Aparições de Cristo Jesus

abr

17

Quarta-feira, 17 de abril de 2019

Sagrada Semana
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO,  DURANTE A SAGRADA SEMANA, 4º DIA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, TRANSMITIDA AO VIDENTE  FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Os postulantes a adoradores, por favor, aproximem-se, aos pés do palco, a pedido do Nosso Senhor.

O Senhor pede que tragam aqui os lenços e os broches da Ordem, para deixá-los aos Seus Pés, e todos que puderem se ajoelharão pelo tempo que conseguirem, em quietude.

As pessoas de mais idade não se ajoelharão, disse o Senhor.

Os que se ajoelharem o farão pelos que não podem e pelos que não estão aqui, ante a Minha Presença.

Sigam-Me. Tirem as cadeiras do palco, por favor.

Estamos preparando, diz Nosso Senhor, uma Cerimônia Eucarística e, antes de receber o Sagrado Sacramento, adoraremos e contemplaremos o Mistério de Amor presente na Eucaristia.

Meu Corpo, vivo e presente na Eucaristia, fez-se presente ao longo dos tempos e das gerações, e ainda mais presente e mais vivo através de todos os que o adoram.

Fiz milagres eucarísticos, a pedido do Meu Pai Celestial, para que a humanidade pudesse crer que Eu Sou o Redentor, que vem ao mundo de tempos em tempos para trazer a redenção aos homens e às almas.

É esse milagre vivo na Eucaristia que se repete de tempos em tempos e tenta penetrar e refletir-se no coração dos seres humanos para que os homens na Terra representem a Cristo, vivo e resplandecente na Eucaristia, nos altares da adoração.

Hoje esse mistério de Amor torna a repetir-se e a apresentar-se ante vocês, porque o tempo o necessita, e a humanidade também necessita, sabendo que, sem a revelação desses mistérios que estão escondidos na Santa Eucaristia, a humanidade não poderá prevalecer no fim dos tempos e tampouco atravessar o fim dos tempos, devido a tudo que acontece hoje no mundo, de forma injusta e desequilibrada.

Por isso Eu Me faço presente nos altares de todas as igrejas, para que a Minha Igreja Celestial desça à Terra, preencha os corações, vivifique o espírito de cada ser e entre em comunhão eterna com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Por isso, venho entregar-Me a vocês novamente na Eucaristia. E ao entregar-Me a vocês, companheiros, entrego-Me de novo à humanidade, ao planeta, às nações e aos povos, ainda que não conheçam quem é o Cristo.

Mas é na essência da vida que o Plano de Deus se realiza. São as suas essências mais profundas, os seus espíritos que recebem o Espírito de Deus por meio dos impulsos de luz que a Santa Eucaristia traz às almas.

Elevem seus corações nesta hora. Coloquem diante dos Tronos de Deus cada uma de suas súplicas para que algum dia, por meio da fé e da confiança em Deus, representem o Filho do Pai na Terra mediante o exercício tão importante da adoração, que estabiliza as energias, que evita as catástrofes do mundo, que os afasta e os protege de todo mal, que os eleva em consciência e em espírito, que lhes traz sabedoria e discernimento, que lhes concede a Paz e o Amor de Deus e a comunhão interna com o seu Anjo da Guarda.

O Dom mais importante que Deus lhes entrega através da adoração é o Sacramento da Reconciliação. Porque Deus sabe, companheiros, que os homens e mulheres da Terra são frágeis diante das provas e das tentações.

Mas a fortaleza que vocês podem alcançar pela adoração ao Meu Corpo Eucarístico é o que sempre lhes permitirá elevar os olhos ao horizonte e encontrar nesse horizonte de amor a Minha Presença pura e imaculada.

Eu venho entregá-los ao Meu Pai por meio desta cerimônia eucarística, porque é o tempo da renovação, da confiança em Deus e do estabelecimento da fé, que fará despertar em vocês os talentos que Eu coloquei em seus corações através da Minha Palavra e do Meu Evangelho para toda a humanidade.

Hoje estamos às portas da Última Ceia. Estamos fora da casa de Deus, mas bem próximos da Sua Consciência, para nos prepararmos, de maneira consciente e verdadeira, para o grande Milagre de Amor presente na Eucaristia e no Sangue de Cristo.

Hoje, suas almas estão ante as portas do Templo da Adoração de Deus, lugar onde os anjos e os santos vivem em comunhão eterna com o Pai Celestial.

Hoje, uma chama de Luz se acende em seus corações para permitir a elevação da consciência, para aproximar-se das nossas dimensões superiores, deixar a superficialidade destes tempos e encontrar dentro de si, dentro de cada um de vocês, o que é verdadeiro.

