MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Irmã Lucía de Jesús: Estávamos realizando uma tarefa gru­pal com todos os membros da Comunidade-Luz Fraternidade de Aurora, no Uruguai, onde vivemos, e concluímos a jor­nada de trabalho com a transmissão da mensagem diária de São José. Apesar de haver chegado de um campo de refugiados do Oriente Médio, São José nos transmitiu uma mensagem dirigida especialmente às Comunidades-Luz, mas que, como Ele mesmo nos explicou, pode servir para todos que se consi­deram servidores de Deus e consagrados ao Seu Plano. Que todos os que a lerem pratiquem estas palavras, adaptando-as à própria vida. Esse foi um pedido de São José.

A fraternidade é algo que deveria caracterizar este mundo, um atributo que todos os seres da Terra deveriam trazer em seu interior, para que se tornasse o ponto de partida para a vivência do Amor Crístico. Para dar a vida por seus amigos, primeiro vocês deverão aprender a ser fraternos.

Existem seres que conseguem ser fraternos pela natureza do próprio espírito, mas outros deverão fazer suar muito o ego em um árduo trabalho de transcendência dos próprios pareceres, vontades e necessidades; deverão viver uma verdadeira reno­vação no que chamam “prioridades” em suas vidas.

A prioridade dos seres humanos encarnados neste mundo deveria ser, em verdade, a vivência perfeita do Amor e da Unidade – uns com os outros, cada um com Deus e todos com Ele; tendo isso como única prioridade, tudo o mais deve­ria se adaptar.

Se vocês pensam que têm alguma necessidade maior do que viver a fraternidade e o amor, comecem desde já a meditar sobre a razão de suas vidas e o propósito de suas existências no mundo.

Busquem, por um instante, a razão pela qual se levantam todos os dias. Por que trabalham, estudam, comem, bebem, cons­troem casas, programam os seus dias, fazem planos? Qual é o verdadeiro sentido de tudo isso?

Vocês não devem pensar que a vida encerra o seu propósito na simples necessidade de se manterem vivos e cômodos neste mundo! Ou sim?

Se a alma não encontrar um propósito superior pelo qual se levantar todos os dias, ela vai perdendo o interesse pela vida.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Diante de tudo o que acontece no mundo, os Mensageiros de Deus estão tentando ensinar à humanidade como intervir em auxílio das almas.

Queridos companheiros,

Ao longo dos séculos de sua existência, quase sempre o homem respondeu às guerras gerando guerras maiores e tentou con­frontar o falso poder com o mesmo falso poder, sem perceber que é apenas o Poder que vem de Deus que pode equilibrar todas as coisas.

É aspiração divina que o planeta não seja indiferente ao que hoje acontece no Oriente Médio, mas não para que os homens reajam com guerras e respondam ao ódio que permeia os cora­ções das pessoas ali presentes enviando uma carga de ódio ainda maior.

Percebem que essa sempre foi a estratégia do inimigo? Gerar tamanha atrocidade nas cidades e tamanho desamor entre os homens para que o ódio se expandisse a todos os seres e todos respondessem com o mesmo nível de terrorismo.

No princípio de todo este caos, muitos se impressionavam com o grau de maldade do coração humano quando viam a forma como alguns homens torturavam e assassinavam o próximo, mas agora tamanho é o ódio que está se expandindo pelos cora­ções que aqueles que antes se impressionavam com essas ações hoje seriam capazes de fazer o mesmo com os ditos assassinos.

É por isso, filhos, que Deus os chama a despertar. Não se dei­xem influenciar pelo mal do mundo. Mantenham suas cons­ciências fixas no bem e seus corações unidos Àquele que foi, em silêncio, coroado de espinhos.

Nós os chamamos a reagir ao que acontece no mundo inteiro e, sobretudo, no Oriente Médio, não com ódio nem rancor, mas, sim, com amor absoluto.

Dissolvam o rancor de seus corações; aprendam a perdoar, nas pequenas coisas, aos que estão mais próximos. Aprendam a ser irmãos uns dos outros sob o espírito da unidade e da frater­nidade e vigiem a si mesmos cada vez com mais precisão, para que nem no pequeno nem no grande vocês sejam infiéis aos princípios de amor que elegeram viver.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Filho,

Se queres ver no mundo a fraternidade sendo a premissa para as relações humanas, elege que tu sejas fraterno sobre todas as tuas necessidades. Já sabes como fazê-lo e como ser, mas ainda não te dispuseste a sair de tua comodidade para tal.

Sei que, para muitos, é lindo admirar no outro o espírito do serviço e da caridade e muito mais fácil é pensar que, para si mesmo, isso acontecerá de outra forma, porque vós sereis fraternos e caritativos com base nos vossos pontos de vista, mas não como Deus vos chama a viver.

Tua consciência já tem uma voz suficientemente retumbante em teu interior, para indicar-te o caminho e mostrar-te o momento e as situações que necessitam de ti. Sê maduro para dizer prontamente que sim e para assumir um ato de caridade, por mais simples que seja, como o mais importante.

Aprende a estar no presente sem imaturidade, a assumir, sim, tuas responsabilidades e a zelar pela tarefa que te tenham encomendado, mas nunca deixando de ajudar o próximo, quando qualquer situação se apresentar.

Lembra-te de que, antes de empreendedor de Cristo, és o Seu servo. Por isso, antes de pensares na concretização de tuas próprias empresas, mesmo que sejam para o Senhor, sê tu humilde e servo do Cristo que habita no interior de teus irmãos e que se esconde no lado oculto de todas as coisas. Se assim procederes, já verás quão grandiosa empresa alcançará o Senhor por teu intermédio, que não tens apenas a aparência, mas também o espírito em Cristo.

Não andes observando os teus irmãos: sê tu único, diferente, autêntico e verdadeiro em todas as coisas, tratando de viver o que já sabes, sem esperar que os outros o façam. Porque também sabes que tudo necessita de um motor que impulsione à transformação. Sê tu esse motor vivo, animado pelo Espírito de Cristo.

Entrega teu cansaço nos braços da caridade e elege para ti o descanso eterno e não o passageiro. Já não será o repouso que nutrirá os teus corpos nestes tempos, porque serão apenas a plenitude no Espírito de Deus e a vivência do Evangelho de Cristo que te manterão de pé. Por isso, sê conforme hás estudado.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Contempla o mundo no qual vives e, por um instante, silencia os pensamentos de tua mente e as emoções do teu ser.

Observa como teu mundo interior reconhece que a vida expressa na Terra em nada se assemelha ao Pensamento de Deus.

Vê como dentro de ti habita o arquétipo para a humanidade e para a expressão de todo o planeta.

Sente como teu coração tem ânsia de viver a fraternidade e de conhecer o verdadeiro amor, aquele que te leva a dar a vida por teus amigos e a perdoar os inimigos, amando-os tal como se fizessem parte de ti.

O que farás com isso que habita o teu interior? Calarás teu coração – como o faz a maioria dos seres humanos – ou renun­ciarás aos pareceres mundanos para instituir no planeta uma nova vida, ainda que pareças louco aos olhos do mundo?

A era do Armagedom, filho, já chegou ao planeta, mas a maioria dos teus irmãos está buscando conceitos científicos, filosó­ficos e espiritualistas que coloquem em um padrão de norma­lidade o que hoje acontece no mundo. São as mentes humanas tentando calar o coração.

Aqueles que escutam a Voz de Deus em seu interior sabem que um tempo final se iniciou no mundo e que, sem o esta­belecimento da paz no coração humano, o caos estabelecerá seu reinado e governará as mentes e os espíritos dos que não se abriram à Verdade.

Os que se unem a Deus e silenciam a mente para deixar que a sabedoria da essência surja não temem conhecer a Verdade e não querem calar a Vontade de Deus. Eles sabem que, no fim de toda esta batalha, triunfará o Bem. Por isso, reconhecem a urgência da necessidade de transformação, reconhecem a humanidade e todos os Reinos da Natureza. O Armagedom é a Paixão da consciência planetária.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Entra no recinto do teu coração para compreender que, nestes tempos, a lei primeira é o amor; amar sobre todas as imperfei­ções, defeitos, desavenças, orgulhos e vaidades.

A única ferramenta que te protegerá do mal, filho Meu, é o amor: amor ao próximo, amor aos Reinos da Natureza, amor ao Plano de Deus.

Se não abrires teu coração para aprender a amar as coisas como são – e, assim, levá-las a se transformarem no que verdadeira­mente devem ser – te submergirás na incompreensão, na arro­gância e na competição permanente.

Tens diante de ti duas mãos que se estendem para que escolhas um caminho a seguir. Não há outras opções: uma é a Mão de Deus, e a outra, a mão do caos.

Muitos já escolheram a mão do caos e hoje se encontram em meio a uma batalha trevosa sem regras; mas tu, filho, tens dian­te de ti a opção consciente de transcender as trevas em teu interior por meio do triunfo do amor em teu coração. É por isso que te chamo a pedir perdão, a vencer o teu orgulho e a descobrir a Graça que é ser humilde e cumprir com os desíg­nios do Criador.

Eu te peço que te reconcilies com o próximo em oferta ao Oriente Médio, e também com o teu próprio coração, que em sua imaturidade e ignorância não aprendeu a amar.

Eu te peço essas coisas, filho Meu, porque já não terás tanto tempo para plantar sementes no canteiro de tua existência e da vida humana. Logo chegará o tempo em que apenas colhe­rás aquilo que plantaste e comerás dos frutos das árvores que cresceram em teu jardim.

Quando te digo que peças perdão e registres o que fizeres, é para que te aprofundes em teu exercício de humildade e reveles a todos as tuas imperfeições, para, assim, dares exemplo à humanidade de como é simples dar um passo em direção ao amor.

Hoje te digo, filho, que não te pedirei apenas isso. Pedirei tam­bém que não somente realizes um ato de perdão, se todos os dias vives longe da fraternidade. Esse teu ato de perdoar deve ser permanente, constante e eterno, porque quanto mais se aproxima do planeta o Armagedom, mais terás de perdoar o que acontecer dentro e fora de ti.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Ama o próximo sem limites, como se Deus mesmo Se multi­plicasse em cada um de teus irmãos e te chamasse a servi-Lo e a acompanhá-Lo em Seu desenvolvimento dentro dos seres.

Ama o próximo sem limites, para que teu amor fecunde nos corações de teus irmãos a semente da esperança de um dia viverem plenamente a fraternidade e a unidade entre todos.

Ama o próximo sem limites e, ainda que tuas obras às vezes não possam chegar a todas as criaturas da Terra tão direta­mente, ama assim mesmo e, em teu espírito, deixa que o amor permeie todos os seres, assim como faz o Senhor teu Deus e teu Pai, que te chama a seguir os Seus passos.

Ama o próximo sem limites, com um amor verdadeiro, espiri­tual, maduro, simples, serviçal e fraterno, porque dessa forma Deus mesmo poderá amar por intermédio de ti.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Para que aquilo que vocês consideram necessário para as suas vidas se manifeste, vocês devem antes contemplar nos seus próprios corações as necessidades do mundo, do próximo e dos Reinos da Natureza.

Àquele que cuida de seus irmãos – os semelhantes e os menores – Deus, que é perfeito, sempre enviará o Seu amparo e cuidado. O Senhor tem predileção por manifestar as necessidades daqueles que não pensam em si e que em tudo colocam em primeiro lugar os demais.

Quando algo não fluir e não se manifestar em suas vidas, perguntem-se por que e para que desejam tal ou qual coisa. Recordem-se de que vocês devem se esquecer de si mesmos todos os dias e permitir que o Senhor opere em suas vidas o Seu maravilhoso milagre e derrame sobre elas as Suas infinitas Graças.

Não limitem o Poder de Deus, pedindo-Lhe aquilo de que necessitam todo o tempo; antes disso, observem aquilo de que o próximo mais necessita e supram essa necessidade. Uns necessitarão de seu respeito; outros, de sua obediência; uns, de seu amor; outros, de seu silêncio; uns, de suas palavras; outros, de suas orações mais secretas. Alguns precisarão de que vocês orem por eles; outros, de que orem com eles. Alguns precisarão de coisas materiais; outros, de atos simbólicos, preenchidos pelo amor no qual se guarda a verdadeira intenção desta ação. Muitos necessitarão de seu exemplo; por isso, observem as necessidades do próximo todo o tempo.

Se viverem em função da caridade e da fraternidade, não somente no que diz respeito às coisas materiais, mas também no tocante às espirituais, vocês encontrarão um caminho curto em direção a Deus e alcançarão tudo o que sempre pediram e nunca conseguiram, porque buscavam por vias equivocadas. As Graças do espírito se alcançam por vias espirituais. As virtudes se ganham quando se doam virtudes. As Graças são recebidas por aqueles que se abrem a viver pela obra da Graça.

Aprendam, pequenos filhos de Deus, a observar a vida deste outro ponto de vista. Quando vocês estiverem diante de uma grande oportunidade, busquem aquele mais necessitado e verão como ela chegará a vocês sem que se deem conta.

Os humildes e pobres de si mesmos são os mais ricos no Reino de Deus, porque – por não quererem nada para si – Deus lhes entrega tudo, pois em suas mãos os Bens Divinos chegarão ao lugar correto.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Queria falar-lhes da unidade com Deus e da fusão absoluta com Seu Divino Espírito; porém, antes disso, vocês devem aprender sobre a unidade uns com os outros e com os Reinos da Natureza.

A unidade é um Princípio Divino primordial para a criação humana, que deverá alcançar o ápice de sua evolução por meio dela. Assim como a máxima expressão do projeto humano é a unidade perfeita com Deus, a mínima expressão também deve estar baseada na unidade. Para que vocês alcancem minimamente sua expressão como Criação Divina, a unidade deve ser uma meta e uma realidade para as suas consciências. 

Para que possam viver a unidade, vocês deverão desterrar da consciência humana o que os leva à desunião, que é a competitividade. Quando não há competição, os corações podem se unir em um único propósito e caminhar como raça para um fim comum. Mas quando querem ocupar lugares que não lhes corresponde, quando querem se sobressair entre os demais, quando tentam chamar a atenção para si mesmos, quando querem fazer da própria presença algo insubstituível, quando buscam os defeitos alheios e os afirmam para que as próprias destrezas e habilidades se elevem, quando realizam todos esses movimentos, já tão conhecidos pela comum conduta humana atual, vocês se afastam completamente do propósito de Deus. Com aparentes boas intenções de viverem a santidade, quando querem ser mais santos do que um outro alguém, vocês estão alimentando o reinado daquele que reina nos abismos do orgulho humano.

Vocês devem compreender, sentir e viver que cada peça que compõe a humanidade tem um papel primordial, uma missão única, que deve ser cumprida para que o Plano de Deus se manifeste.

Antes que julguem ou diminuam alguém e tentem se sobressair sobre ele, pensem que existem civilizações inteiras no universo que dependem da vitória de Cristo no interior da consciência desse alguém.

Antes que derrubem o próximo com críticas e julgamentos, ajudem-no a dar seus passos, porque o Plano de Deus, para o qual supostamente todos trabalham, depende do triunfo de Seu Coração em cada uma de Suas criaturas.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​
Quando do próprio interior começar a emergir tudo aquilo que por éons esteve oculto na consciência humana como códigos que degeneram o Projeto de Deus, muitos poderão se desestabilizar interna, emocional e psiquicamente, a depender do vínculo de cada consciência com essas informações e da forma com que ela foi equilibrando, ao longo de sua existência, os códigos negativos com experiências positivas.

Quando chegar esse momento, queridos, só restará abrir o coração e confiar naqueles, com maior equilíbrio, que vocês terão ao lado para auxiliá-los. Deverão agarrar-se fortemente à humildade para pedir ajuda e se deixarem guiar. Deverão tam­bém aferrar- se à fraternidade, caso tenham de ajudar outros.

O desenvolvimento do amor será uma oportunidade entre­gue por Deus em cada instante de suas vidas, sobretudo nos momentos da transição interior de cada ser e da transição mesma do planeta em sua totalidade.

Vocês devem se recordar do que lhes digo, porque muitos con­fiam que estarão em pleno equilíbrio e serão sempre os que ajudarão os outros e não os que serão ajudados. Mas não será assim, porque noventa e nove por cento dos seres humanos desconhecem as raízes de tudo o que vivem na Terra e igno­ram que vieram ao mundo para equilibrar códigos de suas consciências, que necessitavam de um grau de amor tal para que fossem convertidas e que apenas na Terra conseguiriam isso, neste pequeno planeta, onde se gestou o grande Projeto de Deus que teve seu triunfo em Cristo.

Não contando com essa realidade e plenamente envolvida pela ignorância e pela ilusão, à maioria caberá abrir-se à humilda­de, mas isso não será fácil em uma raça que, por séculos, foi o resultado dos muitos códigos de orgulho, vaidade e egoís­mo, que vieram a ser convertidos pelo Amor de Cristo, pela vida crística.

Porém, queridos companheiros, todos terão uma oportuni­dade e ninguém ficará sem ser contemplado nesta escola de  amor. Caberá a cada um abrir-se para a escolha da vida supe­rior, da fraternidade, da unidade e permitir-se ser guiado por Deus, confiando no amor mais do que em si mesmo.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Queridos companheiros,

Aproxima-se da Terra a chegada de um novo ciclo para a cons­ciência humana, sobretudo para a consciência do planeta; é o espírito da Terra que os ampara, os acolhe e, com tanto amor e doação, os sustenta.

Esse ciclo que chegará impulsionará os homens a oferecerem ao Projeto Divino da Terra o seu verdadeiro potencial e, para

isso, os ajudará a expurgar do próprio interior – mundos cons­ciente e inconsciente de cada ser – aqueles códigos que geraram como humanidade e que, aos poucos, foram degenerando o que deveriam expressar como consciência humana.

O novo ciclo tentará ajudar este projeto da Terra, para que já não sejam apenas os Reinos da Natureza os sustentadores da consciência do planeta, mas, sim, que existam seres humanos conscientes oferecendo o máximo de si para que o planeta cumpra sua função dentro do Plano de Deus.

No Projeto do Senhor ao criar este mundo, repleto de mani­festações de Sua perfeição por meio dos diferentes Reinos da Natureza que coabitam, Deus pensava em uma expressão viva da fraternidade e da unidade entre Suas criaturas, por mais diferentes que elas fossem.

O Criador tentou fazer da Terra uma escola de amor e de cooperação evolutiva, para que cada Reino proporcionasse ao outro algo vital para a sua existência. É por isso que a Terra necessita de equilíbrio para existir, equilíbrio gerado nos dife­rentes Reinos, incluindo o Reino Humano.

Sobretudo o Reino Humano deveria gerar especial harmonia e amor dentro do Reino que lhe corresponde como humanidade para, assim, inspirar a evolução dos demais Reinos da Natureza.

Todos os Reinos, de certa forma, cumpriram sua parte, exceto o Reino Humano, que é o grande pilar do projeto terrestre. O Reino Vegetal é a expressão da doação, da elevação e da bele­za, como lhe correspondia. O Reino Mineral é a expressão da purificação, da transmutação e da sustentação, como lhe cor­respondia. O Reino Animal é a expressão da fidelidade e do amor, é o guardião do espírito da cooperação e da fraterni­dade evolutiva em cada espécie, como lhe correspondia. O 186

Reino Dévico segue criando beleza e louvor ao Criador e, junto ao Reino Elemental, sustenta e anima os demais Reinos da Natureza, como lhe correspondia.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE MONTEVIDÉU, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

 

O princípio de todo aprendizado neste mundo deve ser o amor, a vivência do amor, da unidade e da fraternidade e, den­tro desses três atributos encontrarão todas as demais virtudes que compõem o Espírito Sacratíssimo de Deus.

Do universo, seus espíritos os observam permanentemente. Alguns aprendem com o amor que se desenvolve naqueles de vocês que cumprem a Vontade de Deus; outros aprendem com o amor que recebem do próximo e outros aprendem observan­do os registros gerados pelos erros do passado e que se refletem na matéria. Mas todos os que chegaram a este mundo algo haverão de aprender.

Quando uma criança vai à escola, ela pode aprender muitas coisas. Algumas aprendem tudo o que a escola tem para ofere­cer; outras apenas aprendem com a consciência grupal e mui­to pouco do que a escola lhes oferece; e outras não se abrem para aprender nada, e inclusive, dificultando muito o apren­dizado dos demais. Mas estas últimas crescerão e poderão, com um olhar de mais maturidade, observar a oportunidade que tiveram. A partir desse momento se dará sua aprendiza­gem e, por haverem participado dessa escola, algo levarão em suas consciências.

Vocês estão na escola mais ampla e profunda de toda a Criação de Deus. Aqui se sintetizam todos os ensinamentos do univer­so. Da postura de cada um diante dos Mestres e Guias dessa escola resultará o desenvolvimento da humanidade.

Enquanto vocês têm a graça de ainda estar neste mundo, pro­curem sem demora aprender com ele tudo o que ainda não puderam conhecer. Deem de si aos demais, doem-se o máximo que puderem, não somente aos pobres, mas a todos e a tudo. Busquem desvendar o poder do amor e peçam a Deus que conduza os seus passos, pois Ele os escutará.

Eu os abençoo e lhes agradeço por Me abrirem as portas des­ta grande escola do coração, para ensinar-lhes a essência do Projeto de Deus para a humanidade.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Para que vocês sejam aqueles que abrem as portas do mundo para a existência de uma nova humanidade, por meio da difusão dos Princípios Divinos, expressados nas Palavras dos Mensageiros de Deus, vocês devem ser, primeiro, difusores da transformação, por meio da conversão dos velhos costumes humanos em princípios celestiais e universais.

Como fazê-lo?

Sendo aquilo que aspiram a encontrar no próximo, porque a aspiração verdadeira da manifestação de uma nova humanidade já existe no coração de todos os que estão despertos neste tempo, despertos para cumprir a Vontade de Deus.

É dessa forma que vocês podem buscar no seu interior aquelas aspirações mais puras sobre como deveria ser o mundo e como deveriam ser os seres e transformar essa aspiração em vida, por meio da própria vivência de tudo isso.

Não se apeguem ao que foram ou ao que são. Deixem-se desconhecer e, por mais que às vezes sintam que não são vocês que atuam, pensam e sentem, que o que são não é algo verdadeiro, não importa. Parecerá difícil a princípio. Vocês encontrarão muitos personagens e perderão outros, mas, na busca permanente da transformação, a alma se encarregará de conduzi-los ao que vocês são em verdade e que, às vezes, está tão distante daquilo que a mente pode imaginar.

Meu Coração vem até aqui para ajudá-los, para guiá-los neste caminho, que é longo, porém simples e poderá ser mais ou menos longo, a depender da coragem e da determinação de cada um.

Quero que saibam que tudo o que fizerem, não importa o que seja, deve ser feito em prol da humanidade. Nem mesmo as transformações pessoais devem ser buscadas apenas para si mesmos, porque vocês correrão o risco de pensar que se perdem de si, mas estarão se perdendo de Deus, na ilusão de que estão atentos ao próprio processo evolutivo.

Saibam, companheiros, que a essência da humanidade está em poder ser fraterna e simples em tudo e, assim, encontrar o verdadeiro amor. Por isso, nunca caminhem para si mesmos, nunca tenham projetos próprios, nunca tenham uma aspiração pessoal que não seja a de não aspirar a nada, para que se faça como Deus aspirou para as Suas criaturas.

Eu os amo e os abençoo na missão que o Senhor lhes encomendou.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Quando um grupo de almas oferece sua vida para equilibrar o sofrimento de uma parte da humanidade, o Coração de Deus volta a se acender e a fé do universo recebe um impulso de luz.

Meus queridos companheiros, para esta próxima Missão à Turquia e à Hungria, peço-lhes que não se movam com base nas emoções, mas que se disponham a ir apenas aqueles que verdadeiramente aspiram a que o princípio do Amor se manifeste no mundo, mais além de suas próprias vidas.

Todos aqueles que acompanharem tal missão com o coração formarão parte desta obra, que tem como função renovar o espírito de Amor e de Fraternidade na consciência humana e não permitir que o ódio e a dor sejam males que se apoderem de todos os corações do mundo.

Aqueles que seguirem em missão, assim como os que os acompanharão com o coração, não podem fixar seus olhos nas injustiças, no sofrimento e no rancor dos seres. Devem apenas ser portadores de um amor que se extingue no mundo e que a Divindade depositou em seus corações.

Para irem nessa missão, Meu Casto Coração os conduzirá em uma purificação profunda da própria incapacidade de perdoar e de amar e fará isso com todos aqueles que queiram ser missionários não só fisicamente, como também no espírito.

Eu os conduzirei para que transformem aspectos profundos da sua consciência, enraizados na competição e na ânsia pelo poder, para que possam ir purificados de todo o mal que gera guerras e conflitos no mundo.

Mais do que qualquer treinamento, vocês devem orar muito, para que Eu os auxilie e os coloque no ponto ao qual necessitam chegar para que sejam verdadeiros instrumentos de Deus para toda a humanidade e não somente para o Oriente Médio.

Saibam que estamos convidando todos os grupos de oração para que deem um novo passo e vivam a transformação necessária para entregar a vida por amor a Deus e ao Seu Plano.

Nossa proteção e amparo sempre estarão com aqueles que respondem aos Desígnios de Deus. Vocês não precisam temer coisa alguma, apenas amar com a essência do coração.

Eu os guio e os fortaleço,

São José Castíssimo, Pai de todos os missionários

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Queridos companheiros e servos de Cristo,

Hoje quero ensinar-lhes algo que aprendi com Meu Filho Jesus, quando Ele era ainda criança.

Jesus foi descobrindo a essência do Plano de Deus para a humanidade aos cinco anos e era capaz de ver nos corações dos homens o Pensamento Perfeito de Deus para cada um deles. Era assim que o pequeno Jesus buscava ver em cada ser apenas a perfeição e, ainda que esse ser em nada se asseme­lhasse ao Pensamento de Deus para ele, Jesus apenas via o Pensamento Divino. E era tanto o amor que em Jesus nascia ao ver a Perfeição de Deus em cada criatura que esse amor, por si só, começava a expulsar dos corações dos homens aquilo que os separava do Criador.

A esse mistério quero convidá-los hoje, porque, ao longo dos séculos, a humanidade apenas respondeu aos estímulos capitais e muito pouco aos divinos, e foi assim que apenas cresceu no coração humano o costume de buscar no próximo sempre o pior, como forma de sentir-se melhor que os demais.

Por essa razão, os seres desconhecem o Amor de Deus por Suas criaturas, porque a consciência que apenas vislumbra as misé­rias de cada ser não pode compreender como Deus ama seres tão miseráveis e se pergunta de onde surgirá uma humanidade redimida, se todos ao redor estão perdidos em defeitos.

Hoje lhes digo que dentro de cada alma estão latentes a Perfeição de Deus e a possibilidade de viver e manifestar essa perfeição. Vocês devem aprender a buscar o que de mais mara­vilhoso expressa uma consciência, porque ali estão os Olhos de Deus.

Por essa possibilidade de unir-se aos Princípios do Criador é que Ele aspira, incessantemente, a que desta humanidade nas­ça o homem novo, capaz de transformar toda a Sua Criação.

Aprendam a desterrar do próprio interior a necessidade de observar e buscar os defeitos alheios, mas, ao contrário, alegrem- -se na manifestação de uma virtude no próximo e imitem-no nisso que ele expressa com perfeição.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Hoje lhes pedirei apenas que tentem, todos os dias, viver o Propósito Divino; que tentem ser mansos de coração, puros de intenção e verdadeiros em seu caminho.

Tentem, todos os dias, viver a fraternidade e o amor; reco­nhecer no próximo a presença de Deus e, assim, ser humildes diante de todos.

Peço-lhes que tentem pensar um pouco menos em si mesmos e a cada dia deixem de fazer algo que seja uma prioridade pes­soal, para servir ao próximo.

Tentem amar mais os Reinos da Natureza, observá-los, ainda que seja por um breve instante, todos os dias, deixando que a alma se inspire neles.

Peço-lhes que tentem orar de coração, conversar com Deus e, diante do Seu Altar Celestial, oferecer-Lhe o melhor que há no próprio interior, para equilibrar as faltas da humanidade.

Tentem encontrar nos mais perdidos um coração necessitado de paz.

Tentem dissolver o ódio de seus corações, assim como a ira e o rancor. Compreendam que todos erram por ignorância, e que o amor, o perdão e a reconciliação são capazes de curar coisas que vocês desconhecem completamente.

Tentem, todos os dias, esquecer o passado, não para que sejam indiferentes a tudo o que viveram nem para esquecer aqueles que os acompanharam em outros tempos. Esqueçam o passado para libertar o espírito, a fim de que vivam algo novo. Esquecer o passado é libertar a mente, as emoções e o coração de tudo o que passou. As aprendizagens e memórias permanecem na consciência, mas o espírito se liberta na certeza de que o real ainda aguarda o seu despertar.

Queridos companheiros, hoje lhes peço que tentem ser mais simples de coração. Tentem aceitar as correções da vida e imediatamente endireitar os seus caminhos, sem temor, sem rancor, mas com muita paz e gratidão por darem passos em suas vidas.

Peço-lhes que tentem amar mais a Criação de Deus, Seu Plano e a grandeza de Seu Propósito para este planeta. Tentem deixar-se permear pela Misericórdia e pelo Amor dos Mensageiros Divinos.

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos