Segunda-feira, 26 de março de 2012

Aparição Extraordinária

 

Respondendo ao pedido da Mãe Divina, iniciamos a procissão às 8h30 para poder começar a oração às 9h. Reunimo-nos, cerca de duas mil pessoas e, ao chegar aos pés do Cristo Redentor, começamos a orar para colaborar com Nossa Mãe Celestial.

Depois de uma hora de oração, Sua energia aproximou-se de forma notória até que, em determinado momento, a Aparição começou.

 

Frei Elias:  Vamos orar uma oração que a Mãe Divina transmitiu, uma oração muito simples, enquanto nos dirigiremos ao lugar onde Ela se encontra. Permaneceremos em oração enquanto nos mobilizamos, até que Ela indique e comece a transmitir Sua mensagem. A oração é a seguinte:

 

Sacratíssimo Coração de Jesus,
eu confio em Ti.

 

Enquanto todo o grupo ora, Frei Elias e Madre Shimani, junto a outros irmãos que colaborarão na Aparição, deslocam-se, entre o público, até o lugar por Ela indicado.

 

Frei Elias:  A Mãe Divina diz:

 

Mensagem para o dia 26 de março de 2012

 

"Obrigada por terem respondido, mais uma vez, ao Meu chamado. Eu estou agora com cada um de seus corações. Por isso, para este dia, queridos filhos, Eu lhes trago a presença de Meu Filho, uma forma simples de poder vivê-Lo e presenciá-Lo em seus corações, em suas vidas e, o mais importante, em suas famílias.

Fortaleçam-se, queridos filhos, não só através da oração, mas penetrem o Coração de Meu Filho, para que Ele possa resguardá-los e protegê-los nesta hora de provas. Se caminharem junto Comigo, queridos filhos, Eu sempre os levarei em Minhas mãos, os abraçarei forte e os elevarei até o Reino em que Cristo se encontra. Antes que Ele retorne, seus corações já deverão estar preparados, não só no perdão, mas também no amor, na reconciliação entre vocês.

Hoje lhes trago, queridos filhos, a presença da Glória do Pai, para que possam converter seus corações em uma chama pura que seja viva e resplandecente diante de Meu Coração. Eu aceito suas ofertas, por isso abram seus corações, não só para sentir Meu Coração, como mais ainda para que Minhas palavras se aprofundem em suas almas e façam surgir o templo interior, aquele que devem sempre buscar, sobretudo nesta hora de mudanças.

Queridos filhos, aceitem viver no Templo de Deus, Ele os necessita ali e ali Eu poderei buscá-los a qualquer hora do dia; porque Eu os verei em oração, não só por suas famílias, mas também por todas as crianças, anciãos e enfermos, e também pelo mundo que necessita de paz, que necessita conversão. Por isso Eu lhes revelo, queridos filhos, que a conversão em cada um de seus corações já começou.

Comecem a viver de verdade para que a pureza possa emergir, aquela pureza que hoje Eu lhes entrego por amor e redenção para cada uma de suas vidas. Aceitem viver em Meu perdão, queridos filhos, para que suas famílias possam reconciliar-se e sentir a presença de Meu Coração como um emblema de paz em cada um de seus lares, em todas as cidades e, especialmente, no mundo.

Aqueles que ainda não escutam, têm tempo; por isso Eu os convido a estar em oração, a viver uma oração do coração, a fim de que o Céu possa responder; não só através de Minha presença sobre o coração deste mundo e da humanidade, mas também através da presença de Deus. A presença de Deus necessita afirmar-se em seus corações para que cada um encontre o caminho que Ele está revelando a vocês, através de Mim e de Meu Imaculado Coração.

Se vocês se consagram a Mim, muitas almas mais se consagrarão e Eu poderei dizer que Meu Coração está triunfando em um tempo de purificação. Purificação que o mundo viverá pela Lei de Deus para a redenção de todos os corações e, sobretudo, de Meus filhos, aqueles pequenos que vocês chamam “Reinos”. Todos estão em processo de redenção, por isso aceitem Minha chama misericordiosa, para que unidos a Mim encontrem a paz, o amor e a reconciliação que será necessária para o perdão de Deus e para apagar o passado.

Assim poderão nascer, Meus filhos, como novas almas que contemplam ao Pai nesta hora de transição, quando os Céus se aproximem mais da Terra e todos os anjos que pertencem a Deus ajudem o mundo, auxiliem os corações, todos os que necessitam e todos os que se afastaram muito de Meu Coração maternal.

Oremos, queridos filhos, por todos aqueles que agora necessitam da Luz para poder prosseguir. Agora abro Minhas mãos, estendo Meus braços para receber suas orações. Meu coração escuta e Minha voz ressoa como um eco profundo em cada uma de suas vidas”.

 

Todo o grupo ora “Ave Luminosa”.

 

Frei Elias: Para honrar a presença de Nossa Mãe, vamos entoar juntos o cântico “Ave, Ave Maria”.

 

Todos entoam o cântico.

 

Frei Elias:  A Mãe Divina diz:

 

Amados filhos, que um pedaço do Céu fique perpetuamente em seus corações.

Grata por responderem ao Meu chamado.

A Paz do Pai se aprofunde em seus corações, para que eles se abram e conheçam a luz eterna que Eu lhes trago por Amor e por Verdade. Amém.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

 

Madre Shimani:  Vamos todos cantar “Ave Luminosa”.

 

- Fim da Aparição -

 

Madre Shimani:  Agora Frei Elias vai fazer um relato sobre o que se passou durante o trabalho.

 

Frei Elias:  Antes da Aparição, surgiu um sinal no céu. Estava lá a imagem do planeta, em um tamanho pequeno, com manchas em várias partes. Em certo momento apareceu um grupo de anjos que rodearam o planeta. Sobre o planeta havia um cálice. Depois surgiram dois anjos, cada um levando um cálice, no total de três cálices. Esses três cálices eram derramados sobre a Terra. Continham uma água transparente que banhava o planeta. Nesse momento os anjos retiravam as manchas do planeta com suas mãos.

Logo veio a Aparição, que foi bem forte. Ela se apresentou como a Rainha da Paz, e também veio com uma surpresa espontânea e inusitada. Quando apareceu havia um sinal atrás d´Ela. No mais alto do Céu apareceu Cristo, como o Sagrado Coração, começando a projetar Sua Luz sobre os presentes e sobre a cidade. Nesse momento, foi formada uma triangulação: uma pomba representando o Espírito Santo, sob a pomba estava Cristo e, abaixo d´Ele, a Mãe Divina.

Mas, depois, a Mãe Divina Se elevou e colocou-Se à direita de Seu Filho, dizendo-nos: “Meu Filho Me concedeu uma Graça especial para hoje, porque Meu Filho é uma parte de Deus”. É por isso que Ela Lhe respondia e obedecia-Lhe. Nesse momento disse que essa Graça especial era poder aproximar-se um pouco mais de Seus filhos desta humanidade. Por isso Ela desceu, aproximando-Se do lugar onde estávamos transmitindo a Aparição.

Antes que Ela comunicasse Suas palavras, manifestou um escudo em seu braço esquerdo, movendo-o da direita para a esquerda. Nesse escudo estava impresso um símbolo: uma cruz cristã de prata e a letra M, como no dia de ontem; o símbolo do escudo se manifestava poderosamente.

Então, a Mãe fez desaparecer o escudo e começou a contemplar-nos e a orar silenciosamente. Às vezes, baixava Seus olhos para nos olhar e o fazia com muito amor; e, como disse, trouxe um pedacinho do Céu que foi colocado sobre todos.

Obrigado.

 

Madre Shimani:  Parece que isso não termina aqui, porque esta noite nos reuniremos na Colina das Aparições para esperar a Mãe Divina.

Hoje, a pedido d´Ela, inauguraremos o Campanário da Colina.

 

***