Sábado, 17 de outubro de 2015

Mensagens diárias
MENSAGEM DIÁRIA DE SÃO JOSÉ, TRANSMITIDA NO CENTRO MARIANO DE AURORA, À VIDENTE IRMÃ LUCÍA DE JESÚS​

Se vocês não compreendem algo que digo, entrem no recinto do próprio coração e busquem ali transcender as imperfeições, as ideias sobre si mesmos, os conceitos já construídos acerca da própria personalidade ou mesmo o que acreditam ser, em alma e espírito, porque o coração desconhece completamente o Plano de Deus. Mesmo aqueles que são considerados sábios vivem, no mesmo tempo e espaço de ilusão, separados da Verdade Suprema. Assim, por mais que possam vislumbrar algo sobre a vida superior, jamais poderão sabê-la completamente, a não ser quando o tempo de Deus começar a ser um com o tempo deste mundo, e a ilusão de estar só em um cosmos infinito desaparecer da consciência humana.

Por não saberem nada sobre o Plano de Deus, tampouco sabem sobre si mesmos, porque vocês são parte de uma Criação Suprema, que, como um todo, é um grande mistério para a humanidade. Mas chegará o momento em que os mistérios deverão ser desvelados, porque o Plano de Deus deverá ser vivido por Suas criaturas.

Ao contrário do que muitos pensam, os Mensageiros Divinos são enviados ao mundo mais para que vocês possam viver o Plano de Deus, e não tanto para que possam conhecê-lo. É por isso que, ao longo dos séculos, apenas entregamos à humanidade palavras que a conduzissem ao encontro de um novo princípio de vida por meio do amor, da fé e da caridade. Estes princípios, por si sós, levariam a humanidade a viver segundo o que Deus pensou para os homens. E depois de terem vivido e experimentado o Plano de Deus, então vocês começa­riam a poder conhecê-lo e a compreender melhor o motivo de viverem todas essas coisas e porque não poderiam continuar vivendo a comum vida humana de superfície.

Como os tempos se aceleram e o Reino de Deus se aproxi­ma do mundo, para torná-lo sagrado e retirá-lo da ilusão, os Mensageiros Divinos dão Seu último grande impulso à cons­ciência humana, tentando fazê-la viver os princípios divinos e, ao mesmo tempo, compreender o que lhe é possível, dentro de sua limitação, sobre a vida universal, o Plano do Criador e para onde Ele os está conduzindo a partir deste novo ciclo.

É por isso que lhes peço que, antes de escutar as palavras de Deus no verbo de Seus Mensageiros, entrem no profundo do próprio coração e se esqueçam de tudo o que pensam sobre si mesmos, sobre a humanidade e sobre a vida planetária, para que, assim, possam encontrar uma porta para entrar em con­tato com a verdade de todas essas coisas.

Deixo-lhes esta reflexão e a paz de Meu Coração, porque o conhecimento deve ser contatado sempre com o espírito da  paz, pois a transformação se dá apenas quando é resguarda­da pela paz, assim como a correta fortaleza se constrói com o coração pacífico.

Seu amado pai e companheiro da eternidade,

São José Castíssimo