MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUERIA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Cristo não é apenas o seu Mestre e Senhor, Rei dos Universos, parte viva de Deus manifestada entre os homens. Cristo é um estado da Consciência Divina, um princípio da renovação do Amor do Pai, que desperta quando os seres dão tudo de si por amor ao próximo, por amor ao Criador e, quando pensam que esgotaram as suas forças, dão mais um passo, e outro, e outro, até que se superam, não em suas forças; superam-se no amor.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes mostrar um Caminho: a cristificação, a entrega, a doação, o amor a todas as criaturas, sem distinções.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes mostrar uma Verdade: Ele, o Criador de todas as coisas, habita escondido no interior de todos os seres, e todos aqueles que decidirem sair da escuridão da ignorância para adentrar no caminho do amor, que está além de qualquer ciência, poderão não apenas O conhecer, mas, sobretudo, vivê-Lo. Deixem que o Pai se expresse dentro de suas moradas, dentro das criaturas pensadas por Ele, para renovar e superar o Seu Amor.

Deus enviou ao mundo o Seu Filho para lhes revelar a Vida. O Amor é a Vida. Onde não há Amor, não há vida. E apesar de que os seres caminhem pelo mundo e acreditem que o que experimentam é viver, não fazem mais do que passar por uma experiência permeada pela ilusão, sem jamais terem conhecido a Verdade, sem jamais terem experimentado a Vida.

O Criador os chama a adentrar neste Caminho, conhecer esta Verdade e viver esta Vida, que é o Seu Filho, que é Cristo.

Doem de si sempre um pouco mais. Não deixem para depois um auxílio que é necessário agora.

Amem, sem esperar ser amados. Sirvam, sem esperar ser servidos. E quando parecerem estar sem forças, peçam ao Senhor que os renove e que os ensine a superar-se no amor.

Digam-lhe: “Senhor, até aqui chegaram as minhas forças. Agora, eu Te entrego o meu corpo, alma e espírito, e cedo lugar para Ti, para que venhas e, estando em mim, me faças superar-me no amor.”

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando Deus os chama a servir, escutem Sua Voz e sigam-na. 

Cada dia mais aumentará a necessidade de serviço neste mundo, e à medida que o tempo passa e os seus corações se abrem, mais aptos e preparados estarão para servir porque, em verdade, estarão prontos para amar e doar de si aquelas coisas que são o verdadeiro tesouro do coração humano, que tantas vezes desconhecem.

Não serão conhecidos neste mundo pelo seu serviço, mas pelo amor que há nele; amor esse que surge do Coração de Deus e flui, indistintamente, ao coração de todos os que se abrem para responder com sinceridade ao Seu chamado.

Através desta Obra, Deus quer ensinar-lhes e ensinar a toda a humanidade que, quando se responde a um chamado divino, não há mérito sobre uma única alma, não há Graça sobre um único ser, mas sobre todos que se abrem para deixar de ser o que são e passar a ser instrumentos de Deus.

Uma missão pedida pelos Mensageiros Divinos é o anúncio do Amor de Deus à humanidade; Amor que flui através do coração humano e permeia nações inteiras em seu silêncio; abraça almas e corações com a Sua Graça, ainda que tudo isso seja invisível aos olhos humanos.

Uma missão pedida pelos Mensageiros Divinos é o sinal de Deus de que Sua Misericórdia ainda está atuando no mundo, tanto no coração que é chamado a servir, e que recebe a Graça de redimir-se através do serviço, como para aqueles que são servidos e que pareciam estar esquecidos por Deus e pelo mundo, mas não estão.

Seu Pai e Criador quisera ter muitos braços, muitos pés e, sobretudo, muitos corações para enviar àqueles lugares do mundo mais necessitados, como um sinal do Seu Amor e da Sua Misericórdia para os corações que perderam a esperança. Mas, enquanto não muitos corações se abrem para doar a si mesmos, os que já o fazem devem se multiplicar em uma doação extrema que, no silêncio das suas ações, gera méritos para a redenção daqueles que nada fazem por este planeta.

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LIMA, PERU, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla, então, em tuas orações, este mundo e vem em direção aos Altares Celestiais para clamar por um mundo ferido e sem amor. 

Jamais te esqueças, filho, de que, mais do que clamar por ti mesmo, por tua evolução, és chamado a clamar pelo mundo. Ainda mais te direi: deixa tuas necessidades aos Pés de Deus e segue elevando-te ao Coração do Pai, para colocares ali aqueles de teus irmãos que mais necessitam. 

Percebe que o tempo passa e as provas da humanidade não cessam, mas crescem a cada dia, porque assim ditam as Leis do Apocalipse e da definição humana.

És chamado a estar em paz e, com paz em teu coração, ser uma ponte entre o mundo perdido e o Coração de Deus, para que a humanidade não perca jamais a sua conexão com a Fonte. 

Mais do que os teus afazeres, inclusive quando obras para o Plano de Deus, mais do que a tua transformação, inclusive quando ela transforma a consciência humana, lembra-te, filho, de clamares pelo mundo e de cantares e orares duas vezes, por ti e pelos que não oram e não conhecem a Deus.

Assim como o Pai enviou o Seu Filho para carregar a Cruz por ti quando estavas adormecido, assim te despertou o Amor de Deus, para que hoje sejas o intercessor para as almas que estão perdidas e para que não apenas carregues a Tua cruz, mas a de toda a humanidade. Essa cruz se carrega no silêncio do espírito que vive o sacrifício com gratidão e que, diante do cansaço, oferece a Deus um pouco mais, clamando por misericórdia para este mundo. 

Tua maior missão é no desconhecido, assim como a maior Obra do Filho de Deus foi oculta, porque o que Ele trouxe ao mundo até hoje é incompreensível para a humanidade. 

Se Cristo, parte de Deus Vivo na Terra, não foi compreendido pelos homens, não busques tu este caminho, mas antes imita-O e faz triunfar o amor pela intercessão de Seu Verbo, que se eleva no secreto e, no poder de uma oração oculta, traz a misericórdia para este mundo.

Eu orarei contigo.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO DESERTO DE CHILCA, PERU, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contempla a essência solar que é entregue às criaturas, através dos tesouros espirituais que Deus oculta no profundo dos seres. 

Contempla a essência solar que é entregue às criaturas através do “sim” que uns poucos emitem ao Universo, esquecendo de si mesmos e entregando ao Pai as próprias vidas em prol da evolução humana e, mais do que isso, em prol da evolução de todos os Universos e da renovação que vive o próprio Deus, quando os Seus filhos dizem “sim”.

Entra no deserto de teu interior e acompanha as cerimônias sublimes que se levam adiante no silêncio, enquanto a humanidade, distraída, busca uma saída para os enredos e o caos de suas próprias vidas.

Contempla a essência solar que Deus entrega aos Seus filhos, tão invisível, mas tão palpável como o vento. 

Esta luz, que não provém deste mundo, não é apenas como o Sol que ilumina os seus dias, ela não se revela aos que não a querem ver. Por isso, ingressa, filho, no deserto de teu coração e recebe ali o que Deus vem te entregar. 

Como os patriarcas que se abriam para um novo ciclo e despertavam a fé em um Deus Único, que lhes falava ao coração e despertava a consciência, entra também tu no deserto de teu espírito, aberto a um novo ciclo, disposto a uma nova Lei.

Sei que, para ti, muitos mistérios não são palpáveis e muito menos alcançáveis diante de tua imperfeição, mas hoje Eu te levo ao deserto e te mostro um lugar onde o vazio é real, onde te tornas um vaso novo, disposto a um novo ciclo e a um novo aprendizado interior. 

Apenas toma as Minhas Mãos e ingressa Comigo neste deserto e, como os povos de outrora, deixa-te renovar por Deus.

Eu te guiarei e te abençoarei neste caminho.

Teu Pai e Amigo, 

São José Castíssimo

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAISANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filho, às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, clama por misericórdia e discernimento, para que teus passos sejam corretos e o caminho por ti escolhido te leve sempre ao Coração de Deus.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, deixa-te inundar pela Humildade que provém do Coração de Deus.

Teu Senhor já começa a dar os primeiros passos em direção à Terra e não serão os ouros do mundo que te farão brilhar diante dos Olhos de Deus, para que Ele te encontre. Será a pérola revelada em teu coração, quando limpares e purificares o lodo de tuas misérias, que será para Deus o sinal e o selo, para que Ele encontre os redimidos sobre a Terra.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, não deixes que a vergonha e o medo de ver-te humilhado sejam maiores do que a Graça de alcançar a humildade. Deixa-te desnudar das coisas do mundo e que a ele só pertençam as suas vaidades.

Chegará o dia em que Deus buscará receber de ti a multiplicação dos tesouros a ti entregues, mas se não os tiveres conhecido, como haverás de multiplicá-los?

Deus não te entregou as riquezas da Terra, mas virtudes ocultas no coração às vezes encobertas, inclusive, por destrezas e boas aparências, mas que, na verdade, não são o que o teu Criador espera de ti.

Às portas de um último e definitivo ciclo para a humanidade, busca em teu coração a virtude maior da rendição, o tesouro da fé, a riqueza da caridade, a alegria da entrega. Céu e Terra passarão, mas o que Deus colocou em teu interior se multiplicará.

Rende-te, como Deus rendido feito criança nos braços de Maria Santíssima.

Rende-te, como o Criador escapando da morte para o Egito, em profunda entrega nas mãos dos Seus Santos Filhos, feitos ali os Seus Pais.

Rende-te, no silêncio de Deus, negado na terra que elegeu para santificar, caminhando para povos distantes que soubessem ouvi-Lo.

Rende-te, como o Deus que sabe perdoar, que atira sobre o chão a pedra dos pecados dos homens e não lança a estes senão Perdão e Misericórdia.

Rende-te, como o Cristo, que – sendo perfeito – Se sentou à mesa dos pecadores e, convidando-os como são, os perdoou e redimiu seus pecados.

Rende-te e transforma a solidão, o sacrifício e a dor da cruz em um real e perfeito amor, que cruza e transforma os Universos.

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ainda que haja agonia no mundo, mantém tua fé em Deus e não te deixes esmorecer na oração e na esperança.

Ainda que pareça não haver solução, mantém a tua fé em Deus e não te deixes confundir pelas influências deste mundo.

Ainda que grandes pareçam o caos e a confusão interior, no profundo de teu ser, mantém tua fé em Deus e não desistas, não abaixes os braços.

Filho, muito maior do que o caos em teu interior é o que vive o mundo, o planeta sobre o qual tens os teus pés todos os dias.

Foste chamado a trazer uma nova vida, uma oportunidade de renovação para esta Terra, que desde o princípio decidiu se afastar de Deus e de Seu Plano.

Podes perguntar: e por que o Pai perseverou neste projeto? Por que não o deteve no princípio de todas as coisas, quando o pecado se fez carne na consciência humana?

Porque o mal não pertence à Verdade; ele é parte de uma ilusão milenar, na qual a consciência humana se colocou desde o princípio. Mas a Verdade ainda habita no interior dos seres e pode emergir naqueles que se disponham a deixar que um Deus Vivo se expresse em seus corações.

Se tu escutas estas palavras, é porque te corresponde responder a este chamado.

Sei que, às vezes, por teu próprio peso não consegues caminhar e que, por ti mesmo, calças sapatos de ferro, que te fazem afundar no ponto em que te encontras. Mas hoje, filho – como todos os dias nos quais virei à Terra –, digo-te que retires de teus pés os pesados sapatos de ferro de teu passado, de tuas vontades, de tuas aspirações para o futuro, e caminhes com Aquele que, descalço, percorreu a Terra e agora cruza os Universos, convocando novos companheiros que renovem constantemente o Amor alcançado por Ele, ao carregar com a cruz os pecados do mundo.

Sei que o que te digo parece repetitivo e que as palavras apenas se renovam para os que as veem novas, porque estão em um novo degrau desta escalada evolutiva.

Deixa que Deus te renove e te mostre o quanto ainda tens para servir e como este mundo e este Plano de Amor necessitam de tua entrega. Ainda não chegaste ao ponto de tua doação, e isso se vê pelo Amor que ainda não deixaste nascer dentro de ti. Deixa-te amar e aprende, sendo amado, a doar amor a este mundo de tantas enfermidades espirituais.

Na porta de um novo ciclo planetário, renova-te e deixa-te ser novo, como o Cristo, que já renascerá em Espírito, em todos os presépios feitos com fé, nas casas desta Terra.

MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE LISBOA, PORTUGAL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Diz-Me: temes alguma coisa?

Chegou o momento de firmar a tua entrega, como chega para todos os servidores e verdadeiros consagrados ao Plano de Deus.

Então, diz-Me: temes alguma coisa?

É hora de colocar tua imperfeição nas Mãos de Deus e não mais tentar ser tu mesmo o oleiro do barro que és. É hora, filho, de que as mais lindas canções sobre a entrega da vida se tornem agora verdade e que sejas tu uma canção viva e todos os que te vejam possam escutá-la e se deixem inspirar por ela.

Para todos chega a hora de firmar a própria entrega; geralmente, é quando menos se sentem preparados para isso, porque a entrega não se firma antes de ser consumada. É no próprio ato de entregar o coração que o espírito ancora as suas bases na matéria e a alma amadurece e expressa a sua consagração a Deus. Tudo o que vem antes disso é uma preparação.

Diz-Me: temes alguma coisa?

Venho para fazer-te sentir o Meu Amor e para que Ele, junto ao Amor de Meu Filho, dissipe o temor de teu coração de não corresponder ao Plano de Deus.

Venho com o Amor do Pai impresso em Meu humilde espírito. O mesmo Amor que Me fez entregar tudo para cumprir a Vontade de Deus desde o princípio. Este Amor que, como um ímã, Me chamou, vida após vida, a retornar a Deus.

Que este Amor hoje impregne teu ser, te fortaleça e te coloque diante da grandeza do Plano de Deus, que vai muito além desta vida e que tem nela o seu princípio e, na eternidade e na unidade, o seu fim.

Que esta grandeza te inspire a perder o temor e ter valor para caminhar com passos decididos de um espírito que é guiado por Deus. Porque se tu hoje lês estas palavras, assim o é.

Então, diz-Me agora que já não há temor em teu coração, não há receio e não há dor, pois a dor que há em ti não te pertence e deve ser transmutada pelo poder da Graça.

Diz-Me, então, com simplicidade, que seguirás a Vontade Divina e que te colocarás nas Mãos do Verdadeiro e único Oleiro capaz de moldar-te.

É, filho, com tua imperfeição que Ele cumprirá o Seu Plano – assim como o fez com a Minha – e fará de ti um vaso novo, para preenchê-lo com a nova vida que permeará a Terra.

Antes disso, durante a grandiosa Obra que o Senhor realiza nos Seus, sê simples e humilde, e tudo será como Deus pensou, ainda que descubras, um dia, que o Seu Pensamento em nada se parecia com o teu.

MENSAGEM SEMANAL DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA SAGRADA CASA DE MARIA, MÃE PAULISTA, SÃO PAULO, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

A entrega da vida, filhos, não é algo passageiro. A entrega verdadeira abrange toda a consciência e vai desde o corpo, a mente e o coração, até a alma, o espírito e a essência.

Aqueles que se entregam ao Criador estão colocando nas mãos do Pai a direção de suas vidas e renunciando a toda meta pessoal, a todos os seus planos, projetos e aspirações, inclusive de cumprir com a missão que Deus lhes encomendou. A entrega deve ser pautada pelo exercício constante do esvaziamento de si, pela busca permanente por ser nada e não querer nada.

Muitos aspiram a cumprir com missões que, por si sós, cobram a entrega total de suas vidas, como o é o serviço abnegado e incondicional. Porém, antes de lançarem-se nesta entrega, filhos, devem meditar de coração no que ela significa e, assim, dispor suas consciências a algo mais profundo, para que esse serviço seja verdadeiro e as possíveis consequências dele sejam motivos de consolidar a entrega e não de gerar uma dívida para com Deus – como pode acontecer no caso de um de vocês perder a sua vida servindo.

Digo-lhes isso porque se vocês verdadeiramente meditam e se lançam no serviço abnegado e na consagração com essa consciência de que a entrega deve se aprofundar a cada dia, então poderão se tornar instrumentos de Deus e essa condição lhes trará a Graça para cumprir com sua missão com o correto discernimento e proteção.

Porém, se vocês se lançam em uma entrega inconsciente, impulsiva e pouco profunda, correm o risco de não receber de Deus a Graça e a proteção de que necessitam e viverão em constante imprudência, pela falta de discernimento.

Por isso lhes digo que não importa a tarefa que façam ou o grau do risco que correm, mas sim a profundidade espiritual e consciente de sua entrega. Isso é o que diferenciará o serviço, que terá ou não a presença direta de Deus.

Espero que tenham compreendido o que lhes disse.

Deixo Minha Bênção aos que se entregarão de coração.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS

Filho, multiplica os impulsos que recebes com a alegria do coração e a disposição permanente à transcendência do velho, para viveres o novo.

Rememora cada instrução recebida nos últimos dias, nos últimos tempos. Volta a sentir em teu interior aquela alegria que emanou tua alma quando esteve diante da possibilidade de viver em plenitude os Planos do Altíssimo.

Que não te consuma a rotina diária e que não te consumam as tuas dificuldades. A consciência humana está muito mais disposta a abraçar as limitações do que o seu verdadeiro potencial, porque assim foi educada, para jamais descobrir a realidade sobre si mesma e encerrar sempre a grandeza da semelhança com Deus na pequenez de um passageiro corpo humano.

Transforma, então, esses velhos padrões de consciência e aferra-te ao que de mais perfeito e maravilhoso há dentro de ti. Reconhece, sim, as dificuldades, mas sabe que além delas está a tua possibilidade de transcendê-las, não por ti mesmo, mas porque escondido dentro de ti se encontra Aquele que pode todas as coisas, as impossíveis e impensáveis. Ele é a tua possibilidade de transcendência. Estar nEle é descobri-Lo dentro de ti e reconhecer que tu és parte viva do Criador, assim como toda a vida manifestada.

Concentra-te, filho, em não perder a alegria e a esperança, para que esses dois dons divinos te impulsionem sempre ao novo e para que encontres neles a fonte eterna da vida em sacrifício, em entrega, renúncia e em transcendência, esses atributos tão temidos por aqueles que ainda não descobriram que a plenitude se encontra em servir a Deus com alegria e perder-se de si mesmo para encontrar, em seu lugar, o Criador dos universos.

Pensa no que te digo, filho, e –mais do que isso– toma-o como uma possibilidade para ti. Tuas dificuldades não desaparecerão e tampouco as imperfeições deixarão de ferir a tua alma: o que acontecerá é que esse peso te será mais leve, porque o mais importante para ti não estará nos defeitos, mas sim na grandeza de Deus, em Sua possibilidade de transformar todo lodo, toda impureza, e tornar sagrado e perfeito aquilo que antes era um mero barro em Suas Mãos.

Confia-te ao Senhor e tem a Sua perfeição como tua maior esperança. Esforça-te por estar em Suas Mãos todos os dias e encontra tua eterna alegria nos dons que afastam o mal e te aproximam de Deus: sacrifício, renúncia, entrega e transcendência.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Filhos, para que a indiferença humana para com a vida superior não faça com que a humanidade perca a possibilidade de conhecer e experimentar essa vida, aqueles que estão despertos devem redobrar os seus esforços, multiplicar as suas tarefas e superar os próprios limites todos os dias para responder em nome daqueles que ignoram o chamado celestial.

Além da própria purificação e da própria carga que devem carregar nestes tempos, os novos apóstolos e discípulos de Cristo devem suportar a purificação do planeta como um todo e carregar, em suas costas, aqueles fardos que outros que se comprometeram com Cristo não quiseram levar.

No Universo, a responsabilidade da manifestação do Plano de Deus se repartiu equitativamente entre aqueles que se comprometeram em prestar este serviço. Mas, ao chegarem ao planeta, com os véus em seus olhos, as almas se confundiram, se esqueceram e permaneceram adormecidas ou presas em seus próprios gostos e em suas formas de compreender esse Plano.

Filhos, quando uma alma que tinha determinada missão a cumprir muda essa missão de acordo com a sua vontade e o seu parecer, ainda que acredite que sirva a Deus, para o Plano, isso é considerado uma indiferença para com a Verdade do Criador.

Existem muitas almas que se comprometeram com o Senhor e que, ao longo de suas experiências na Terra, cumpriram em parte com o que Deus lhes pedia; mas agora, no momento culminante do Plano Divino, se perderam nas fortes influências do caos e deixaram de lado a fidelidade, trocando-a pela superficialidade.

Digo-lhes essas coisas primeiro para que vocês estejam atentos e sejam sempre guardiões do Plano Divino e, depois, para que saibam que o Criador contará com vocês para cumprir aquela parte de Seu Plano que ficou para trás pela indiferença humana.

Que o amor ao Plano em seus corações seja maior que o seu amor próprio, para que vocês possam imitar o exemplo de Cristo e não apenas carregar a própria cruz, mas deixar que Deus coloque sobre ela o peso da indiferença e da ignorância de Seus filhos, para que eles não se percam e tenham uma oportunidade de despertar.

O Criador conta com vocês, filhos, para uma resposta e uma responsabilidade maior. É hora de servir, de amar e de se entregar ao Plano Divino.

Seu Pai e Companheiro no Caminho Evolutivo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Como Sagrada Família, viemos animar a humanidade a res­ponder ao Chamado de Deus e a cumprir Sua Santa Vontade.

Como Sagrada Família, convidamos o mundo a aprender da pureza das crianças e a deixar que elas lhes ensinem como encontrar a Deus.

Como Sagrada Família os incentivamos a abrir o coração pa-ra a vivência de mistérios que transcendem absolutamente a compreensão humana e transformam por completo tudo o que é conhecido sobre a vida na Terra e, inclusive, sobre si mesmos, abrindo-lhes os olhos para o que são em verdade.

Como Sagrada Família os animamos a ofertar suas almas como instrumentos de Deus, a vencer o medo de perder as coisas do mundo e inclusive a si mesmo, porque tudo o que guardam como tesouros – sejam modos de vida, coisas materiais ou rela­ções afetivas de qualquer tipo – como também o que conhecem da própria vida, tudo isso passará com um sopro da Justiça Divina, enquanto a vivência da Verdade fortalece o poder e a atuação da Misericórdia.

Como Sagrada Família os chamamos a viver o verdadeiro amor, amor que transcende posses, que não busca recompensas, que apenas doa e nada recebe, a não ser de Deus, que, a cada vez que vocês se abrem para doar algo, lhes infunde uma maior vontade de entregar tudo.

Como Sagrada Família os colocamos diante da Graça do retor­no de Cristo, dádiva incompreensível para a mente e apenas aceitável para o coração que já descobriu em si a fé.

Como Sagrada Família os convidamos a descobrir a possibi­lidade de viver a paz em tempos de caos e de manter a con­fiança em Deus, mesmo diante do maior sofrimento, quando o Senhor nos pede inclusive a própria vida por amor ao Seu Plano, assim como foi na Paixão de Cristo.

Recebam através de suas orações os códigos da Sagrada Famí-lia e não os deixem guardados sob sete chaves no próprio inte­rior; permitam que eles tomem vida, que se expandam e se multipliquem naqueles que se aproximam de vocês, assim como foi com a Sagrada Família de Nazaré.

Deixo-lhes Minha paz e a confiança absoluta na presença de Cristo no interior dos homens, porque o Senhor renasceu.

São José Castíssimo, na Presença Sagrada de Maria Santíssima

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

A Paz é um dom divino no coração daqueles que confiaram suas vidas ao Pai Altíssimo.

A Paz na vida espiritual provém da renúncia de todos os resul­tados de suas obras. Por mais que o coração se esforce para transcender os próprios limites, em prol do cumprimento da Vontade de Deus, ele não se apega aos resultados nem em si, nos demais e nem em coisa alguma.

Nestes tempos, para não desgastar o coração nem o ânimo de seguir adiante, vocês devem manter-se em paz e cruzar os dias de conflito interno e de purificação com certa confiança no porvir, e não tão envolvidos com a transição que vocês ou outros vivem.

Deus lhes deu a oportunidade de se purificarem sob o dom de Sua santa Paz, ao amparo dos Seus Centros Marianos e em uma época na qual o caos ainda está começando o seu ciclo de expansão.

Felizes dos que se valem das dádivas entregues por Deus, por­que Ele espera que, em um tempo próximo, vocês não estejam mais trilhando os caminhos básicos da própria transformação, mas que auxiliem os que terão de suportar o brusco despertar que viverão e as mudanças internas e externas que acontecerão com violência, por dizer de alguma forma, em todo o planeta.

Sejam mais simples, não Me cansarei de dizer-lhes, porque, quando descobrirem o dom da simplicidade, não enredarão mais a própria consciência nas coisas corriqueiras da vida e não perderão energia espiritual com conflitos que serão, de agora em diante, o comum viver da consciência humana e que, inclusive, crescerão em intensidade.

Tudo depende daquele que passa pela purificação e dos que estão ao seu redor. Se vocês aprenderem a viver tudo com natu­ralidade e sem espanto, poderão ajudar para que o processo de cada um seja menos doloroso.

Não lhes digo que sejam indiferentes diante das provas que vocês ou seus irmãos vivem, mas que tratem de trazer o bálsamo da simplicidade e da paz a essas situações, reconhecendo com maturidade o que deve ser transformado e encaminhando-se à limpeza do próprio lodo interior.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Acalma teu coração, entregando-o a Deus.

Aquieta tua mente, rendendo-te aos pés do Criador e lançando-te firmemente ao cumprimento da Sua Vontade e não da tua.

Serena teu espírito na certeza do triunfo de Deus na Terra.

Fortalece teu interior com a simples oração e descobre quão fácil é viver em paz e em harmonia com toda a Criação.

Busca dentro de ti a unidade com o Todo e sê parte consciente do Plano de Deus.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO ÔNIBUS ÁGUIA DE LUZ, DURANTE A VIAGEM DA CIDADE DE PORTO ALEGRE, BRASIL, ATÉ O CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMàLUCÍA DE JESÚS​

Queridos companheiros,

Oferecendo Nossos Corações ao Altar Celestial como parte deste Plano de Deus, clamamos à humanidade que estabeleça a paz em suas vidas. Pedimos que despertem um pouco mais à verdadeira necessidade do planeta, porque nos tempos que chegarão será preciso demonstrar maior consciência e matu­ridade. Os que hoje estão cegos de espírito e de coração bus­carão alento e guia naqueles que poderão estar minimamente equilibrados ante a situação planetária.

Saibam, queridos, que diante do grau de maldade e ódio que vive nos corações de alguns seres humanos, a deflagração de uma terceira guerra mundial poderá destruir completamente a vida planetária. Os corações de muitos governantes estão apenas sedentos por demonstrar poder e superioridade em relação aos demais seres do mundo. Será uma batalha entre o caos e o mal, porque não existirão regras e não haverá miseri­córdia. Todas as nações vão querer demonstrar o seu poder e irão aliar-se umas às outras para destruir as demais, segundo as suas crenças.

Apenas observem o mundo ao seu redor e tornem-se capa­zes de vislumbrar uma prioridade maior do que suas próprias vidas, porque o Plano de Deus transcende os indivíduos e, se for necessário, o Senhor pedirá mais dos que creem que já entregaram tudo, porque não apenas o planeta, mas também o universo necessita disso.

Peço que busquem conhecer a verdade que se encontra em seus corações, para que não sejam tomados pelo terror que se alastrará pelo mundo. Não se desesperem nos dias que virão, porque o Espírito de Deus os amparará, sempre quando forem Seus servos e Seus soldados da paz e da oração.

Não lhes digo que nada padecerão; porém, todo sofrimento e toda prova que o Senhor colocar em seus caminhos será para gerar méritos para a salvação da humanidade.

Digo-lhes que, desde já, aprendam a amar e a aceitar as dife­renças, porque lhes pediremos que acolham e amparem seres que são muito diferentes de vocês, sob todos os pontos de vista.

Também neste dia, rogarei que ajudem os missionários de Maria a chegarem logo ao Oriente Médio, antes que suas por­tas se fechem definitivamente e as almas que ali estão buscando uma saída não encontrem a Misericórdia, apenas a Justiça.

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Na presença de Minha santa filha, Teresa de Jesus, alegro-Me ao vê-los liberando o mundo pelo poder da devoção e da alegria de servir a Deus.

Este é o espírito de uma verdadeira vida de consagração e é o que Teresa de Jesus sempre ensinou ao mundo por meio de seu exemplo: que a alegria nunca deve faltar no coração daqueles que se entregam a Deus.

A alegria deve estar como essência em tudo o que fazem: a alegria do silêncio, a alegria da transformação, a alegria do sacrifício, a alegria da correção, a alegria de orar, a alegria de servir, a alegria de ser parte viva do Plano de Deus.

Se esta alegria estivesse viva no coração de todos os servidores, seria como o fogo que mantém aceso o amor no coração de todos os seres e transforma toda rigidez e toda dificuldade em simplicidade e leveza.

Hoje, ao lado de Minha filha Teresa, a quem nunca faltei e que nunca faltou a Mim, venho para trazer-lhes um impulso para a consagração da vida e para que façam do dia a dia de seus seres a eterna alegria de caminhar para Deus.

Quando o Propósito Divino está claro, tanto na consciência quanto no coração, a alma jamais perde a alegria porque, mes­mo diante dos cenários atuais do mundo, ela conhece a verdade para a qual caminha e está sempre buscando elevar a dor e a tristeza por meio da alegria.

Queridos companheiros, tanto Teresa quanto Meu humilde Coração estiveram sobre a Terra e conhecem as dificuldades de se alcançar uma verdadeira entrega, mas Nós dois alcançamos em vida duas virtudes, com que pudemos cumprir o Plano de Deus para Nós e as quais seguimos vivendo para que sejamos eternos servos do Senhor. Estas virtudes são a perseverança e a alegria.

Sejam incansáveis diante dos obstáculos que o mundo lhes coloca e que o próprio interior faz emergir e tornem a vida leve e simples por meio da alegria.

Assim sendo, poderão ser uma fonte da presença de Deus no mundo e, num tempo no qual a desesperança é o comum viver dos corações, vocês poderão ser um alento e um bálsamo de amor para os que sofrem.

Eu os amo e, junto a Teresa de Jesus, quero mostrar-lhes a sim­plicidade da vida consagrada ao Plano de Deus, quando o cora­ção é incansável e alegre de verdade.

Páginas

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos