Sexta-feira, 20 de março de 2020

O Sagrado Chamado
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO, DURANTE O SAGRADO CHAMADO, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Minha Graça nunca se acaba para os corações que são esforçados. Por isso, hoje lhes trago Minha Graça através desta chuva que banha esta Comunidade, para que possam testemunhar fisicamente que, nestes tempos, Eu estou presente com vocês e com o mundo.

Hoje reúno-os todos ao redor do Cenáculo do Meu Sagrado Coração e trago a vocês uma oferta sincera e profunda para suas vidas.

Hoje trago entre Minhas Mãos a dolorosa Coroa de Espinhos de seu Mestre e Senhor, Coroa que seu Redentor oferece a cada um de vocês, para que vivam esta Coroa junto Comigo, em sacrifício e em rendição, por tudo que ocorre no mundo, por todas as almas que Me negaram, por aqueles que ferem Meu Coração.

Mas nunca lhes entregarei um sacrifício maior do que o que Eu vivi, naquele tempo, por cada um de vocês.

Esta é a Coroa que Eu lhes ofereço, a Coroa que os transformará, que os redimirá e que os fará compreender, espiritualmente, o significado de estar Comigo neste tempo, sob a Luz da Minha Graça e da Minha Misericórdia.

É por isso, companheiros, que enquanto ofereço esta Coroa a cada uma de suas almas, o precioso Sangue do seu Mestre e Senhor se derrama sobre o mundo, através dos Sagrados Cálices que os anjos recolheram durante o tempo da Cruz.

É dessa forma que uno um tempo a outro tempo e que, sob a onipresença de Deus, sob a onipotência do Seu Espírito, sob a Glória de Sua Presença, derramo os códigos de que necessitam hoje para terminar de purificar suas vidas e consciências, para que, finalmente, sejam o modelo espiritual e serviçal que Deus espera.

Mas isso não será logo. O mundo ainda deverá viver muitas provas, como a que vive no tempo atual em que a frustração e o medo abarcam a consciência humana, em que a consciência não encontra saída; porque chegou a hora de que, pelos méritos do poderoso Sangue do seu Mestre e Senhor, as almas se rendam para que possam redimir-se e consagrar-se definitivamente ao Plano de Deus.

Chegou a hora de que o mundo aprenda a olhar para Deus, a buscá-lo dentro do coração e da vida, a perceber e dar-se conta de que muitos não escutaram a mensagem do Céu.

Através do sacrifício desta Coroa que ofereço hoje aos Meus companheiros, a todos os que escutam, a todos os que foram fiéis ao Meu Sagrado Coração, é que Eu poderei entregar uma anistia para toda a humanidade, neste momento que a raça humana vive, diante das provas que enfrentará e transitará.

Necessito, companheiros, fazer valer os méritos da Minha dolorosa Paixão no tempo atual. Por isso, para as próximas semanas, poderão reviver a Paixão do seu Senhor com outro grau de consciência e de discernimento, para que essa dolorosa Paixão continue sendo a chave e a porta que se abre para a redenção de todo o Universo, até que seu Mestre retorne à humanidade, no momento culminante e difícil da raça humana.

Por meio do sacrifício e da rendição que poderão viver através da Coroa Espiritual que seu Mestre e Senhor lhes oferece hoje é que suas almas e seus Anjos da Guarda justificarão diante de Deus, por todos os erros cometidos, pelos que estiveram próximos de vocês e por todos os que estão no mundo, persistindo na infidelidade, na falta de transparência e de consagração a Deus.

Ofereço esta Coroa Espiritual para que suas vidas sejam a justificação perfeita diante da Justiça do Pai Eterno, para que Ele conceda ao mundo um tempo maior de Misericórdia, de Paz e de Redenção, de forma urgente e imediata, para todos os seres que necessitam. 

Através da Minha dolorosa Paixão, poderão levar sobre suas cabeças a dolorosa Coroa Espiritual do seu Mestre e oferecerão suas vidas nos Altares de Deus, como um meio e um caminho perfeito para conceder ao mundo a grande Graça de que necessita neste tempo final.

Hoje a Chuva da Minha Graça lava suas consciências, purifica seus corações, neutraliza suas mentes e harmoniza seus mundos internos, enquanto Eu trabalho com o mundo inteiro, nesta hora e neste momento em que as forças do caos, do medo, do pânico e da frustração estão soltas sobre a Terra, e a grande guerra final entre o Céu e os infernos se estabelece.

Sejam conscientes disso. Vivam a tensão ardente, na vibração da neutralidade e no amor profundo que pode nascer e emergir de cada um de seus corações; porque, enquanto esta batalha recém começa, tudo está permitido, e ninguém ficará para trás, sem saber a verdade e sem ter a oportunidade de estar consciente e treinado para também enfrentar sua própria batalha interior.

Mas se hoje Eu lhes ofereço a Coroa dolorosa do seu Senhor é porque vocês já transitaram por outras provas mais difíceis que, com esforço e determinação, aprenderam a superar em Meu Nome.

Mas não tenham medo. No momento mais agudo dessa batalha interior e planetária é que a Luz do Espírito Santo e dos Santos Arcanjos emergirá do fundo do abismo para salvar as consciências que foram arrastadas pela ilusão, mentira e  engano do Meu inimigo.

Por isso, através desta Coroa que lhes ofereço hoje, estarão Comigo em rendição e, conscientemente, viverão sua rendição até os limites do seu ser, sem deixar de receber a Misericórdia do Meu Coração.

Esta mesma Coroa Eu ofereci aos apóstolos, e hoje a ofereço aos apóstolos do Novo Tempo, que são todos vocês, assim como Minha Mãe, espiritualmente, ofereceu esta mesma Coroa às santas mulheres, para que fossem esposas fiéis do seu Redentor na consagração e no matrimônio espiritual que cada alma pode viver Comigo.

Construam, companheiros e almas Minhas, esse matrimônio espiritual Comigo, porque ali estará Meu Amor em vocês e vocês estarão em Meu Amor, e ali estará a Unidade de Deus; estarão na segurança e na proteção necessária e viverão essa aliança que tanto esperam e aspiram, e que Meu inimigo, por todos os meios, quer impedir e interferir.

Mas é nessa batalha interior que cada um está vivendo, assim como o mundo vive hoje a batalha planetária, que suas almas, corações e vidas se confirmarão e vencerão em nome do Amor, do Amor do seu Senhor, em nome de Jesus Cristo.

Não desistam, não se deixem cair, fortaleçam-se em Minha Presença e na Adoração Eucarística que Eu lhes ofereço; porque poderão cair, assim como Eu caí por vocês, para salvá-los e redimi-los. Mas Minha Mão está aqui, estendida para vocês, para cada coração deste planeta, para que possam levantar-se e escutar que Eu estou aqui, e Eu escutar de vocês: "Jesus, confio em Ti".

Eu não permitirei que nada de mal lhes aconteça, mas dependerá de vocês, de cada um de vocês, que isso possa cumprir-se, porque Eu posso interceder até um nível da Lei;  e devo cumprir a Lei por toda a eternidade.

Nesta chuva de Graça que hoje lhes trago e, através desta mensagem que hoje lhes entrego, convido-os à persistência, à fé e à renovação, porque por meio deste encontro, venho renovar suas almas, fortalecer seus compromissos para que simplesmente vivam a Vontade do Criador.

De uma forma muito íntima e espiritual, ofereceremos esta Comunhão, e reviverão Comigo, nesta Quaresma, a dolorosa Paixão do seu Senhor, da mesma forma que hoje suas almas são oferecidas aos poderosos Altares de Deus, por aqueles que não se oferecem, que não se entregam e que não se deixam amar.

A finalidade de tudo isso é que se curem interiormente e que sintam a alegria de encontrar-se sempre Comigo, depois de tantas provas e quedas, mas fortalecidos pela fé, pela Comunhão com Meu Corpo e com Meu Sangue, pela Adoração, pela confissão interior e pela Graça que hoje se derrama sobre o mundo inteiro.

É assim que estamos preparados para realizar este oferecimento nos Altares de Deus, porque escutei atentamente cada uma de suas almas e consciências, em confissão espiritual e interior.

Que a dolorosa Paixão do seu Senhor, neste momento de oferecimento, justifique os erros do mundo e das almas que envergonharam o Meu Espírito.

Eu lhes confio Minha Vida, assim como vocês confiam suas vidas a Mim, para que estejamos em matrimônio espiritual, perpétuo e eterno, até que se cumpra a Vontade Divina. E hoje coloco suas almas, corações e vidas diante do cenário da Última Ceia.

E rodeado pelos anjos, em eterna súplica, recordamos aquele sagrado momento em que, depois de ungir os apóstolos, de purificá-los com a Água de Vida, reuni-os, como hoje reúno vocês e todos os que escutam em qualquer parte do planeta, para dizer-lhes que continuem confiando em Mim e para fazer-lhes recordar, neste momento, o maior mistério de Amor, de toda a Criação, pela humanidade.

Como há mais de dois mil anos, hoje volto a tomar o pão entre Minhas Mãos e o ofereço ao Pai em reparação e justificação por todos os erros cometidos, para que seja transubstanciado no Divino Corpo de Cristo. E, assim, ofereço-o a vocês, dizendo-lhes: "Tomem e comam, porque este é o Meu Corpo, que foi e é entregue pelos infiéis para a remissão dos pecados".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te. (3 vezes)

Amém.

Da mesma forma, elevo o Cálice da redenção e o ofereço ao Pai por cada um de vocês e pelo mundo inteiro. E este vinho é transubstanciado para o perdão dos pecados. Assim, ofereço-o a vocês, dizendo-lhes: "Tomem e bebam. Este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que é derramado até os tempos de hoje por seu Senhor, para o perdão dos pecados. Façam isso em minha memória".

Louvamos-Te, Senhor, e bendizemos-Te. (3 vezes)

Amém.

Unidos neste momento ao mistério do Amor de Jesus, e por todos os méritos que Ele alcançou até depois da Sua Ascensão, unidos à Sua Presença eterna e sublime, com a força de todo nosso coração e alma, pela humanidade, o planeta e todos os Reinos da Natureza que padecem e sofrem neste tempo, rezemos juntos o Pai Nosso, em oferecimento, para consumar esta consagração do Corpo e do Sangue de Cristo.

Pai Nosso. (em português)

E agora Nosso Senhor pediu para orarmos um Pai Nosso em inglês.

Pai Nosso. (em inglês)

Anunciamos a Paz de Cristo na Terra.

A oferta que foi realizada por cada um de vocês foi aceita pelo Criador. Quero que saibam e que recordem para que, quando necessitarem, realizem o mesmo exercício, como o fizeram hoje na Minha Presença, em simplicidade e amor.

É assim que a Terra se redimirá e se transformará.

E antes de deixar este mundo, quero terminar este encontro com vocês dizendo-lhes que senti em Meu Coração o desejo ardente das almas boas e caridosas, devotas e adoradoras, de que Eu esteja presente durante a Sagrada Semana.

É por essa razão que, com a autoridade que Meu Pai Me concedeu, estarei com vocês duas vezes, em abril e em agosto, sendo que agora, em abril, estaremos juntos por este meio, como neste momento. E em agosto, sob a Graça de Deus e de todas as suas orações, todos estaremos reunidos aqui para celebrar a última Sagrada Semana.

É assim, companheiros, que de 5 a 12 de abril nos encontraremos aqui, em oração, e vocês, de suas casas, também orando pelo mundo e por esta situação planetária. E Eu prometo entregar-lhes Minhas Palavras para que aprendam, nesse momento, apesar da distância, a comungar Comigo espiritualmente, porque esse momento chegará e, a Comunhão espiritual é tão válida quanto o Sacramento da Eucaristia.

Mas, se vocês, das suas casas, durante esses dias de abril, estiverem unidos a Mim como neste momento, Eu também estarei ali com cada um de vocês, com suas famílias, com seus grupos de oração, em cada uma de suas nações, compartilhando a Paixão do seu Senhor e renovando novamente cada um dos seus votos para que, dessa forma, durante o mês de agosto, voltemos a encontrar-nos e a celebrar a consagração de suas vidas ao Meu Sagrado Coração.

Aceitam este chamado?

Sim!

Eu escutei do outro lado do mundo.

Mas desta vez, Eu não necessito de grandes cenários. Necessito dealgo simples, como hoje, para que suas almas possam submergir no oceano da Minha Misericórdia durante os dias de abril.

De 5 a 12 de abril nos encontraremos, e Me encontrarei com cada alma e com cada orante através deste meio de comunicação e, desta mesma forma, para que oremos juntos pela importantíssima Misericórdia de que a humanidade necessita para aprender a superar suas provas e dificuldades, as provas que se aproximam.

Antes de ir-Me, quero agradecer, neste momento, o trabalho de Adoração que está sendo oferecido por todos os adoradores e pelos adoradores ainda não consagrados, que terei a alegria de consagrar no mês de agosto, quando estarão mais fortalecidos para viver essa tarefa silenciosa Comigo, na busca incessante de trazer a paz e a harmonia à humanidade.

Agradeço todas as adorações que são oferecidas e convido os que não se aprofundaram na Adoração Eucarística que o façam. Bebam da Minha Presença silenciosa, e o inimigo não os encontrará.

Abençoo-os todos, todos os presentes, todos os que escutam, porque esta noite senti a verdadeira presença interna das almas que ainda lutam pela sua transformação e redenção.

Que a Luz da Graça os preencha e os abençoe.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Peço, para terminar, uma música que deleita Meu Coração, que traz sossego à Minha Alma e que Me motiva, apesar de tudo que vejo, a retornar aqui, de onde posso dar ao mundo a Minha mensagem.

A canção se chama "Isso que sou, isso Te dou".

Agradeço-lhes.