MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Esteja no deserto como Madre Teresa de Calcutá que, apesar de estar no vazio e na solidão, soube encontrar o Senhor em seus semelhantes.

E tudo quanto buscava de compensação interna se desvaneceu. Sua fé se fortaleceu e se consolidou em tão somente cumprir a Vontade de Deus e consolar os pobres, no corpo e no espírito.

Foi dessa forma que Madre Teresa encontrou a Deus e se fundiu n'Ele, ainda que não O percebesse inteiramente.

Esteja no deserto como Madre Teresa de Calcutá, fortalecendo o próprio interior, não no mundo sensível e na união mística com Deus, mas na fé palpável e na superação constante, comprovando e experimentando a Presença de Deus nos que mais necessitam, sendo nada para o mundo e para si mesmo, e tudo para Deus, tudo para o Coração do Redentor, que batia cansado dentro dos pobres e dos oprimidos, dentro dos solitários e dos perdidos.

Busca, filho, viver teu deserto consolidando tua fé. Sabe que cada deserto traz consigo um salto ao Infinito, e isso acontece de muitas formas. 

Se tens sede de sensações e de experiências internas, sede de realizar-se e ver a Deus e, ainda assim, Ele te mantém no vazio, descobre que talvez a Vontade do Senhor seja revelar-Se para ti onde menos esperas, naquele espaço onde teu amor custa a chegar, onde tuas resistências bloqueiam teus passos e não te permitem entrar, onde tuas fraquezas te impedem de descobrir a necessidade de amor. Ali está Deus, esperando por ti.

Deixa no deserto teus desejos e aspirações, tuas necessidades, tuas ânsias mais profundas. E quando não tiveres nada, o Criador te mostrará onde Ele está escondido, chamando por ti, buscando teu olhar, tua fé, teu coração.

Quem sabe, filho, teu deserto será o deserto da Madre Teresa de Calcutá, onde Deus Se revela de fora para dentro e de dentro do próximo para dentro de ti.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Retira-te no deserto com Deus, confiando em Seu silêncio e em Sua Presença.

Deixa que todas as sensações espirituais e humanas, que antes eram para ti confirmações e impulsos internos, sejam agora substituídas pela fortaleza da fé que te une pura e simplesmente a Deus.

Aceita com amor o milagre do deserto, porque Deus chama ao deserto aqueles nos quais espera colocar Sua confiança, Sua Cruz, Sua Graça e, acima de tudo, filho, aqueles que se dispuseram, desde o princípio, a redimir a própria vida, superando o Amor de Deus.

Minha voz é alento para as almas que caminham no vazio, porque simplesmente digo: “Vai por este vazio e este deserto; caminha longe e adentra profundo, porque ali, onde não podes reconhecer-te a ti mesmo, é que Deus Se revelará e te mostrará finalmente quem és.”

Teu Senhor Se recolhia para orar no deserto, porque era ali onde deixava para trás Sua condição humana e abraçava Sua Condição Divina. Por isso, o deserto deve ser para ti uma esperança.

Deixa que as dores da renúncia se transformem em liberdade daquilo que te prende ao mundo.

No deserto, podes sofrer com passos pesados devido às correntes de escravo do mundo que estão presas em teus pés, ou podes abaixar-te diante de Deus, tocar teu rosto no chão e saber que, com o clamor elevado ao vazio, essas correntes se rompem e tu podes caminhar livre.

O deserto não deixará de ser árido e solitário, mas teus passos serão livres e teu coração leve para chegar ao próprio destino.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

 

 

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Os desertos, filho, são vividos em diferentes etapas da entrega e da transformação dos homens.

Ao longo de seu crescimento interior, o Criador traz os Seus filhos para o deserto muitas vezes. Às vezes de forma rápida e simples e, às vezes, de forma profunda e prolongada, e que parece não ter fim.

O deserto é um estado interno de vazio onde o Criador retira de Seus filhos e amigos todas as consolações da Terra, todo sentir, todo afeto, tudo aquilo que o ser espiritual cria como apoio e, às vezes, como trampolim em seu caminho para a vida interna.

Tudo isso lhe é retirado para que, assim, a consciência aprenda a sustentar-se em bases puramente espirituais, no conhecimento e na experiência de Deus, que nasce da fé e da vivência do vazio.

Consolida tua união com Deus pela simples certeza de que Ele está presente, ainda que não Se faça sentir, ouvir ou ver.

O deserto pode ser visto como áspero e doloroso, mas em verdade, filho, o deserto é o convite de Deus para que as almas alcancem uma união profunda e direta com Ele, distante das ilusões e dos sentidos, distante das dimensões da matéria e de tudo o que as compõe.

O deserto é o convite para o que é real; mas para cruzar esse deserto não basta o conhecimento. Necessitas descobrir a ciência da humildade, da rendição e da entrega, a ciência de lançar-se nas Mãos Divinas e saber que Sua Vontade é perfeita, no oásis como no deserto, nos templos cheios de almas que despertam como no calvário cheio de almas que desprezam.

Por isso falo sobre o deserto, para que aprendas a amá-lo e aspirar a ele. Não para aspirar ao sofrimento, mas sim para aspirar a uma união direta, profunda e verdadeira com Aquele que te criou e que te convida a expressar a semelhança com Seu Coração.

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Alegra-Me ver os corações que se abrem para ser sacramentados. Alegra-Me ver o Espírito de Deus descendo sobre o mundo e permeando as almas e os corações dos seres, despertando o Sagrado que há em seu interior, revelando seu universo interno e a semelhança perfeita com o Pai Celestial.

Alegra-Me ver quando o Criador pode manifestar Sua Presença entre os Seus filhos, derramando Seu Perdão e Sua Graça sobre os corações que se fazem transparentes diante d'Ele.

Alegra-Me ver o crescimento espiritual daqueles que foram chamados por Cristo para repartir Suas bênçãos e Sua expiação para o mundo.

Quando um Sacerdote perdoa os pecados de uma alma angustiada, também os seus próprios pecados são perdoados; quando lava os pés de uma alma sedenta por novos passos que conduzem ao Senhor, também os seus próprios pés são lavados; quando batizam em nome do Espírito de Deus, revelando às almas sua filiação com o Altíssimo, também as suas próprias almas são batizadas pelo Fogo do Espírito Santo; quando ungem com a potestade de Cristo, para curar as mais profundas enfermidades das almas, também as suas almas e toda a consciência humana recebem a cura para aquilo que está degenerado.

Os Sacramentos, concedidos e recebidos com amor, são Graças que permeiam toda a vida; são um serviço para toda a Criação, porque, cada vez que são sacramentados,  aproximam-se mais de Deus e conduzem toda humanidade a retornar ao Seu Coração.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Onde houver um coração que clama pela paz, ali estará a presença do Criador, transformando e convertendo a consciência humana de dentro para fora.

Onde houver um coração que clama pela paz, ali estará a presença do Universo Celestial, unindo tempos e espaços, trazendo a realidade das dimensões divinas para a Terra, preparando os corações para o encontro com o seu Criador.

De uma forma simples, filhos, o Reino de Deus começa a habitar no interior dos seres e consolidar a fortaleza interna das almas.

Quando vocês oram e clamam por este mundo, o seu Senhor os escuta e, às vezes, de uma forma silenciosa, envia Seu Amor aos corações.

Deus os transforma lentamente; converte seus corações no que eles verdadeiramente são, mas que não conseguem expressar.

Se vocês querem descobrir a verdade sobre si mesmos, clamem pela paz e orem pelo mundo.

Se vocês querem despertar o potencial do que é ser um ser humano como Deus pensou, clamem pela paz e orem pelo mundo.

A oração, quando feita como um serviço, retira-os de si mesmos e coloca-os em Deus, e é n'Ele que vocês começarão a descobrir quem verdadeiramente são. Orem, não para experimentar Deus; orem para viver em Deus, para descobri-Lo vivo em vocês e em tudo.

Orem pelo mundo, colocando tudo o que vocês são no clamor de seus corações. Supliquem por um novo tempo e uma nova vida e, assim, este Tempo Real se revelará em seu interior e vocês saberão o que é estar em Deus, mesmo estando no mundo.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Ora unindo teu coração ao Coração de Deus, porque, nestes tempos de batalha espiritual, isso é o que os seres mais necessitam.

Ora não apenas formalmente, mas ora em diálogo e confissão com teu Criador, na certeza de que Ele escuta atentamente as tuas súplicas. Fica em silêncio para escutar de Deus a Sua resposta. Entra em quietude para sentir Sua Presença e, através da gratidão profunda, abre as portas do mundo e dos corações dos homens para que Ele envie Sua Paz.

Faz da tua vida uma oração, respeitando o próximo, sendo paciente, agradecido pela presença de Deus em teus irmãos.

Faz de tua vida uma oração, servindo e amando os que estão ao teu redor e os que estão longe de ti.

Não temas cruzar o umbral do novo tempo. Deixa que este tempo viva em ti, unindo-te a Deus perpetuamente.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Às vezes, para levares a paz ao mundo, perdes a paz em teu interior, porque o sacrifício e a entrega constantes fazem com que tuas resistências mais ocultas emerjam, fazem com que tua condição mais retrógrada venha à luz e seja liberada de teu mundo interior, inconsciente. Isso, filho, também é parte do serviço que prestas à humanidade e a este planeta, em nome de Cristo.

A paz interior deve ser conquistada todos os dias. A união com Deus deve ser construída e reconstruída a cada instante. Nestes tempos, nos quais a humanidade está no centro de uma batalha que define a evolução de toda a Criação Divina, todos os dias as consciências são alvos dos estímulos incansáveis da vida de ilusão, para que não avancem em seu despertar, para que não aprofundem sua união com Deus, mas que retrocedam ou ao menos estanquem no ponto em que estão.

Por isso, filho, observa com calma este momento, sê consciente de que as provas deste tempo são desconhecidas para toda a Criação e, todos os dias, sempre que puderes, recorda o propósito de tua vida e de tua consagração; reconstrói aos poucos teu vínculo com Deus e não deixes de tentar chegar ao Pai. Mantém um diálogo com Ele em teu interior, uma confissão sincera de tuas debilidades, não para reafirmá-las, mas para transformá-las e libertá-las de teu coração.

Sente que a confissão com Deus limpa teu coração e começas a retornar ao Pai, sentindo-te digno de Sua Presença. Faz isso todos os dias. Faz isso sempre que recordares.

Pensa no espelho de teu coração e une-o aos Espelhos do Cosmos, com um simples pensamento. Pensa na Essência de Deus e sente que ela está em ti. Pensa na vida superior, na vida universal, e sente como ela te aguarda.

Renova tuas forças nas pequenas coisas, porque é também ali onde o inimigo vai minando tua evolução e tua união com Deus.

Ora e reencontra a paz todos os dias.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE FÁTIMA, PORTUGAL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Para dar um passo em sua consagração espiritual, filhos, devem amar a Deus e Seu Plano acima de todas as coisas. Se não há amor, não há entrega, não há renúncia, não há vazio de si, não há elevação da consciência.

Para amar mais a Deus, devem buscar mais a Deus, concentrar-se mais em estar com Ele, em Sua Presença, sob Seus Olhos, em Seu Coração. E isso se faz em oração, mas também em contato com Sua palavra. Isso se faz com o silêncio e também com a confissão.

Existem muitos caminhos para estar na Presença de Seu Pai, mas para todos eles devem se esforçar, querer, buscar, assumir um compromisso consigo mesmos e com a humanidade, prestar o serviço de estar em Deus para que toda a humanidade alcance a paz.

As superficialidades da vida são vencidas com o amor, porque quanto mais amarem a Deus, mais irão substituir o que é supérfluo por Sua Presença. Mas como tudo na vida, filhos, vocês devem começar, dar passos e perseverar nesse caminho. O esforço lhes trará a fé, a fé lhes trará o amor e o amor lhes trará a sabedoria que necessitam para cruzar estes tempos.

Têm a Minha bênção para isso.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE FÁTIMA, PORTUGAL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Para estares com o coração sempre unido ao Coração de Deus, tudo quanto fizeres faze-o com amor, com dedicação, consciente de que é para o próprio Deus que estás trabalhando, orando, servindo, vivendo.

Assim, filho, a ascensão de tua alma se dará não apenas quando tiveres os joelhos sobre o chão, mas sim quando tiveres o coração em Deus e permitires que Ele esteja em ti.

Em tudo, recorda que o propósito de tuas ações é despertar as almas, é levar a paz ao mundo, é preparar o retorno de teu Senhor, é a união dos tempos, do Tempo de Deus com o tempo deste mundo.

Desde a menor tarefa, até as mais elevadas orações, tudo em tua vida guarda esse propósito superior. Por isso, sê consciente disso e impregna as tuas ações, os teus pensamentos e sentimentos com esse propósito. Assim, encontrarás a Deus e Ele estará contigo em todas as coisas.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE BUDAPESTE, HUNGRIA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quando a paz começa a chegar no coração dos homens e, através das pequenas renúncias, eles são capazes de encontrar a mansidão e a quietude, é ali, filhos, que Deus Se faz presente.

Deus Se faz presente nos corações que sabem agradecer até pelos detalhes da vida; sabem agradecer por estar em Seu caminho de Amor, sob o manto de Sua Divina Misericórdia.

Quando acalmam os seus corações no espírito da gratidão, seu Criador Se faz presente.

A gratidão é mais que um sentimento de respeito e de agradecimento; a gratidão, na ciência espiritual, é um Dom Divino, no qual a consciência reconhece sua pequenez e a grandeza de Deus; reconhece que, apesar da vastidão da Criação, o Pai tem os Seus Olhos postos sobre todos os Seus filhos; e esta certeza, que nasce do espírito profundo da gratidão, é o que abre as portas para que o Criador esteja presente.

A gratidão cura as suas células, seus átomos e sua consciência. A gratidão cura seus espíritos do egoísmo e da indiferença humana. A gratidão concede à humanidade uma nova oportunidade de encontrar a paz, porque ela se torna digna de estar em Deus e em Sua Verdade.

A gratidão abre as portas às ciências mais profundas, aos mistérios mais ocultos, porque apenas aquele que sabe ser grato pelo que recebe de seu Criador saberá valorizar o Seu Tesouro Divino; então tudo lhe pode ser entregue.

A gratidão é a chave para a abundância, a chave para se libertar dos constantes desejos humanos.

A gratidão é a porta para a comunhão com o todo, é uma das vertentes celestiais que lhes fará retornar ao Coração de Deus.

Por isso, filhos, sejam sempre gratos em tudo.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos