MENSAGEM DIARIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESUS

Quando São José chegou, nos mostrou uma imagem Sua com, mais ou menos, 30 anos. Era noite e Ele caminhava sozinho em um monte, olhando para o Céu estrelado e conversando com Deus. Pediu, então, que anotássemos o que, naquele tempo, Ele dizia ao Pai em oração e que, agora, nos permitia escutar. Ele orava:

 

Senhor, cura-me

Senhor, cura-me, ingressando com a potência de Teu Amor
       em todos os meus átomos e moléculas.

Senhor, cura-me, queimando com o fogo de Teu Santo Espírito
cada partícula de meu pequeno ser.

Senhor, cura-me e diminui minha alma a um verdadeiro nada,
para que reconheça a Tua Grandeza e infinita Majestade.

Senhor, cura-me e mostra a Tua Face aos meus olhos impuros,
para que eu Te reconheça como o Pai, a Verdade e a Origem de todas as coisas.

Senhor, cura-me e retira de mim o que se crê separado de Ti.
Demonstra-me, oh, Deus de toda a Criação,
que Tu estás em todas as coisas;
estás por detrás de toda a ilusão, escondido na essência de cada ser.

Senhor, cura-me, vence-me e deixa-me rendido aos Teus Pés.
Que todo o meu ser reconheça o Teu Poder e se regozije em Ti eternamente.

Deus do Amor, Deus da Verdade, Deus da Pureza, Deus da Alegria,
Deus dos pobres e dos ricos, Deus dos sãos e dos enfermos,
Deus do Céu, da Terra e de todo o Universo,
Deus do Cosmos, Deus da Existência, Deus da Criação,
cura-me, renova-me e faz com que Te descubra tão dentro de mim como eu mesmo.

Revela, Senhor, que Tu és em todas as coisas e todas as coisas são em Ti.
Revela-te em unidade com Tudo e, assim, cura-me, Senhor.

Amém

 

A verdadeira cura provém da rendição do coração perante Deus, do reconhecimento de Sua Grandeza e da nossa própria pequenez frente a Ele.

A cura -que deve nascer no espírito e ter o seu reflexo na matéria- nada mais é, filhos, que a desmistificação da unidade e sua vivência absoluta.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Queridos companheiros de Meu Casto Coração,

Aqueles de vocês que buscam a plenitude da vida na maté­ria jamais encontrarão a verdadeira alegria e tampouco terão motivação para trilhar o caminho do espírito, porque nunca estarão satisfeitos com as aparências e formas exteriores de coisa alguma.

Não lhes digo que devem ser indiferentes à vida material ou negligentes com suas tarefas práticas nem com a busca da per­feição que devem expressar em tudo, mas a sua meta não pode estar no plano físico nem na perfeição na matéria.

Compreendem o que lhes digo? Digo-lhes que, por mais que tenham a missão de manifestar um Centro Mariano ou uma Comunidade-Luz, a meta mais profunda de seus corações não deve estar aí, porque, se assim for, não haverá espírito nes­sas manifestações. A alma de todas as Obras de Deus está na intenção de quem as manifesta.

Assim é com todas as coisas. Por mais que devam manifestar a vida monástica, a vida fraterna, a vida em comunhão com tudo o que foi criado, a meta de vocês não deve estar apenas no que essas formas de vida expressam externamente. Para que haja alma e Presença de Deus em suas ações, em suas obras, vocês devem aspirar sempre ao Alto, à união com o Divino, buscando primeiro a manifestação espiritual de todas as coisas.

É na unidade com o Criador que encontrarão a verdadeira alegria. Em um mundo no qual a matéria está corrompida e continua a se degenerar, as almas que colocarem todo o seu empenho apenas nela, por mais que esteja buscando trans­formá-la e consagrá-la, quase sempre estarão envolvidas pela tristeza, pela frustração e pela desmotivação.

Fixem os olhos no Alto, no Infinito, em Deus, e encontrem n’Ele a alegria para seguir adiante, para poder sorrir, ilumi­nando os corações dos que sofrem, mesmo em tempos de constante dor.

Será necessário existir corações que mantenham acesa na alma a alegria de servir a Deus, apesar de tudo, mas essa alegria só encontrarão no Pai Altíssimo.

Assim se regozija o espírito na Cruz de Cristo: os que veem a matéria contemplam dor e sofrimento; os que se fixam em Deus e na fortaleza espiritual de Jesus contemplam Vitória Divina e Misericórdia.

É tempo de reaprender a buscar a alegria.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

A presença dos Mensageiros Divinos nos Centros Marianos plenifica o espírito de cada um deles e mantém vivo e fluido o manancial de paz e de misericórdia para o mundo.

Porém, nestes tempos, vocês devem começar a ser portadores desta Presença Divina no próprio interior.

Assim como Nós abrimos as portas que os conduzem ao Reino dos Céus e retiramos do abismo do planeta as almas que estão clamando por libertação, também vocês devem abrir essas portas com a pureza do coração.

Aproxima-se o dia em que os Mensageiros Divinos não mais estarão tão próximos do mundo como agora, mas isso não significa que os Centros Marianos perderão a vida e o fervor.

Compreendam, queridos, que Nossa presença celestial veio construindo, ao longo dos últimos anos, uma fortaleza em seu interior, pois ensinamos a todos a serem mediadores entre o Céu e a Terra, por meio de orações e ações unidas a Deus.

Peço-lhes que jamais percam a alegria de servir a Deus e que sempre entrem nesta casa com a mesma alegria com a qual chegam para receber os Servos de Deus que os vêm instruir.

Vocês deverão ser a alma dos Centros Marianos, a vida que anima e dá sentido à existência desses pontos de oração.

As almas que estão perdidas devem se encontrar a si mesmas ao chegarem nestes pontos de luz para o mundo e, estando diante de vocês, devem encontrar a Presença de Deus e um exemplo a seguir. E isso será assim, porque Deus já depositou Suas Graças dentro de seus corações e as fortalece sempre que vocês oram com sinceridade.

Se a cada dia vocês abandonarem um pouco mais a si mesmos e as próprias aspirações para servir a Deus e ser um instru­mento Seu no mundo, o Plano Sagrado do Altíssimo poderá se cumprir.

Estejam sempre unidos, guardem no coração estes momentos nos quais estivemos entre os homens e, desta forma, a sua for­taleza interior jamais ruirá.

Eu os amo e, por isso, os chamo a ser pequenos mensageiros de Deus, aqueles que abrem as portas do Céu e liberam o mundo da escuridão que nele habita.

Sejam humildes e simples de coração e estarão no caminho correto. Não aspirem a mais nada do que cumprir com o Plano de Deus e assim será.

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos