Segunda-feira, 12 de junho de 2017

Vigília de Oração

Venho servir-Me da pureza que ainda resta ao mundo para cumprir os desígnios de Deus; para trazer ao mundo a paz e o fim de muitas coisas que hoje acontecem no mundo.

Venho abrir a porta para uma nova Igreja.

Venho trazer uma solução para as almas.

Venho construir, nas novas moradas, bases mais fortes que possam suportar o fim dos tempos e, assim, viver o próximo retorno de Cristo.

Por isso, venho à origem, de onde tudo começou na superfície deste planeta.Venho, assim, corrigir o que Meu Filho Me pediu. Por isso Me sirvo dos corações simples, dos corações que oram, em fidelidade, ao Meu Coração Imaculado, para que, dessa forma, sua Mãe Celeste possa descender mais Graça à humanidade. Se essa Graça não fosse concedida nestes tempos, pela divina intercessão de sua Mãe Santíssima, o mundo perderia totalmente a paz, e as coisas piorariam a ponto de não poder suportá-lo.

Por isso, desejo o bem para Meus filhos.

Por isso, busco a cura dos corações, para que essa igreja eterna que está dentro de vocês, finalmente possa surgir e não seja mais algo desconhecido.

Por isso, Eu irei até o final, até onde o Pai Me permitir, porque desejo reconstituir nas almas uma verdadeira religiosidade e fé, para que possam compreender Meu Filho quando Ele voltar; porque Ele retornará diferente, diferente de como nasceu no passado. Agora Ele virá em Sua Glória, trazendo em Sua Mão o Cetro de Deus, para poder governar, assim como Ele hoje governa nos Universos. Assim a humanidade conhecerá Sua soberania, a autoridade celestial que o Pai Eterno lhe confiou por ser Seu Unigênito.

Assim, o mundo também poderá conhecer a Lei. E depois de haver-se purificado, poderá viver as Leis do Universo que governam muitas estrelas e sóis. Ainda falta a este mundo poder redimir-se totalmente; poder viver em seu interior a verdadeira igreja, a que Meu Filho fundou há mais de dois mil anos, porque Ele trará, com Seu retorno, os princípios para uma nova humanidade.

Por isso, venho anunciar este tempo que chegará ao mundo. Todas as almas ainda têm tempo de poder arrepender-se, de viver a penitência e de orar, de coração, a Deus por muitos que hoje não oram, não olham para Deus e se esquecem de Seu Reino Celestial.

Por isso, venho à cabeça, de onde tudo começou, para entregar-lhes as verdadeiras chaves, que são puras, imaculadas e divinas, e que provêm do Reino de Deus, da Fonte de Sua Divina Ciência.

Assim, trago-lhes o verdadeiro conhecimento de sua existência, do que o homem ainda necessita conhecer. Algo que está longe da vida superficial, material e mental.

Aproximo, para todos, o Universo de Deus e tudo o que Ele concedeu desde o princípio, o qual o Pai espera que a humanidade futura possa viver plenamente, deixando de ofendê-lo, deixando de ultrajá-lo e deixando de ser indiferente à Sua divina existência.

O mundo não termina no superficial. Este planeta criado pela Vontade do Pai tem sua grande consciência. Ele poderá ser infinito quando a humanidade for infinita em suas ações, em sua caridade, no respeito e no serviço a toda a Criação. Enquanto isso não acontecer de verdade, o mundo ainda sofrerá muito e perderá a luz de sua própria Igreja, não encontrando nenhum sentido em seu caminho espiritual, a obra que Deus lhe confiou desde o princípio desta Criação.

O Senhor necessita que sejam honestos, primeiro com vocês mesmos, com sua vida material, com seu caminho espiritual e, sobretudo, com suas definições. Assim, poderão corresponder a Deus, que tem Seu Coração ofendido pelo que os homens realizam nesta humanidade e no planeta, na vida material, na religião, na vida universal.

A humanidade deve viver uma grande mudança. Por isso, Meu amado Filho envia-Me ao mundo pela última vez, e à cabeça desta Igreja, para que Meus filhos possam corresponder, verdadeiramente, abandonando a aparência, a mentira e todo o engano que se gesta, dia a dia, na superfície deste planeta.

Se ao menos uma minoria desta raça olhasse com compaixão os Reinos da Natureza, tudo poderia ser revertido com o serviço verdadeiro de muito poucos.

Quero que olhem para o Céu e busquem sua verdadeira origem, sua verdadeira morada, aonde deverão retornar algum dia, ao fim de seus dias.

Venho conduzi-los por um novo caminho, assim como Deus Me conduziu, até o momento de Minha ascensão, quando os anjos Me receberam na humildade de sua Serva.

As últimas chaves estão sendo entregues. Não voltem a perdê-las, porque não haverá outras. Por isso, orem pelos que estão enfrentando o fim dos tempos e guiam grandes rebanhos, para levar todos ao Coração de Deus.

Orem por aqueles que se arriscam para gerar uma grande mudança na humanidade, na vida espiritual, no caminho apostólico e na vida religiosa, porque é muito necessária essa mudança. Ela poderá fazer a diferença de grande parte desta humanidade poder ser retirada de seu abismo, a fim de que possam encontrar Meu Filho, como o mais pobre entre os pobres, como o mais moribundo entre os moribundos, como o mais irreconhecível, que será escutado por Sua Palavra sábia. Assim saberão que é Ele, que retornou no coração dos homens justos que vivem na Lei de Deus e que a praticam, que a difundem como sementes que são semeadas na terra.

Necessito que vivam esta mensagem por aqueles que não a viverão. Peço-lhes que sejam Minha mensagem de paz no mundo. Assim, muitos mais poderão salvar-se a tempo, e evitaremos que mais lágrimas e sangue sejam derramados na humanidade. Isso já não é justo para Deus. Isso não é parte de Sua Justiça Divina. Assim, as guerras de irmãos contra irmãos cessarão e a Luz de Meu Coração Imaculado poderá ser a grande Estrela para o mundo, submerso no abismo da ilusão, da vaidade e da indiferença.

Não quero que Meus filhos, da Igreja de Cristo, sejam omissos e indiferentes, ou que busquem sua própria realização. Quem segue Meu Filho assume sua purificação e sua entrega, porque Deus terá misericórdia. Seu Oceano é infinito e inesgotável.

Desejo, como Mãe, que todos encontrem a paz, porque a paz os ajudará a encontrar o caminho, que muitos perderam, para o Coração do Cristo.

O mundo deverá liberar-se de tudo o que fez. Por isso, Deus decidiu começar aqui, tomando, entre Suas Mãos, o barro mais impuro para convertê-lo em um recipiente, em um instrumento precioso, tão semelhante e luminoso ao Amor de Seu Coração. Isso ajudará a milhões de almas, não perderem sua fé no que confiaram sobre esta superfície.

Assim preparo-os, queridos filhos, para que estejam Comigo nos tempos difíceis. A educação primária já terminou. É hora de viver a universidade dos tempos, onde tudo está em jogo, até a mínima chispa desta Criação.

Amo-os e abençoo-os, agradecendo aos presentes, e aos que Me escutam, por haverem respondido a este especial chamado por Roma.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.