MENSAGEM EXTRAORDINÁRIA RECIBIDA NA CIDADE DE SÃO PAULO, BRASIL, TRANSMITIDA PELA SANTÍSSIMA RAINHA DA PAZ, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS

Quero que de uma antiga árvore brotem novos ramos.

Quero que as antigas almas peregrinem Comigo por novos caminhos.

Quero fazer nascer, dentro do coração, um coração novo. Que não perca o novo coração a sua sabedoria, e que demonstre tê-la pulsando ao ritmo da Vontade Maior, acompanhando atento os movimentos do Universo.

Quero fortalecer aqueles que escolhi para serem as colunas de Meu templo e que, por tanto tempo, foram preparados para viver o que hoje acontece no mundo.

Quero ser a luz no caminho de Meus filhos, para que reconheçam, no trilhar de Meus passos, os ensinamentos de outros tempos.

Quis vir ao encontro dos que não temeram, ainda que pensando que tinham temor, e Me seguiram, ainda que acreditando não saber como Me encontrar.

Agora, filhos Meus, chegou a hora de ver por detrás de Meus passos, e perceber que, nesta senda pela qual Eu os guiei, se encontram todos os ensinamentos que com outras faces lhes entreguei.

Se foram capazes de seguir-Me em confiança, tateando no escuro por onde caminhar, agora deixem que Minha luz acenda o interior de seus seres e lhes mostre a forma de viver o que aprenderam ontem, mas com o coração de hoje.

Filhos Meus, convido-os ao serviço, porque poderão ver e sentir, nessa simples ação, o que os Mensageiros Divinos construíram em seus seres. Quando voltarem a servir, estejam atentos ao que existe em seus corações, e que antes não existia, e descubram que bem-aventurado é o coração que pensa não haver-se transformado, porque cultivará sempre a simplicidade, a humildade e, o que é mais importante, jamais parará de caminhar, porque sabe que não chegou à sua meta.

Meus amados, digno-Me vir ao seu encontro, contemplar cada pérola preciosa que surgiu em seus corações e encontrá-los aqui, ao Meu lado, mesmo depois de tantas incompreensões.

Quero responder à pergunta de uma filha Minha, que pensa não viver o que tanto tempo lhes foi ensinado. E hoje lhes digo que sim o viveram, quando venceram as suas expectativas sobre a instrução que recebiam; quando venceram a si mesmos, em tudo o que puderam sentir em seus corações e, cruzando este umbral, que muitos ainda cruzam, Me encontraram em suas vidas.

Meus amados, Eu sou a mesma no Céu como na Terra, no Reino de Minha Paz como no Infinito, no Universo. Minhas palavras penetram e transformam aqueles que Me dizem sim, ainda sem saber por que o fazem.

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, TRANSMITIDA PELA SANTÍSSIMA SENHORA DA FIGUEIRA À VIDENTE IRMÃ LUCÍA

De pequeníssima semente, nasceu uma grande árvore, que recebeu água, sol, vento e foi crescendo e fortalecendo-se nos Dons que Deus Pai lhe infundia com Seu profundo amor e predileção. Dias de chuva e de pleno sol viveu essa árvore, dias de inverno e de tempo seco, dias de muito pesar, dias de alegria e de perfeita comunhão. Alguns galhos secaram, outros voltaram a brotar, alguns se renovaram, outros se deixaram cair; mas como Deus é tão perfeito, todos os galhos, folhas e frutos que provieram dessa árvore, para ela retornaram, para o seu interior. Ainda que secos, se transformaram e se tornaram fonte de alimento para as suas raízes. São os frutos que não se colheram, as folhas que secaram e os galhos que se desprenderam, as fontes de fortalecimento desta árvore.

Filhos Meus, de tão bela árvore provém cada uma de suas almas. Hoje seus corações voltam a nascer, porque já são frutos maduros, renovados pelas sementes de vida que trouxeram em seu interior.

Uma árvore criada por Deus, com tanto esmero e amor, jamais perecerá. Sim, o Senhor permite que viva dias de inverno e dias de verão, dias de seca e de abundante água, para que saiba ser forte; essa árvore que apenas pode preparar os seus galhos e fortalecer o seu tronco, quando vive fortes ventos que a fazem crescer.

Filhos Meus, saibam ver-se parte desta árvore que lhes apresento e, saibam reconhecer que o ciclo natural da vida faz com que suas folhas sequem, seus galhos se renovem e cada uma dessas partes, quando tocam outra vez suas raízes, se transformam em alimento e fonte de vida e de renovação.

Assim devem ser os seus corações. Aqueles que um dia secaram, que não temam transformar-se, para outra vez fazer parte da composição dessa árvore. Saibam que jamais poderia estar viva, se não se renovasse. As folhas de ontem podem se transformar nos galhos de hoje, aqueles que sustentarão em si muitas folhas e que um dia poderão secar, para então formar parte do tronco dessa amada árvore, tronco que é formado por muitos galhos, folhas e frutos que se permitiram secar, cair, decompor e voltar a nascer como célula viva desta amada Figueira.

Filhos queridos, louvem e amem os ciclos da vida, que são tão misteriosos e perfeitos. Amem viver conforme a Vontade de Deus e permitam-se fluir nessa Vontade, como água pura e cristalina, que se deixa amoldar de acordo com a Vontade de seu Deus.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos