência que há na consciência humana e que resulta nessa miséria que veem plasmada na matéria.

Amem, sintam o próximo pela compaixão, sejam fraternos, vençam a indiferença, vençam o egoísmo, rendam-se à fraternidade e apaguem das suas consciências o medo de carecer de algo no futuro – medo esse que faz vocês guardarem tudo para si mesmos. São esses códigos, filhos, que – quando depositados na consciência humana – fazem a diferença.

Por que vocês reclamam tanto dos sistemas de governo e se indignam com a miséria social, se nada fazem para que a consciência humana seja outra e, inclusive, alimentam os velhos padrões que a mantêm nesse ponto de involução?

É hora de crescer e de forma muito neutra dar os passos, compreendendo o ponto em que vocês se encontram e se esforçando todos os dias para que a humanidade receba novos princípios divinos.

Não busquem virtudes para si – para afirmar a miséria alheia e ressaltar a si mesmos –, busquem ser virtuosos, para que a humanidade inteira o seja; dessa forma, filhos, alcançarão virtudes verdadeiras.

Sirvam e sintam no coração o pesar pela miséria material e interior de seus irmãos, mas não permaneçam ali. Mudem, cresçam, alcem voo e levem consigo cada coração humano.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE MONTEVIDÉU, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

O princípio de todo aprendizado neste mundo deve ser o amor, a vivência do amor, da unidade e da fraternidade e, dentro desses três atributos, vocês encontrarão todas as demais virtudes que compõem o Espírito Sacratíssimo de Deus.

Do universo, seus espíritos os observam permanentemente. Alguns aprendem com o amor que se desenvolve naqueles de vocês que cumprem a Vontade de Deus; outros aprendem com o amor que recebem do próximo; e outros aprendem observando os registros gerados pelos erros do passado e que se refletem na matéria. Mas todos aqueles que chegaram a este mundo algo haverão de aprender.

Quando uma criança vai à escola, ela pode aprender muitas coisas. Algumas aprendem tudo o que a escola tem para oferecer; outras apenas aprendem com a consciência grupal e muito pouco do que a escola oferece; e outras não se abrem para aprender nada e, inclusive, dificultam muito o aprendizado dos demais. Mas estas últimas crescerão e poderão observar a oportunidade que tiveram com um olhar de maior maturidade; e é a partir daí que seu aprendizado se dará e algo levarão em suas consciências por terem participado dessa escola.

Vocês estão na escola mais ampla e profunda de toda a Criação de Deus. Aqui se sintetizam todos os ensinamentos do universo. Da postura de cada um frente aos Mestres e Guias dessa escola, resultará o desenvolvimento da humanidade.

Enquanto vocês têm a graça de ainda estar neste mundo, procurem sem demora aprender com ele tudo o que ainda não puderam aprender. Deem de si aos demais, doem-se o máximo que puderem, não somente aos pobres, mas a todos e a tudo. Busquem desvendar o poder do amor e peçam a Deus que conduza os seus passos, pois Ele os escutará.

Eu os abençoo e lhes agradeço por Me abrirem as portas desta grande escola do coração, para ensiná-los a essência do Projeto de Deus para a humanidade.

São José Castíssimo

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos