MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sintam em seus corações a angústia do Coração de Deus, não pela purificação das nações, mas pela indiferença dos homens diante de um tempo de transição, momento no qual os corações deveriam estar despertos, conscientes e dispostos ao Amor.

Muitos acreditam que não são indiferentes diante da situação do planeta, porque sentem fazer minimamente a própria parte, mas nestes tempos definitivos, filhos, ser indiferente é viver e sentir a vida como sempre, como se a transição e a definição da Terra fossem algo para o futuro, para outros, para os que hoje são pequenas crianças e que em sua vida adulta viverão a transição do planeta.

Ser indiferente neste tempo é não querer ver que a purificação do planeta já começou, que está sobre a Terra e sobre a consciência humana, esta que, aos poucos, é absorvida pelo caos sem perceber.

Ser indiferente é dar-se permissões de não cumprir e não viver aquilo que já sabem que lhes corresponde.

Ser indiferente neste tempo é permitir que a própria consciência saia da Lei da Hierarquia, da Lei do Amor e da Unidade e da Lei da Obediência, pensando que transgredi-las não lhes fará nenhum mal.

Ser indiferente neste tempo é não se vigiar rigorosamente, para não deixar que a própria consciência adentre na impulsividade humana e caia nas mesmas provas de sempre, como se isso fosse algo natural.

Ser indiferente neste tempo é receber todos os dias as palavras e instruções divinas e não as escutar com atenção, não meditar nelas e não saber que, em tempos de emergência, Deus mesmo os instrui com detalhes e precisão, para que não se percam do caminho.

Ser indiferente neste tempo, filhos, é não querer ver que esta batalha não é humana ou social, mas sim espiritual e definitiva, uma batalha que começou no Universo e que, neste momento, vem para definir o destino da Criação Divina.

Escutem Minhas palavras e extirpem de seus corações a própria indiferença.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Vigia e observa teu coração e tua consciência, para que conheças a ti mesmo e não apenas as situações da vida humana.

Vigia e observa teu coração e tua consciência, para saberes como reages aos estímulos do mundo e como respondes aos impulsos de Deus.

Vigia e observa teu coração e tua consciência, para que conheças a ti mesmo cada vez mais profundamente e não te deixes enganar, acreditando ser algo que não és.

Vigia e observa teu coração e tua consciência, com amor, com paz, com a simples intenção de saberes quem és, como atuas, como vives e que, assim, filho, tomes consciência de tudo o que deves transformar.

Não estejam teus olhos apenas no Céu ou nos defeitos e nas virtudes do próximo. Vigia e observa teu coração e tua consciência, abrindo-te para um autoconhecimento verdadeiro. Dessa forma, abrirás as portas para te aprofundares na ciência da vida e permitirás que Deus não apenas te transforme, mas te mostre o teu verdadeiro ser, impulsionando-te a chegar a isso que, em verdade, és.

Vigia e observa teu coração e tua consciência, para que não enganes a ti mesmo e para que, nestes tempos de ilusões e de miragens, teus olhos estejam fixos na Verdade e, sabendo quem és e o que não és, possas assim encontrar o que Deus espera de ti desde o princípio.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE SANTA FÉ, ARGENTINA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

No mais profundo da noite, o dia se anuncia. Ainda quando tudo está escuro, o canto dos pássaros anuncia a chegada do sol, da brisa matinal e os chama a despertar. A noite traz consigo solidão, nostalgia, às vezes silêncio, às vezes ruídos…

Assim será, filhos, na noite escura do planeta. Ela trará consigo o sentimento de solidão, muitas vezes o desassossego – fruto do coração que não aprendeu a silenciar. Trará consigo a nostalgia de uma vida de ilusões, que já não encontrarão no mundo, e os convidará a caminhar no escuro para um tempo que lhes é completamente desconhecido.

No ápice dessa noite, quando aqueles que estiverem despertos sentirem que ela não terá fim, quando os que estiverem adormecidos ingressarem profundamente em sua ilusão, escutarão os sons que vêm do Céu. Como pássaros nos últimos instantes da madrugada, cantarão os anjos e soarão suas trombetas. O Sol retornará ao mundo.

Sua Luz trará alento aos que esperavam em vigília; porém, cegará os que dormiam em ilusão. Muitos não compreenderão imediatamente o que acontecerá no mundo, porque, para esses, a noite será comum e o extraordinário jamais acontecerá; eles não perceberão que o tempo parará e já não se contará com os relógios do mundo; seus corações, vazios de Deus, pulsarão em um velho tempo.

Os que esperarem a chegada do Sol despertos, com as contas passando entre os seus dedos, para recordar-lhes a paz, enfim respirarão o alento de um novo dia e reconhecerão o fim do velho tempo.

Muitos esperarão estrondos, catástrofes mundiais e um brusco fim para a humanidade, e estes se acostumarão a viver no caos e não perceberão que os tempos se unem e o velho deixa o seu lugar para o novo tempo.

A noite escura já está sobre o planeta. Ela é longa, lenta e seu tempo não se mede com o relógio que passeia nos pulsos dos homens. Por isso, filhos, é hora de vigiar e orar incansavelmente.

O Sol chegará e não será o mesmo sol que ilumina os dias da Terra, será um novo e resplandecente Sol, renovado por Sua Majestade Celestial.

A noite espiritual se sentirá escura e profunda, à medida que avançar. Sintam o seu silêncio e mantenham a paz; escutem o seu ruído e mantenham a paz; vivam a nostalgia humana que sentirão os seus corações e mantenham a paz. Deixem-se purificar pelas provas de uma noite espiritual que está sobre todos, mas mantenham a paz e a certeza de que, em vigília, esperam a chegada do Sol.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

O mundo ao teu redor deve manter-te em estado de vigilância e de oração, mas nunca de temor.

Torna-te um observador da própria vida e da vida sobre a Terra e, assim, reconhece os movimentos da natureza, os movimentos de teu mundo interior e como reagem teus irmãos nas diferen­tes situações que se apresentam em suas vidas.

Não te chamo a agir neste momento. Apenas observa e, em tuas orações, medita sobre o que observaste.

Conhece-te todos os dias um pouco mais: a forma como buscas conseguir aquilo que queres ou como tentas ser compreendido pelos demais. Observa que imagem tentas transmitir aos outros sobre ti mesmo e, em tuas orações, medita sobre a verdadeira intenção desses movimentos que surgem no profundo de ti e se expressam em tua forma de ser.

Para desenvolver qualquer virtude, necessitas conhecer-te e saber de ti, sobretudo o que te separa de um caminho puro e verdadeiro.

Para seres humilde, deverás encontrar em ti o que não te leva à humildade e, com a mesma paz de quem separa o joio do trigo para preparar a farinha que um dia se tornará pão, assim tra­balharás. E não sofrerás, porque apenas colocas o joio e o trigo cada qual em seu lugar e os direcionas para a sua transformação.

O que é trigo, ou seja, os princípios da virtude dentro de ti, ainda deverá ser muito trabalhado em várias etapas de transformação, para que um dia chegue a ser pão. O trigo será triturado e virará farinha. A farinha, por si só, não faz o pão, pois necessitará de outros elementos vindos de Deus. O pão será amassado e irá para o fogo, até que fique pronto. E para que seja o Pão de Vida, necessitará ser consagrado em altares divinos, onde o Filho de Deus se faz Uno com este pão e, depois de consagrá-lo, o reparte em doação e em entrega, para multiplicar as graças que recebeu entre muitos mais.

Tu deves ser como esse trigo que um dia se tornará pão. Já cres­ceste em terra fértil e deste os grãos de que Deus necessitava. Agora, tu mesmo, com teu esforço e tua dedicação, observarás a ti e separarás em ti o joio do trigo, para que depois Mãos Divinas te transformem, passo a passo, até que chegues ao teu destino.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Nestes tempos do planeta, vocês devem estar muito vigilantes consigo mesmos, com tudo o que pensam e sentem e para onde vocês permitem que os leve a imaginação, porque as pequenas permissões que derem a si mesmos e as pequenas brechas que permitirem que se abram em suas fortalezas espirituais se tor­narão o motivo da ruptura de uma construção edificada com muito esforço e árduo trabalho interior.

Muito lhes custará construir uma fortaleza interior, alcan­çar a consolidação de uma virtude ou conseguir transformar um aspecto arraigado do ser, porque as forças planetárias já alcançaram certo reinado dentro das células humanas, dentro do código genético da maioria dos seres. Então, todas as suas tendências os levarão a sucumbir à vida comum e às energias capitais. Por isso, um leve pensamento ou uma aparente ino­cente imaginação poderão levá-los a se perder nos labirintos sem fim das energias mundanas destes tempos.

É por essa razão, Meus amados, que devem estar muito vigi­lantes consigo mesmos. Deem prioridade à vida de oração, que pouco a pouco os fortalecerá e permitirá que ingressem novos códigos em suas células, códigos que os deixarão mais forta­lecidos diante de determinadas influências do caos e do mal.

Enquanto não conhecem a si mesmos e não desenvolvem as próprias potencialidades espirituais, a oração será o maior ins­trumento de amadurecimento e expansão do espírito. Por isso, orem e não permitam que a mente divague nem que viva, nos planos mentais e astrais de consciência, aquelas coisas que vocês já se propuseram a não viver.

Orem, orem muito, porque necessitarão estar cada vez mais firmes nos tempos que chegarão.

Eu os amo e os conduzo com pequenas chaves, porém muito valiosas, quando usadas com o coração.

São José Castíssimo

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Aprendam a sentir no próprio coração as dores do mundo e fazer como próprio o padecer do Sacratíssimo Coração de Deus.

Contemplem em seus corações a Criação e tudo o que ela manifesta, como ela se expressa no universo. Contemplem a perfeição e a harmonia da natureza, do sol, dos ciclos da Terra. Sintam em seus corações o potencial da Perfeição Divina que está latente no seu interior. Perguntem-se todos os dias qual é o caminho para manifestar esse potencial.

Quisera que no coração dos seres humanos o amor à Criação Divina fosse maior que o amor à criação humana, mas vocês estão muito mais aferrados ao que provém de suas próprias ideias do que ao que provém do Pensamento Divino.

Os seres humanos aprenderam a amar e admirar o que foi criado por sua mente limitada e o orgulho adquirido foi tão grande, que ficaram encerrados na própria pequenez e em mesquinharias e não puderam amar algo superior ou sequer crer em sua existência.

Com pesar em Meu Coração, lhes digo que muitos não se transformam porque não acreditam verdadeiramente na existência de Deus, de Seu Plano e de Seus Mensageiros.

As consciências observam o caos e o mal avançando no mundo e preferem pensar que sempre foi assim ou se isolam nos pequenos problemas e nas preocupações de suas vidas, como forma de não perceberem que a verdadeira barca que está afundando não é apenas no Oriente Médio, mas no mundo inteiro.

É a consciência humana, Meus queridos, que está submergindo cada vez mais profundamente na escuridão. E, quando os tempos necessitam vê-los mais despertos e preparados, entregues e confiantes no invisível, vocês estão se escondendo da verdade e mergulhando mais e mais na ilusão, para não perceber que os tempos finais já chegaram.

O Céu sempre agradecerá suas orações e, com o pouco esforço de todos os seres, tentará retirar o peso da balança da Justiça, que pende para o desaparecimento da humanidade.

Vocês, companheiros, são células vivas do Coração de Deus; por isso, é tão grande o Seu pesar por este mundo.

O projeto do Criador é perfeito e tudo já lhes foi entregue para que possam vivê-lo, mas vocês necessitam se decidir a se levantar da cama na qual dormem em ilusão todos os dias, para atuar em prol da humanidade.

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos