MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Contemplo com amor o Coração de Deus e, diante d'Ele, rogo pelo mundo.

Rogo por cada uma de Suas criaturas, para que não apenas encontrem a paz, mas, sobretudo, para que despertem da ilusão e da imaturidade destes tempos.

Rogo para que saibam quem são, onde estão e o que são chamados a viver neste e em todos os ciclos.

Rogo para que o sofrimento de tantas almas comova o espírito de outras, para que, no amor e na oração, aqueles que conhecem a Deus clamem pela paz e a vivam, equilibrando assim os males deste mundo.

Rogo pela pronta manifestação do Reino de Deus na Terra, pelo cumprimento das escrituras e, sobretudo, pelo cumprimento do novo e eterno Evangelho universal, este que vocês não conhecem, apesar de que a história de suas almas nele está escrita.

Rogo pelo triunfo do Coração de Deus em cada ser. Peço ao Meu Senhor que Sua Luz ilumine os olhos dos homens e lhes mostre a verdade, o caminho e a vida eterna, o caminho de retorno ao Seu Coração.

Rogo ao Meu Senhor e Deus, Criador da vida, que tenha compaixão das almas perdidas, e que elas possam se encontrar.

Meu Coração, pequeno e simples, se abre para compartilhar da dor que sente Deus pela indiferença e ignorância dos homens diante de tantas dádivas entregues à humanidade ao longo dos séculos e desde a sua origem.

Sinto, no mais profundo do Meu ser, o Amor de Deus pela vida e, movido por esse Amor, rogo ao Pai por todos os seres, de todos os Reinos, e constantemente clamo por Sua Misericórdia e piedade, por Sua compaixão e amor, por Sua paz e por Sua presença viva em cada ser.

Hoje rogo, filhos, para que este mesmo sentimento de amor viva em vocês, e que assim possam unir-se a Mim, neste clamor perpétuo pela Criação, porque o mundo, o Universo e todos os seres o necessitam.

Que o Amor de Deus os inunde, e que Seu Verbo se manifeste em seus corações, em seus pensamentos e, por fim, em suas bocas, como um perpétuo clamor de retorno ao Coração do Pai.

Têm a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Eleva-te, filho Meu, para além das aparências, dos sentimentos, dos pensamentos e das sensações. 

Eleva-te para onde tua consciência pode expressar a verdade e a paz, a unidade com o Criador e com a vida. 

Eleva-te, em silêncio e em oração, para os mundos sutis, que não estão necessariamente sobre ti ou debaixo de ti, mas que podes ser tu mesmo a porta para ingressar nos Recintos Sagrados.

Elevar-se não é subir aos Céus, mas, sim, mudar de vibração, de dimensão, de pensamento e de sentimento, colocando a própria consciência na Verdade e no Tempo de Deus, e não na ilusão do tempo dos homens.

Elevar-se é poder sentir-se um com o próprio Criador, saber de Sua Presença em si mesmo e em todas as coisas e, através d'Ele, poder contemplar a maravilha da vida evolutiva que habita no planeta e além dele.

Elevar-se é simplesmente estar no que é real, filho. E, para fazer o que te digo, basta que tentes fazê-lo uma e outra vez, e que sintas a imperiosa necessidade de estar com a consciência colocada no lugar correto. 

Às vezes, para saltar para o que é real, os seres humanos precisam antes estar nos abismos mais profundos do desespero da ilusão, para que então sintam a urgente necessidade de estar no lugar correto, do Amor de Deus e de Sua Graça, do que é, enfim, real.

Mas não sempre, filho, isso deve acontecer. Já podes, por ti mesmo, perceber quão necessário é estar com a consciência no Amor, na Sabedoria e na Verdade Divina. 

Por isso, não busques o sofrimento. Busca o esforço, busca a rendição, busca o clamor, busca o silêncio, busca o serviço, busca a humildade, busca a oração e todas essas coisas te conduzirão à Verdade de Deus. Elevarão, enfim, tua consciência. 

Tens a Minha bênção para isso.

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, PAYSANDÚ, URUGUAI, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Sei, filho, que não é fácil esquecer a si mesmo para cumprir o Plano de Deus, servir e transcender a própria condição humana; mas essa é a essência do Amor.

Até mesmo Deus renunciou a Si mesmo ao multiplicar-Se e criar a vida; renunciou a Si mesmo para nascer como Homem, entre os homens; renunciou à Sua vida e ao amor que viveu por ela e por Suas criaturas ao morrer na Cruz.

A essência da vida não é vencer o sofrimento, é viver o amor. Isso é o que deves compreender agora. Não é sofrendo que cumpres a Vontade de Deus para ti, é amando.

A chave verdadeira do triunfo de Deus em Cristo não foi o sofrimento que Ele viveu no mundo, foi o Amor crescente vivido da manjedoura à Cruz. É esse Amor sem limites o que deves buscar.

É apenas esse Amor, revelado em ti, que poderá suprir teu interior e conduzir teu ser ao que é verdadeiro. Mas esse mesmo Amor, que é o sentido da existência de todos os filhos de Deus, está oculto sob seus aspectos e registros, experiências guardadas em suas células e em sua consciência, acumuladas ao longo de toda a evolução humana.

Romper essas paredes da condição humana foi o que Cristo fez na Cruz, e não apenas no Calvário, mas em cada instante de Sua vida. Essa era a Sua missão: buscar a revelação desse Amor e vivê-lo, transcendendo para isso toda a condição humana, não apenas de Seus corpos materiais, mas de todos os seres da Terra.

Quando Eu te digo para contemplar a Cruz é porque ali se encontra Aquele que revelou o Amor de Deus para ti. Ali, Ele venceu tua condição humana e te abriu as portas para Deus.

Contempla e ama a Paixão de Cristo. Encontra em Suas Chagas o caminho aberto para chegar ao Seu Coração e descobre ali um Amor perfeito. Deixa que a chagas espirituais que se abrem em ti nestes tempos também te revelem esse Amor maior, esse Amor que irá renovar e superar o Amor de Deus.

Não concentres tua atenção em aceitar dores e sofrimentos, mas sim em ir além, e buscar o Amor incansavelmente. Esse é o teu caminho, tua redenção, tua salvação, tua plenitude, teu retorno à Origem Divina.

Tens a Minha bênção para isso.

Teu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NA CIDADE DE ZAGREB, CROÁCIA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Não há sofrimento que a oração constante não possa reparar. Não há ferida que a oração sincera não possa curar. Não há coração endurecido que a oração verdadeira não possa despertar. Não há espírito distante de Deus que a oração feita com o coração não faça se aproximar novamente de seu Pai Criador.

Por isso, repetimo-lhes que orem.

Para curar este mundo, orem.

Para restaurar a espiritualidade humana, orem.

Para reabrir as portas que os une a Deus, orem.

Para que recebam a Graça do perdão e da redenção, orem.

Para resgatar o propósito de sua existência, orem.

Para resgatar o sentido da vida sobre a Terra, orem.

Para que suas almas, este planeta e todo o Universo reencontrem a paz, orem, filhos, orem com o coração.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Depois de tantos impulsos recebidos e do tanto que tiveram que sustentar para que este mundo conheça um pouco de paz e, ainda que sejam poucas, as almas estejam despertas neste tempo, agora, filhos, devem recolher-se no interior do próprio coração e pacificar-se.

O mundo não deixou de sofrer; a humanidade ainda tem muito para caminhar, curar e liberar. Por isso, deixem que seus corpos se recuperem, que sua consciência assimile os impulsos recebidos e meditem nos próximos passos a serem dados.

Depois de viverem com Cristo os passos de Sua Paixão, agora devem reviver o momento no qual os apóstolos viram-se diante da Ascensão de Jesus aos Céus, e da solidão e silêncio que experimentaram, para sintetizar no próprio interior tudo o que viveram com Cristo.

Os impulsos que vocês receberam nos últimos dias assemelham-se aos impulsos recebidos pelos apóstolos nos últimos três anos de vida de Jesus. Muitas foram as Graças, as bênçãos, os Raios e as Leis que atuaram em suas vidas em pouco tempo. Por isso, agora é momento de silêncio, solidão e quietude. Momento de olhar para o Céu e emitir ao Pai a sua resposta, fazendo com que Deus ouça o seu “sim” e, assim, sigam caminhando com a fé que se renova a cada passo, no eco das Graças que receberam.

Que os frutos sejam fecundos em seus corações, porque todas as portas lhes foram abertas; agora basta cruzá-las.

Seu Pai e Amigo,

São José Castíssimo

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos