Terça-feira, 12 de junho de 2012

Vigília de Oração

12 de junho de 2012 – Argentina, Luján, Haras As Mañanitas

Terça-feira, 12 de junho de 2012, 16h

 

Segundo dia da Encontro de Oração em Luján, o grupo reuniu-se às 16h30 para começar a sintonia de oração.

Os participantes do encontro colocaram-se próximos à árvore sobre a qual, segundo foi anunciado pela Mãe Divina, Ela iria aparecer.

Inicialmente, leu-se a mensagem diária em três idiomas: espanhol, português e inglês.

Seguiram-se os cânticos e as orações até que, pouco antes das16h, Frei Elías levantou-se e aproximou-se da árvore.

Enquanto todos cantavam, ele dialogava com a Mãe Divina, Em seguida pediu-se silêncio e teve início a transmição de Suas palavras.

 

Frei Elias: A Mãe Divina nos diz:

Queridos filhos deste mundo, agradeço-lhes a resposta ao Meu chamado.

Deus tem um motivo para reuni-los aqui: é necessário  que este Santuário,  dedicado a Meu Coração, seja reavivado pelas orações de todos vocês.

Se assim o fizerem, Meus planos de Paz se cumprirão neste lugar.

Para isso, necessito de almas valentes para que junto a Mim difundam a Paz.

Como boa Mãe os espero, para que junto a Mim reúnam os Céus aqui na Terra.

Disse-lhes em Fátima que era necessário congregar os corações.

Agora é necessário fazer o mesmo aqui, especialmente com todos os Meus filhos que não são aceitos pela condição de vida que têm.

Hoje peço-lhes, queridos filhos, que se lembrem das palavras uma vez ditas por Cristo: " Entre os mais pobres encontram-se os mais humildes".

Vocês devem saber, Meus queridos, com quem estão e como se dirigem aos demais.

Só lhes peço que, através da oração, unam os corações para as obras que Meu Imaculado Coração tenta realizar em cada um de vocês.

Hoje também lhes disse que o Coração de Meu Filho é continuamente flagelado.

Isto é verdade.

É uma dor que Ele recebe pelas ações vindas deste mundo.

Mas, da mesma forma como Ele recebe o martírio por parte de toda a humanidade, Ele derrama Sua Misericórdia sobre todos vocês.

Seu Coração não se cansa de doar Amor.

Meu Manto quer ser o caminho que os leva a Meu Filho, quer ser o Novo Caminho que muitos podem encontrar.

Peço-lhes que estejam Comigo neste caminho que Meu Coração está construindo pelas nações.

Quero que conheçam a verdadeira Nação de Deus que está nos Céus, da qual podem participar, bastando permitir que Meu Coração os leve...

Nesse momento, ouve-se o choro de uma menina que, brincando na árvore em que a Mãe se encontrava, caíra de um de seus galhos.

A Mãe Divina continuou a transmitir Sua mensagem, enquanto uma colaboradora ajudava a criança, que não se machucara.


Frei Elias: A Mãe Divina diz:

Jesús também caiu, mais de três vezes, quando era criança.

Como Mãe, recolho, amparo e protejo os corações, especialmente aqueles que estão mais distantes de Mim e que há tempos não Me ouvem, porque não conhecem o poder de Meu Coração Maternal.

Hoje, estou lançando sobre a Terra as contas perpétuas de Minha oração, para que suas almas possam escalá-las e entrar em Meu Coração ...

Luz perpétua que os ama.

O mundo necessita fazer muitas experiências que o distanciam de Deus. Por isso estou aqui, como em Medjugorje, para anunciar-lhes o Novo.

Minhas Mãos não se cansam de orar por todos vocês.

Meu Manto não se cansa de estender-se sobre o mundo.

Eu estou aqui como uma obreira de Deus para trazer-lhes uma Boa Nova que se chama Paz Celestial.

Poderão reverter o sofrimento quando seus corações sinceramente despertarem a pureza através da oração.

 

Fizeram-se alguns minutos de silêncio e depois a transmissão continuou.

 

Frei Elias: A Mãe Divina diz:

O silêncio lhes promete alegria, e essa alegria proporcionará o gozo para o despertar de suas almas nesta vida.

Quero deixar- lhes uma reflexão interior: se de fato se unirem ao propósito de Meu chamado, estarão respondendo aos planos de Meu Filho, e esta será a permissão que Eu terei para ajudá-los.

Deixo-lhes aqui Minhas Palavras de Nazarena para que se lembrem do que quero de vocês.

Hoje poderei dizer-lhes o que quero:
.
- Doação a Deus.
- Devoção ao Meu Imaculado Coração e ao Coração de Meu Filho.
- Aceitação do perdão de Deus para este tempo.
- Reconciliação na humanidade, para que nasça a Fraternidade que está perdida.

E, especialmente, oração, muita oração para reparar todas as causas que não são boas, geradas por todos os seres deste mundo.

Vocês são Minhas rosas que ainda não se abriram.

Quando viverem a Vontade de Deus, vocês se abrirão como flores na manhã e Meu Coração poderá dizer que os talentos de Meu Filho floresceram em seus corações.

Também poderão secar as lágrimas do Meu rosto derramadas por todos aqueles filhos que, mergulhados na dor, perdem a luz no caminho.

Ustedes ya tienen la Luz del Padre, y los demás pequeños, ¿dónde la tienen?

Vocês já têm a Luz do Pai, e os outros pequenos a têm?

Amo a todas as nações, especialmente aquelas que, com esforço, consagram-se  a Deus.

Cada um de vocês, cada um de Meus corações na Terra, cada um de Meus filhos faz parte da Nação de Deus, lugar que os aguarda em seu retorno ao Paraíso.

Levem Minhas Palavras em seus corações para que possam florescer e para que Meu Amor Imaculado invada  suas essências.

Agradeço-lhes.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

 

Madre Shimani: Agora vamos permanecer em silêncio por um instante para refletirmos sobre o momento que vivemos.

 

Passados alguns minutos, Frei Elias faz um relato sobre o que aconteceu durante o trabalho de sintonia e sobre a Aparição.

 

Frei Elias: Hoje, a Divina Mãe chegou antes do previsto.

Ela usava uma túnica rosa e um manto azul profundo.

Segurava em Suas mãos um rosário muito grande de contas que se estendia além dos pés.

Quando apareceu, estava em profunda contemplação.

Em silêncio, fez com que o Céu, de onde provém, aproximasse de nós.

Nesse silêncio, Ela ia preenchendo nossas almas com Sua Paz e Seu Amor.

Enquanto transmitia Sua mensagem, a Mãe Divina trabalhou com todas as almas da nação argentina.

Em Sua Voz percebia-se um  profundo Amor, Voz doce e forte que invadia profundamente a alma.

Essa voz penetrou toda a região, particularmente a zona de Luján.

Ela disse que estava especialmente agradecida pela existência deste Santuário Mariano aqui em Luján, e convidou-nos, internamente, a considerar como irmãos todos os peregrinos e todos os que não são peregrinos, mas que chegam até aqui.

Como sempre, perguntamos à Mãe o que Ela queria de nós e Ela nos disse que queria que fizéssemos algo pelos Centros Marianos onde Ela está presente, e nos entregou uma pauta de oração para colaborar com os planos que tem para o mundo nestes tempos.

Pediu-nos para fazer uma oração mundial que sustentasse todos os Centros Marianos, por um período, cuja extensão não precisou,  em um mesmo dia e em um mesmo horário.

Assim, Ela nos colocou num exercício de fraternidade. Então nos disse:

“Queridos filhos, se todos vocês orarem por Meus Centros Marianos, Eu poderei interceder por todos aqueles peregrinos que têm fervor e fé, por todos aqueles que chegam a esses Centros Marianos.”

Hoje, no momento da Aparição, Ela mostrou-nos uma cena e disse: "Olhe para a árvore".

E fazendo o que Me pedia, respondi: “Não vejo nada, Mãe.”

"Espere, espere um pouco", disse ela.

Com as mãos juntas, irradiou para baixo, em direção à árvore, que se transformou em uma árvore branca, da qual brotaram rosas.

Nós lhe perguntamos o que significava tal símbolo e Ela disse:

"Como já tenho o Santuário em Luján, quero que construam aqui uma gruta para que todos os peregrinos possam vir a este lugar para orar.

Dentro dessa gruta, colocarão Nossa Senhora das Graças.

Assim, todos saberão que Eu estive aqui hoje e que também aqui poderão encontrar-Me."

Essa mensagem foi enviada para a proprietária deste imóvel; é algo entre ela e a Virgem.

Por último, deixou-nos mais uma pauta, um último pedido.

Disse-nos o seguinte:

"Lembram-se de que lhes pedi que peregrinassem ao Santuário de Aparecida no Brasil?

Da mesma forma, peço a todos os Meus Filhos da Argentina que peregrinem ao Santuário aqui em Luján.

Cada um saberá quando e quantas vezes poderá  fazê-lo nestes tempos."

Dentro desse pedido fez um pedido especial:

"Orem por todos os peregrinos que vêm aqui, para que Meu Coração possa interceder.

Há muita dor em muitos deles e vocês podem ajudar-Me nisso. "

Além disso, no início da oração nos fez uma observação, dizendo:

"Quero que  amanhã dediquem mais tempo a Minha chegada.

Quero que todos os Meus filhos descansem e se preparem para Me receber.

Vou esperá-los no Templo.”

Nós Lhe perguntamos qual era esse o Templo ...

"O que estão construindo."

Nesse momento, a Mãe Divina ergueu Sua Mão direita e apontou para a tenda onde acontecia o Encontro de Oração.

"No templo que estão construindo ali.

Lá Eu os esperarei às17h. "

Obrigada a todos.


  - Fim da Aparição -