Sábado, 19 de março de 2016

Aparição Extraordinária

A Voz de São José:

Que a presença da Sagrada Família prepare cada um de seus corações para um novo tempo.

Hoje, na presença de sua Mãe Santíssima e de Nosso amado Filho Jesus, depositamos em seus corações aquele amor profundo que podemos viver como Família Sagrada. Todo aquele que se abrir para receber esta dádiva a receberá, porque não viemos ao mundo apenas para fazer uma experiência. Não viemos ao mundo apenas para que Nossa história se plasmasse em um papel ou nos éteres deste Planeta.

Viemos ao mundo, filhos, para deixar um exemplo, um caminho, um guia para cada coração humano. Viemos ao mundo para demonstrar, não só à humanidade, mas a todo o Universo, a Perfeição do Plano de Deus.

Hoje Minha mensagem diária será uma única mensagem com a mensagem de Maria, porque lhes falaremos trazendo aos seus corações aquilo de que necessitam para que se preparem, em verdade, para receber Cristo. Porque essa é a Nossa missão, preparar o coração humano para a chegada do verdadeiro Rei. Assim como preparamos a Sua chegada ao mundo, o Seu nascimento, assim também preparamos o Seu retorno.

Por isso Deus nos pede que sigamos vindo a este Planeta a cada dia, para instruir o coração humano. Em Jerusalém era o nosso silêncio que instruía os corações, porque o nascimento de Cristo também era um mistério para nós. Muitos sabiam que algo acontecia naquela Família tão misteriosa, mas não sabiam exatamente o que, porque para a mente humana não é possível conceber a grandiosa Graça de que Deus mesmo se manifeste entre os homens. Isso acontece, filhos, porque não se reconhecem verdadeiramente como Criação de Deus, porque acreditam que estão distantes d'Aquele que os criou, quando, no entanto, Ele está dentro de cada um de vocês. Se descobrissem a unidade com o Criador, esta unidade absoluta, única em todo o Universo, não lhes seria difícil acreditar que Ele vem ao seu encontro através de Seus Mensageiros e que Ele retornará, tornará em resplandecência nas vestes de Seu Filho.

Para compreender verdadeiramente os mistérios da Sagrada Família, compreender a nossa vida neste Planeta e também a Nossa presença aqui nestes tempos, devem aprender a unir-se a Deus, porque é apenas com o coração unido ao Coração do Criador que estes mistérios lhes serão compreensíveis; não com a mente, mas com o coração. É o coração que compreende sem saber explicar como; ele não tem uma teoria, ele apenas sabe.

Quisera retirá-los desta tridimensão, deste pensamento sempre tão humano e desta forma sempre tão humana de viver. Por isso lhes falamos de coisas celestiais, divinas, porque já chegou a hora de retornar. E se não começam a amar o Céu, a amar a Vida Superior, como Ela poderá tornar-se uma realidade neste mundo?

Os Céus descerão à Terra no momento justo, correto para a humanidade, mas antes que isso aconteça, ele deve chegar aos seus corações e a suas essências. Para isso lhes pedimos que orem tanto, que sirvam, que aprendam a amar, porque é o amor que desenvolve em seus corações, a cada dia, o que lhes permitirá encontrar Deus, o Seu Universo, o Seu Conhecimento, a Sua Sabedoria.

Eu também tive uma mente humana, um coração humano, também não fui capaz de compreender muitas verdades, até que Deus Me ensinou a amar. E, diante da grandeza desse amor que vi nascer em Meu Coração, não havia teoria, não havia pensamento que pudesse vencê-lo. Não havia dúvida que retirasse esse amor de Meu Casto Coração. É a isso que lhes chamamos neste tempo, a viver esse amor absoluto.

Nos próximos dias estarão diante de Cristo, que é a representação do próprio amor para toda a Criação Divina. Deixarão se amar por Ele? Compreenderão o Sagrado, o Majestoso que é esse encontro com Cristo? Quando tive Jesus em Meus braços, em Seu nascimento, não cabia dentro de Mim como Deus poderia colocar-se nos braços de um homem. O Deus menino cresceu, entregou a vida por amor a todos, entregou-Se nos braços daqueles que O odiavam e Se deixou martirizar e crucificar, pela grandeza de Seu amor. É esse mesmo Deus que retorna ao mundo e que por sete dias estará diante de vocês. É esse mesmo Deus que os convida a anunciar a Sua Presença, a ser testemunhas de Sua Misericórdia, multiplicadores de Sua Graça, porque Ele não aspira a ficar dentro deste salão, Ele não aspira a chegar apenas neste lugar.

Deus quer viver em cada coração humano, quer chegar naqueles que não o conhecem porque temem o Seu amor, quer fazer valer o Seu sacrifício, esse que se perpetua ao longo dos séculos, através da vitória de seus corações.

Por isso não temam segui-Lo, não temam deixar-se conduzir por Ele, não temam render-se diante d'Ele. Por isso escutem Nossas Palavras. Se não acreditaram em Nossa instrução em Jerusalém, se não acreditavam que era Deus dentro d'Aquele Menino, agora têm a oportunidade de responder ao Seu chamado celestial de fazer crescer a própria fé e, dessa vez, serem dignos de chamar-se Seus companheiros.

Agora escutem a sua Mãe Santíssima.


A Voz de Maria:

Meu silêncio é compartilhado por São José e pelo pequeno Menino, porque na humildade do Espírito nasce a força dos valentes e a convicção dos semelhantes de seguir, apesar de tudo, o Plano de Deus e Sua máxima Obra.

Hoje estamos aqui como a Sagrada Família, que ardentemente espera que vocês assim o sejam, em pouco tempo. Uma família espiritual pela paz, que infunda os novos padrões da Vida Universal e do Evangelho. 

Estou aqui, gestando em Meu Ventre Puríssimo este momento, que é único para todos.  Felizes aqueles filhos Meus que o saibam aproveitar e não percam tempo de abraçar a oportunidade que o Céu lhes entrega através deste momento e da vinda gloriosa de Meu Filho a um mundo tão caótico, cheio de dor, de sofrimento e de negação.

Viemos despertar em vocês o verdadeiro sentido da vida, da irmandade e da confraternidade com todo o Universo. As bases para isso já estão semeadas em seus corações e almas; bastará apenas, filhos Meus, que definitivamente se animem a dar o último passo, para que Meu Filho encontre um caminho seguro, através de Seu segundo Retorno à humanidade.

Nesta Sagrada Semana, sua divindade deve estar na Divindade de Cristo; seu coração, em Seu Coração ardente e amante; sua condição humana, no oceano de Sua Misericórdia, onde as chamas ardentes de Seu Fogo Misericordioso abraçarão aqueles que se animem a aceitá-lo incondicionalmente e sem apuros.

Quisera que esse Fogo de Cristo durante sete dias os transformasse, porque já não podemos esperar, filhos Meus. Deus necessita de que os colaboradores do Plano estejam disponíveis, para que a Sagrada Família possa retirar-se ao Universo e preparar-se para este grande momento do Retorno de Cristo, em Sua Glória e em Sua Graça.

Enquanto isso, queridos filhos, vocês abraçarão com amor a cruz que Deus lhes entregou. Vocês se esforçarão para viver tudo por seus semelhantes e irmãos. E nesta transição planetária acompanharão, no amor e na oração, todos os que não possam levantar-se do solo por sua própria purificação.

Porém, como sou sua Mãe bondosa, e como São José também é bondoso em Sua Misericórdia Infinita, como também em Sua Graça o é Meu Filho, não os abandonaremos.

Os ensinamentos que lhes transmitimos durante tantos anos devem estar presentes em suas vidas diárias, em seus exemplos, ações e modos, para que assim a humanidade perdida e ignorante, que se submerge na ilusão material e no fanatismo, possa despertar e ver em seus rostos o reflexo de uma obra realizada com tão imenso amor, que provém de Deus e de Seus Altares Celestiais através de nossos Sagrados Corações, que distribuem Suas Graças por onde Eles passam, em cada parte deste mundo.

Se Nós estamos aqui, nesta hora e neste tempo, é porque vocês são chamados a viver a transição junto à humanidade e a todos os Reinos da Natureza, que esperarão de sua parte, assim como sempre o fizeram, um auxílio interior e exterior, uma caridade fraterna, que se multiplique com amor em todos os corações.

Diante dos sete Coros que hoje nos acompanham e cantam a Glória de Deus para todos os Universos e realidades sublimes, que hoje seus corações se fundam com Nossos Sagrados Corações em uma só família espiritual; e que esse passo que são convidados a dar nesta Sagrada Semana, em companhia da Paixão de Jesus, seja evidente, seja seu íntimo testemunho de que, em verdade, amam a Cristo acima de tudo e que sempre estarão abertos a receber, com humildade, tudo que os fará crescer em nome de Deus.


A Voz de São José:

Que neste dia em que seus corações agradecem a Deus por estarem na Presença da Sagrada Família e porque Minha voz ecoa no mundo já há três anos, seus corações reflitam, reflitam profundamente em todos os ensinamentos que receberam, todas as bênçãos que lhes foram entregues.

Essas bênçãos, filhos, não podem permanecer em seus corações; elas devem irradiar-se para o mundo inteiro. Quisera que a presença da Sagrada Família neste lugar fosse conhecida por muitos, porque aqui, como em cada Centro Mariano fundado pelo Imaculado Coração de Maria, estamos construindo uma Obra única, para preparar os corações para um tempo de caos. Tempo no qual não poderão perder a paz, a fé e a esperança de ver nascer uma nova humanidade neste mundo.

Mas para isso necessitam esforçar-se, necessitam transformar-se, dar os seus passos rumo a este arquétipo perfeito que o Criador pensou para cada um de vocês.

É através desta Obra, filhos, que lhes estendemos as mãos para que coloquem em Nossos braços as velhas vestes, vestes que representam a sua face não redimida, que representam os erros do passado, erros que cometeram muito além desta vida, manchas que trazem na alma para curar e perdoar neste tempo.

É por isso que hoje lhes pedirei que esta Obra dos Mensageiros Divinos, que começa a se plasmar no papel através de cada livro que manifestam com nossas Palavras, possa chegar aos quatro cantos deste mundo, possa ser traduzida para muitos idiomas, além do inglês, do espanhol e do português. Que o idioma do coração possa chegar a cada nação deste mundo.  Para isso convoco todos os que nos escutam a que despertem e colaborem, porque podem não compreender porque lhes pedimos estas coisas agora, mas no futuro lhes asseguro que poderão compreendê-lo.

Não viemos para causar-lhes temor ou apreensão sobre um futuro incerto; viemos para despertar a sua fé e para que recordem cada uma destas palavras, quando pensarem que essa fé já não vive dentro de vocês.

Quisera, filhos, que um dia, neste altar como no alto da colina, estivessem pintadas as imagens dos três Sagrados Corações; que também a Minha Face, que lhes revelei no primeiro dia de Mensagens diárias, possa ser pintada e difundida ao mundo, não por Mim, mas pelo que ela representará para o coração humano e pelo impulso que o Criador enviará através dela. Que também a Imagem de Maria, Rosa da Paz, possa ser pintada para que Sua pureza chegue aos quatro cantos deste Planeta e que todo ser vivente reconheça que a Sua Mãe Celestial entregou até a Sua Essência por amor à humanidade e aos Reinos da Natureza.

Que através dessas Imagens, como de Nossas Palavras, todos os corações sintam que neste lugar, como em cada Centro Mariano, o Criador entregou o melhor de Si para a redenção da humanidade.

Que na nova raça, aquela que surgirá a partir de sua redenção, possam saber, conhecer que o amor de Deus se manifestou neste lugar e neste Planeta. Que o Criador até o final não desistiu da humanidade e, por mais que os erros crescessem, as atrocidades e as guerras fossem infinitas, o Seu Sagrado Coração derramava ainda mais graças, ainda mais bênçãos, enviava ao mundo os Seus Mensageiros, os Seus Anjos e Arcanjos, os Santos, os Bem-Aventurados, para, de todas as formas, guiar o coração humano.

Às vezes, filhos, o resultado desta Obra não poderá ser visto por seus corações, mas, ainda assim, devem colaborar para que ela se manifeste, porque é parte de sua redenção e do despertar de suas consciências que possam atuar neste Plano de Deus nestes tempos.


A Voz de Maria:

Queridos filhos, através da união casta dos três Sagrados Corações, tragam aqui a oferta do pão e do vinho para a Consagração, para o estabelecimento da paz.


Frei Elías del Sagrado Corazón:

E oraremos agora esta oração que Maria nos transmitiu, que é uma oração que os três Sagrados Corações realizam juntos pela concretização do Plano Divino nas almas e pelo despertar de todos os corações.


Graça Sublime de Deus,
desce aos corações
para que as almas despertem
à Vida Maior.


A Voz de Maria:

Quando Jesus era menino, ensinou à Sagrada Família de Nazaré, a Seu Amado Pai, São José, as bases de Seu Sacerdócio Espiritual, porque o Arcanjo Gabriel inspirava toda a obra dessa Sagrada Família, que veio ao mundo para concretizar a redenção das almas e a salvação de todos os espíritos caídos.

São José foi a primeira consciência a aprender sobre a Santa Comunhão com Deus e com Seu Espírito Divino. Por isso, hoje Ele consagrará, em nome da Sagrada Família e de todas as famílias do mundo, que devem, cada dia mais, unificar-se no amor, na irmandade e no perdão. Consagrará esta Comunhão por todos os jovens e crianças, adultos, mulheres, idosos e enfermos que estão na solidão do coração humano e que devem reencontrar, neste ministério do Santo Sacramento, Cristo, Nosso Senhor.

Elevamo-Nos ao Céu com a oferenda de seus corações e almas, para que as Graças se multipliquem naqueles que mais as necessitam.

Agradecemos por terem respondido ao Nosso chamado e à Nossa convocação celestial. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Escutemos o cântico da Sagrada Família.