É por isso que hoje venho aqui, companheiros, como o Senhor da Eucaristia e como a própria Eucaristia, presente na forma espiritual da Divindade luminosa de Cristo, de onde os Dons de Deus se expandem ao mundo e as almas recebem a Graça da recuperação, da reabilitação e da redenção, como dignos filhos de Deus.

Começaremos esta cerimônia em que novos postulantes afirmarão em suas vidas a adoração ao Meu Coração Eucarístico e receberão sobre os seus peitos o broche do Espírito de Deus, representado pelo símbolo desta Ordem, para que a chama do Espírito Santo sempre se acenda em vocês nos momentos mais difíceis e culminantes das suas vidas, para que nos momentos de maiores provas e de tribulação tenham total confiança e absoluta fé de que sempre Me encontrarão presente na Eucaristia, ante a Face Sagrada de Deus, que Se entrega ao Seu povo em Amor incondicional e em Espírito.

Por isso, companheiros, alegrem os seus corações neste dia de renovação para que, consagrados pelo Espírito e a Dignidade eucarística de Cristo, amanhã, quinta-feira, entrem no Templo da adoração de Deus para celebrar pelo mundo e pela humanidade a Sagrada Eucaristia, a instituição do Legado Divino de Deus à humanidade e ao planeta, preciosamente presente na Arca da Santa Aliança.

O Mestre pede dois Menorás.

E ante as portas do Reino de Deus nos elevaremos em espírito para esta sagrada cerimônia em que o Espírito Santo os impulsionará a viver, de forma incansável e imediata, a adoração ao Corpo Eucarístico do Seu Mestre e Senhor.

Ponhamo-nos de pé.

As Madres que estão encarregadas dos postulantes podem vir aqui.

Senhor do Universo e da Terra, Fonte e Princípio de toda origem, ante as portas do Teu Templo, por meio da Graça do Coração do Teu Filho, acende nas almas  o propósito do Teu Amor, presente, vivo e eterno na Eucaristia. Amém.

Batiza as almas com o Teu Espírito e renova com a Tua Luz tudo o que tocares. Amém.

Unge com a Tua Divindade, Senhor, os que precisam de cura, amor e perdão. Que assim seja.

Chegou o momento de a humanidade reverenciar conscientemente a Deus e de que nestes segundos que passarão, a Divina Graça, a Fonte insondável de Misericórdia, na Presença eucarística e viva do Filho de Deus, irradie-se ao mundo e aos que mais necessitam.

Ajoelhemo-nos.

A pedido do Nosso Senhor realizaremos uma adoração mundial para que os Códigos de Vida de Cristo, o Universo eterno do Seu Amor, chegue ao mundo inteiro, aos cinco continentes e a todas as nações.

Em oferenda, prostramo-nos ante o Pai Celestial e agradecemos pela Sua Presença neste lugar.

Escutaremos o instrumental "Pater Noster" para que os anjos do Universo, por meio desta adoração, elevem ao Céu as súplicas dos filhos do Pai.

Cada um de nós, neste momento, faça a sua oferta ante o Coração Eucarístico de Jesus, o Corpo Glorioso e Divino do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém (em português).

Enquanto os Céus se abrem, peçamos a Deus pela redenção da humanidade e pelo perdão de todas as faltas cometidas, através dos méritos alcançados pelo Coração eucarístico de Jesus, desde o Seu nascimento até a Sua ascensão aos Céus.

Oração do Anjo da Paz (em português).

Reverenciemos e agradeçamos.

E começaremos a escutar, como oferenda, o "Pater Noster" cantado.

E ainda ante a Presença do Nosso Senhor, procederemos, respondendo ao Seu pedido, à consagração dos que se postularam como adoradores e fizeram a experiência nos últimos seis meses.

Depois desta consagração, procederemos, junto ao Nosso Senhor, à celebração da consagração da Eucaristia.

As Madres que estão responsáveis, por favor.

Os irmãos que finalizaram os seis meses de experiência como adoradores.

E, juntos, agradeceremos a Jesus.

Oração: Pai Celestial que a todos conduzes... (em português).

Queridos companheiros, agora adoradores do Meu Coração Eucarístico, que o Pai Celestial os abençoe no compromisso desta Sagrada tarefa.

Que através da adoração ao Coração Eucarístico do Filho de Deus, e por meio dos seus exercícios, possa descer à Terra o Reino de Deus.

Abençoo-os em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Podem ir em paz.

E agora, chegamos ao momento mais importante.

Os que puderem, ajoelhem-se.

Hoje torna-se a reviver o Sacrifício do Cordeiro, e Ele expressa o Amor que tem pelos Seus filhos: "Tomem e comam todos d'Ele, porque este é o Meu Corpo que se entrega aos homens para o perdão dos pecados".

Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

"Tomem e bebam todos d'Ele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, que é derramado pelo Seu Senhor para a remissão das faltas. Façam isso em Minha Memória."

Oração: Pai Nosso (em português).

Este é o Corpo e o Sangue de Cristo. Bem-aventurados os que são chamados a servir-se deste Sacramento para poder entrar, assim, na Sua Igreja Celestial. Amém

Hoje Me entrego na forma luminosa da Eucaristia para que as almas possam reconhecer-Me neste tempo crucial em que, em verdade, estou presente e vivo na Eucaristia, e cada vez que ingresso em vocês, vocês comungam de Deus e comungam do Meu amor para viver o seu tempo de redenção e de conversão em unidade ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Pelos méritos da Paixão e da Morte do Seu Senhor, nesta tarde de Glória, vocês já estão preparados para ingressar no Templo da Adoração de Deus no dia de amanhã, quinta-feira, para celebrar junto ao seu Mestre e Senhor o maior testemunho de Amor de todos os tempos, o legado do seu Redentor.

Eu lhes dou a Paz para que sejam a Paz, para que vivam a Paz, para que compartilhem a Paz com os seus semelhantes e para que esta Paz chegue ao mundo inteiro, especialmente onde haja muitos mais conflitos.

Abençoando o mundo do horizonte de Deus, elevando a Minha Mão sobre toda a humanidade, Eu os abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Em nome da verdade e da justiça, da compaixão e da Graça Divina, em nome de Jesus, vocês se darão a saudação da paz.

Agradeço-lhes.

abr

16

Terça-feira, 16 de abril de 2019

Sagrada Semana
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO DURANTE A SAGRADA SEMANA, 3° DIA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

"Adoramos-Te, ó Cristo, e bendizemos-Te, que por Tua Santa Cruz redimiste o mundo." (três vezes) Amém.

Deixa-Me entrar pela porta do teu coração, e poderei transformar completamente a tua vida. Enquanto espero do lado de fora, perto do teu coração, medita por um instante sobre o que significou a entrega e a Paixão do teu Senhor e cada padecimento vivido e sofrido por ti.

Deixa-Me falar ao teu coração, porque aí se guarda o maior tesouro de Deus, onde algum dia poderá surgir a cura para a tua vida e a redenção da tua consciência, tão esperada por nosso Pai Celestial.

Abre-te, assim como Eu Me abro diante de ti neste dia, estendendo Meus Braços e Minhas Mãos a ti, para que possas sentir Meu consolo e Meu abraço, a respiração espiritual do Meu Coração, o palpitar do Meu Espírito, que vem ao teu encontro e ao encontro dos teus irmãos para santificar e sublimar tua vida.

Espero que todos possam algum dia repousar sobre o Meu peito, como o Apóstolo João uma vez repousou, no momento mais culminante do seu Senhor, a maior entrega vivida na experiência da Última Ceia.

Por isso, anima-te a abrir-te sem nenhum temor. Venho para sanar teus remorsos, tuas dúvidas e dificuldades, porque se tu Me chamas, hoje Eu te chamo ao Meu encontro, ao encontro espiritual, à comunhão interna e profunda com a Divindade de Cristo.

Deixa o Sopro do Espírito soprar sobre a tua cabeça por meio do pronunciamento de cada uma das Minhas Palavras.

Regozija-te e alegra-te porque a tua redenção está próxima e, assim como o povo de Israel, anunciarás no teu coração o segundo advento de Cristo.

Que, na Páscoa que virá, possas repousar em Meus consolos, na calidez do Meu Amor, na firmeza do Meu Espírito, porque o que necessito é transformar-te, somente, em Meu instrumento para que possas ser um instrumento nas mãos de Deus, para que Ele possa reescrever a história desta humanidade.

Coloca a tua mão sobre o coração e sente a vibração divina que desce através de Mim. Não há mais cruz que possa pesar na tua vida; não há mais desconsolo que possa prevalecer na tua consciência; não há mais culpa que possas sentir, porque a Minha Misericórdia é infinita e incomensurável.

Recebe as Graças do Meu Coração, assim como o Apóstolo João as recebeu na fidelidade da sua presença em cada passo da Cruz e do Calvário, em cada agonia, no momento mais importante do seu Mestre e Senhor no horto Getsêmani, porque, entre os Apóstolos, foi o único espírito que esteve em vigília por Mim.

Hoje te convido, companheiro e companheira Minha, a estar em vigília Comigo neste tempo crucial, para que sempre encontres o Meu caminho, recebas a Minha sabedoria e discernimento para poder enfrentar, nos próximos tempos, grandes decisões que te aproximarão mais de Mim, se meditares e refletires corretamente.

Hoje, como há mais de dois mil anos, entrego-te o Coração que deu a vida por ti, pousando na palma da Minha mão. Este é o Coração ardente que os ama, contempla-os e suplica-lhes: redimam-se, arrependam-se e façam penitência pelos que não a fazem, pelos que não escutam, pelos que estão cegos na vida espiritual.

Agora, estende tuas mãos em recepção, unindo uma com a outra, criando o berço para que o sublime e divino Coração do Senhor repouse. Sente nas palmas das tuas mãos o Amor do teu Senhor, o fogo do Seu Coração, e recolhe-O no teu espírito, estabelecendo a aliança entre o teu coração e o Meu, fortalecendo a comunhão com a Minha Divina Presença.

Hoje é o fogo do Meu Coração que te purifica; hoje é a chama do Meu Coração que te transubstancia; hoje é a vida do Meu Espírito que te traz a vida eterna.

O que mais desejas para a tua existência, se podes estar em Mim onde estiveres? Eu posso estar em qualquer lugar, Sou o Filho do Onipresente e do Onisciente Senhor.

Meu Espírito te traz a cura e a liberação para a tua vida.

Repitamos as palavras que Jesus nos diz neste momento, em união e em comunhão com o Seu Divino Coração:

"Faze-me firme, Senhor, nos momentos decisivos, 
entrega-me a Tua temperança durante as provas mais duras,
fortalece-me com o Teu Amor para as decisões da vida, 
e que eu nunca me afaste de Ti para que possa ver o caminho
que me conduzirá ao Sagrado Templo do Teu Coração.

Amém."

E agora, que estão limpos novamente, celebremos neste dia o encontro com a Graça de Deus para que, fortalecidos pelo Seu Espírito, recebamos a Sua Misericórdia e o Seu Espírito de renovação.

Meu Coração Eucarístico é o maior testemunho de Amor pela humanidade; é este Coração vivo e humilde que hoje transubstanciará os elementos para que as almas vivam a Graça Divina e possam entrar, mediante os sacramentos, na Minha Igreja Celestial.

Ponhamo-nos de pé.

"Senhor, abençoa estes elementos para que sejam celebrados em Tua Honra e pela Tua imensa Glória. Amém."

"Batiza com esta água, Senhor, os que necessitem do Teu Espírito. Amém."

João os batizou com a água da vida. Hoje Eu volto a batizá-los com o Meu Espírito.

Oração: Pai Nosso (em aramaico).

Chegou o momento do grande Amor de Deus ao mundo por meio da transubstanciação dos elementos.

Ajoelhem-se os que puderem.

"Pai, aceita a oferta do Teu Filho, que entregue por Amor à humanidade, hoje volta a entregar-Se ao mundo pela redenção dos pecadores."

E, depois da santa bênção, tomei o pão, dando graças a Deus pelo sacrifício, elevei-o e entreguei-o aos apóstolos dizendo-lhes:

"Tomem e comam todos d'Ele, porque este é o Meu Corpo que é entregue pelos homens para o perdão dos pecados."

Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Tomando o Cálice, dei graças a Deus pelo sacrifício e disse aos Meus Apóstolos:

"Tomem d'Ele porque este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que é entregue ao mundo para o perdão dos pecados. Façam isso em Minha memória."

Elevemos ao Céu nossas súplicas, para que Deus escute com atenção o chamado dos Seus filhos.

Oração: Pai Nosso (em português).

O Corpo e o Sangue Divino de Cristo.

Bem-aventurados são os que se servem deste Sacramento para a redenção da humanidade. Amém.

Enfim, pude entrar em muitos corações, e os corações, por meio desta união, entraram em Mim.

Que a Paz e o Amor de Deus estejam em seus corações, e que esse Amor e essa Paz se propaguem no mundo pela redenção de todos os caídos.

Eu os abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Em fraternidade, vocês se darão a saudação da Paz.

Agradeço-lhes.

abr

15

Segunda-feira, 15 de abril de 2019

Sagrada Semana
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO DURANTE A SAGRADA SEMANA, 2º DIA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Mantenhamo-nos unidos à Presença de Jesus e atentos a tudo que Ele está pedindo-nos neste momento, sabendo que nesta hora de Misericórdia as Portas dos Céus estão abertas na Terra e um momento de solenidade e de quietude se estabelece neste lugar e em todos os corações que se unem a Cristo.

Mantenhamo-nos em estado de adoração e de reverência, contemplando em nosso interior o Sagrado e Glorificado Coração de Jesus, que hoje se expressa no centro do Seu Peito, no símbolo sagrado de uma Eucaristia rodeada de luz e contemplada por sete anjos, anjos alados; acima de Cristo está o Universo do Pai Celestial.

Enquanto no Céu se vive a eternidade, na Terra se constrói o Novo Reino, aquele Reino que Deus uma vez encomendou aos arcanjos, para que pudessem manifestá-lo e expressá-lo em forma de Universos e, depois, de consciências.

Este é o Sagrado Universo de Deus que hoje trago ao seu encontro, em solenidade com o Espírito Santo, que manifesta os Dons de Deus por meio do Verbo Sagrado e da instrução.

Sejam partícipes desta cerimônia, neste segundo dia, com seus corações acesos no Amor de Deus, para que as suas almas possam ir até a Fonte e beber dela e os erros ainda não perdoados sejam perdoados pela Graça do Divino Filho.

Hoje lhes trago a Lealdade de Deus. É a que fortalecerá a sua vida espiritual e o seu caminhar por este planeta. É a que os fará dignos e merecedores da Misericórdia de Deus.

Hoje se abre ante os seus mundos internos a Arca da Santa Aliança, legado que já lhes ditei uma vez e relatei parte das suas revelações.

Hoje ela está aqui, novamente, em espírito, protegida e guardada pelos anjos do Senhor, em nome do seu Mestre e Senhor, do seu Pastor e Redentor.

É hora, companheiros, de conhecerem mais verdades guardadas na Sagrada Arca do Senhor, para que os seus espíritos se enobreçam, suas consciências se elevem e transpassem o umbral da vida superficial para ingressar na vida do espírito.

Estas três velas acesas representam três revelações da Arca da Santa Aliança. Parte delas já foi contada, mas não profundamente conhecida.

Estar diante da Arca da Santa Aliança é como estar diante do Pensamento e do Desejo profundo de Deus, do divino e sublime Pensamento que Deus emanou da Sua Fonte, antes de encomendar aos arcanjos a materialização dos Universos espiritual, mental e material.

Assim, companheiros, muitos de vocês aqui presentes, neste dia de solenidade e de glória, estão ante suas origens, o princípio do Princípio; estão ante a Matriz espiritual de Deus, presente na Sua Consciência Sagrada e no Seu mais alto grau de Divindade.

Os mistérios do Universo imaterial se apresentam na Terra, porque esses mistérios, ainda não conhecidos pelo mundo, foram os mesmos mistérios que atuaram desde o nascimento de Jesus, em Sua vida pública e até o alto da Cruz.

Estão ante o que lhes pertence e ante o que ninguém poderá tirar-lhes, porque é um tesouro espiritual que as suas almas devem aspirar a encontrar neste tempo, em comunhão eterna com o Pai, o Filho e o  Espírito Santo, até que se cumpra em vocês a Sua Santa Vontade.

Não se desconectem do que estão vivendo. Suas almas necessitam muito disso para atravessar o fim dos tempos e para que, cada dia mais, tenham consciência e discernimento.

Apesar do padecimento das Minhas Chagas, nas Minhas Mãos, Pés e Lado, e do Sangue derramado pelo Filho de Deus, fui espiritualmente protegido e amparado, não apenas pela Minha Mãe e as santas mulheres, mas pelo que os anjos recolheram naquele tempo; porque foi esse testemunho de amor vivo, verdadeiro e profundo que hoje Me permite estar aqui para anunciar à humanidade o tempo sagrado das revelações.

Meu Sangue espiritual, convertido e sublimado, entregue e derramado em cada passo da Paixão, foi guardado na Arca da Santa Aliança.

Os anjos acompanharam o calvário do seu Mestre e Senhor. Enquanto os infernos se agitavam, e os espíritos impuros não suportavam a Luz de Deus, o triunfo da Misericórdia e do Amor do Pai estava estabelecendo-se.

No entanto, a Paixão de Jesus foi a consequência, o resultado e a experiência que permitiu, por meio do precioso Sangue, a existência da humanidade até os tempos de hoje, sabendo, desde o princípio da agonia no Horto Getsêmani, o que esta faria e padeceria como consequência dos seus próprios atos. 

Mas nos planos superiores de consciência, onde apenas os que oram de coração podem chegar, era vivida a vitória de Cristo, no triunfo do Seu Amor dentro de cada coração humano.

Esse Sangue que foi derramado e guardado na Arca da Santa Aliança permitiu e concedeu, por meio da Graça Divina, à humanidade destes tempos, a humanidade do fim dos tempos, não perder o seu código genético real, o princípio do Princípio, a origem da Origem que, através dos tempos e dos fatos, trouxe-os até aqui.

O Sangue do seu Mestre converteu os seus erros. Os padecimentos do Redentor sublimaram a consciência da humanidade, enquanto nos planos internos tudo acontecia e se estabelecia conforme a Vontade de Deus.

Hoje, ante os Tronos do Meu Pai, trago aos seus espíritos, almas e corações uma réplica espiritual do Sangue do Cordeiro de Deus para que, por meio da Eucaristia e da Comunhão com o Espírito Santo, suas almas retornem à origem que perderam.

Sei que não compreenderão o que hoje estou lhes dizendo, porque o Universo imaterial não é mental, tampouco concreto. É uma energia que vibra nas mais altas esferas, é a maior raiz de todas as raízes, que dá origem à Árvore da Vida para que, depois, a Árvore Sagrada dê frutos: os filhos de Deus.

Deus pensou em tudo que existe hoje, mas Ele nunca quis o mal. O mal é a raiz da desobediência, mas isso foi convertido e transmutado durante o padecimento do seu Senhor na Cruz, quando os cravos foram enterrados nas Suas Mãos e Pés. A dor que Eu senti por vocês foi indescritível e até os dias de hoje a recordo tal qual a vivi e padeci.

Isso é parte da revelação da Sagrada Arca porque, nesse insuportável momento da Paixão, o inferno foi vencido, as portas incertas foram fechadas e os que haviam morrido depois de Minha Ascensão ressuscitaram para dar testemunho da presença do Filho de Deus.

Através do padecimento do Filho, Deus reescreveu a história da humanidade com a Sua própria Mão e, através da Sua pena de Luz, reafirmou os Mandamentos baseados no Mandamento Maior, de amar a Deus acima de todas as coisas, assim como Ele os ama em perfeição.

Terceira revelação da Arca da Santa Aliança.

Maria, sua Mãe, prostrou-Se no chão. Quando o Redentor foi elevado ao alto da Cruz, os infernos tremeram e as potestades caíram pelo próprio peso.

Enquanto isso, o Arcanjo Miguel, com todo o poder e esplendor de Deus, expulsou dos quatro pontos da Terra os maus espíritos que dominavam os homens. E um despertar profundo de amor e conversão ativou-se nas almas.

Cada gota de Sangue que ainda derramava do Corpo do Filho de Deus era recolhida pelos anjos do Céu através de cálices de luz.

Por isso, esta revelação os ajudará neste dia a não ser tíbios e a renovar o seu compromisso com o Alto, sabendo que todas as suas vidas já estão escritas no Livro Sagrado de Deus, conforme o que foi pensado e meditado pela Fonte. Se essa vontade for alterada, as almas sofrerão suas próprias ações e não se renovarão.

Mas Eu venho converter tudo isso, como seu Redentor e Senhor, seu Mestre e Pastor, para que as suas vidas alcancem a Vontade de Deus, a renovação e a vivência do compromisso.

Tudo que o seu Mestre e Senhor e a sua Santa Mãe viveram na Terra Santa, assim como cada um dos apóstolos, é algo que ainda permanece vivo e que, em Minha Presença, Eu lhes trago para que possam sentir e viver o que tantos seguidores Meus viveram e sentiram naqueles tempos, para que possam recordar e os véus da consciência caiam, para que possam vislumbrar o horizonte de Deus e ver com seus próprios olhos as Suas santas revelações, que são bálsamo de cura, de redenção e de amor para os corações.

Recolhendo a Arca da Santa Aliança, as portas da Igreja Celestial voltam a abrir-se para celebrar a renovação nos corações e na vida das pessoas, buscando incessantemente o despertar da consciência e a vivência da Vontade de Deus, Vontade que os salvará e os redimirá.

Hoje, peço-lhes que estejam vazios, despojados, descalços de si mesmos e aos Pés do seu Mestre e Senhor.

Despojemo-nos. Entreguemo-nos a Deus em total confiança e repitamos as palavras de Jesus, fazendo-as ressoar em nosso coração:

"Despojo-me, Senhor, de tudo o que tenho.
Entrego-me em confiança ao Teu Coração.
Faze-me instrumento em Tuas Mãos.
Renova os tempos e as formas.
Estabelece na Terra o Teu Divino Princípio,
e que eu possa ser uma chispa da emanação 
do Teu Amor, para que tudo seja curado e redimido,
para que, nessa entrega e despojamento total,
eu não tema o fim dos tempos,
a sagrada renúncia e o amor incondicional.
Porque Tu, Senhor, atuarás e obrarás em minha vida,
e tudo se transformará.
Amém".

Ponhamo-nos de pé.

Oração: Sagrado Cálice do Senhor (cantada).

Hoje, diante desta Graça prometida, escutei as súplicas de alguns corações que Me mostraram a sua verdade e o seu esforço e chegaram até aqui, em confiança, para servir-Me.

Hoje congregarei novas auxiliadoras para que revistam os Meus altares com amor e, especialmente, recordem, e nunca esqueçam, o compromisso espiritual que fazem Comigo para sempre. Porque o casamento espiritual Comigo nunca poderá romper-se. É o fio que nos une, de alma a Alma, de coração a Coração, e é a graça que as suas vidas recebem quando tão somente Me servem em simplicidade e em disposição, seja como for.

Necessito aqui das alianças, os véus e o óleo para ungi-las.

Que venham aqui as Minhas filhas que se postularam para esse exercício espiritual.

Arcelina.

Sustentem o que estou fazendo com a força interior que Eu lhes dou e a temperança que lhes entrego.

As demais postulantes podem vir aqui. Venham aos Meus Pés.

Sinto em Meu Coração as súplicas dos que Me pedem, porque não somente o faço por vocês, faço-o pelo mundo e sua conversão.

O Senhor vos abençoa em nome do Pai, do Filho e o Espírito Santo.

Eu vos trouxe aqui porque o Meu Pai Me pediu, pelas vossas almas, as almas de vossas famílias, de muitos que desconhecem e que, nos planos internos, suplicam por amor e redenção.

Tal como as santas mulheres, hoje venho consagrar-vos como Minhas esposas para viverdes em intimidade Comigo o matrimônio espiritual, em nome do serviço, do amor e da entrega a Deus.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María Caridad.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María de la Luz.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, Elena de San José.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María Piedad.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María de Garabandal.

Tu já tens um nome muito belo.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María Pía, em nome de San Pío de Pietrelcina.

Hoje te chamarás, em nome de Nosso Senhor, María del Consuelo.

E tu, que finalmente chegaste a Mim, hoje te nomeio, consagro-te com doçura e amor, María de Yahveh.

Que este véu hoje vos purifique e vos santifique em Cristo. Amém.

Que este óleo vos unja hoje com o espírito da Vida, que é o Espírito de Deus, o Espírito Renovador, que chega ao mundo por meio do Seu Filho, de tempos em tempos.

Sustentem o que estou fazendo.

E agora, vesti-vos como se vestiu Maria, em Sua santa pureza e humildade, para servir a Deus eternamente.

Hoje se cumpre a Minha Vontade. Amém.

Agora chegou o momento final, companheiros, da transubstanciação  dos elementos.

Quem puder, ajoelhe-se.

Naquele tempo, entreguei-Me ao mundo incondicionalmente. E Deus Se entregou a toda a humanidade através do Seu Filho.

Nesse ministério da Igreja Celestial, hoje volto a dizer-lhes: "Comam todos d'Ele, porque este é o Meu Corpo, que foi entregue pelos homens para o perdão dos pecados".

Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

O Sangue do Cordeiro foi derramado no mundo para que no mundo não se derramasse sangue nunca mais. E apesar de hoje  isso acontecer na humanidade e nas nações, bem-aventurados são os que participam da Ceia do Senhor, porque darão testemunho de Mim no fim dos tempos para a salvação das almas.

"Tomem e bebam d'Ele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, da Nova Aliança, que foi derramado pelo seu Mestre e Senhor e pelos santos mártires para o perdão e a remissão dos pecados. Façam isso em Minha memória."

Tomemo-nos pelas mãos.

Oração: Pai Nosso (em português).

Louvado seja Deus. Bendito seja o Seu Reino.

Este é o Corpo e o Sangue de Cristo. Bem-aventurados os misericordiosos porque receberão Misericórdia. Amém.

Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús ministra a comunhão a cada uma das auxiliadoras que se consagram nesta cerimônia.

Finalmente, hoje foi tudo consumado e realizado conforme a Vontade de Deus.

Convido-os a suportar o fim dos tempos no Meu Amor.

Que a Paz do Pai esteja em seus corações e que essa Paz seja multiplicada em toda a Terra.

Abençoo-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Em fraternidade e amor, vocês se darão a saudação da paz.

Agradeço-lhes.

abr

14

Domingo, 14 de abril de 2019

Sagrada Semana
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO DURANTE A SAGRADA SEMANA, 1º DIA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

O Sol de Deus virá depois da grande tormenta planetária, e todos os segredos já estarão desvelados.

O grande cofre da redenção será aberto, e os Patriarcas de ontem convocarão todas as tribos da Terra para se congregarem em Nome do Senhor.

O Todo-Poderoso se mostrará ao mundo como nunca antes se mostrou.

Nenhum olho ficará cego por vê-Lo, por mais forte que seja a Sua luminosidade.

Ele trará à Terra todo o Seu esplendor, todo o Seu Poder e toda a Sua Glória; e os Novos Cristos, que hoje se formam no Meu caminho de doação e de amor, participarão desse grande acontecimento.

O anjo caído já estará redimido, e todas as forças perversas da Terra serão expulsas, porque, pelo poder da oração de todos os Meus seguidores e pela persistência e a fé, apesar dos embates do inimigo, Meu Sagrado Coração terá a Sua vitória e o Seu lugar em todos os Meus.

Uma espada de luz atravessará o planeta, e os Sete Selos do Apocalipse se mostrarão.

Aqueles que não seguiram a Deus baterão em seu peito por terem despertado tão tarde.

Este é o tempo da Minha grande Misericórdia para o mundo.

Este é o tempo em que todos podem salvar-se e redimir-se antes que tudo aconteça.

A hora se aproxima cada dia mais e não há relógio que o possa suportar; é algo iminente, sem precedentes; é algo inesperado.

Entretanto, e enquanto há tempo, bebam dos frutos do Meu Sangue, comam do Meu Corpo pelos méritos que Ele alcançou, e ninguém perecerá.

Eu venho ao mundo para despertá-lo pela última vez, porque a cegueira da humanidade é muito grande e a indiferença tapa os ouvidos das criaturas de Deus.

Mas confio plenamente nos que hoje persistem, porque assim o Meu Reino Celestial desce à Terra e, por meio dele, desce o Meu Pai para dar a Sua Graça e a Sua Bênção a todo o mundo.

Sei que gostariam de escutar palavras bonitas. Meu Amor e Minha Consciência também se refletem nisso. Este é o tempo da conscientização da humanidade, é o tempo de assumir responsabilidades verdadeiras, para que todos os corações deixem de ser tíbios, porque Eu os chamo a carregar a cruz do mundo, assim como Eu carreguei os seus pecados, ainda que não tenham consciência.

Minha Graça permite, companheiros, que alcancem a verdade neste tempo para que, pouco a pouco, abandonem as vestes da ilusão, do hipnotismo mundial e da indiferença humana, que são as raízes profundas que criam as guerras e os conflitos entre as nações.

Mas o sofrimento terminará, não apenas o sofrimento que existe dentro de vocês como em todo o mundo.

Necessito preparar, através de vocês, a Minha chegada à humanidade. E este já é o momento em que as revelações demonstram que o mundo não está compreendendo a Mensagem de Deus.

Necessito que continuem construindo em vocês o refúgio que Eu buscarei no fim dos tempos, porque ainda deverão continuar elevando as suas consciências para aproximarem-se cada dia mais do Propósito de Deus e da Sua verdade.

Tenho tanto para dar ao mundo, e quão poucos o recebem! Mas, se hoje vocês estão aqui, assim como os irmãos que Me escutam por este meio, é porque aceitam o que Eu quero entregar-lhes para aliviar o seu padecimento e os seus sofrimentos, para fazê-los partícipes da comunhão com Deus e para que, algum dia, sejam Seus dignos filhos na superfície deste planeta.

Não temam as revelações que lhes trago. Não são simbólicas, são reais e palpáveis.

Ninguém poderá esconder-se das revelações de Deus, porque, se é o próprio Deus que Me envia ao mundo no começo desta Sagrada Semana, é para que continuem crescendo no amor e na fidelidade a Mim.

Ainda espero que muitos deem a vida por Mim como Eu a dei por vocês.

Por isso é necessário que o mundo reviva os fatos da Minha Paixão repetidas vezes, não para aterrorizar-se pelo que Eu vivi e padeci, que foi o mais profundo de tudo que foi relatado, mas para que algum dia sejam semelhantes a Mim no exemplo e na palavra, na doação e na entrega.

Sua definição para Comigo permitirá que a Minha Obra se concretize completamente na humanidade, ou não se concretize.

O mundo está sofrendo, como também sofrem muitos povos, raças e culturas.

Quisera poder abraçar o planeta ainda mais, porque ele está se afogando por tanta dor.

Por isso, em nome do Amor, da Luz e da Paz, Eu venho liberá-lo com o poder de todas as ferramentas do Meu Pai, com os princípios que existem em todo o Universo e com as grandes Potestades Superiores deste grande espaço sideral.

Por isso necessito que sintam Minhas Palavras no coração, que possam revivê-las e adotá-las como parte de si para quando Eu não estiver mais entre vocês, porque este é o tempo do cumprimento da última profecia que Eu mesmo preguei há dois mil anos.

Prometi estar com vocês até o fim dos tempos e aqui estou, com humildade e em serviço, com resignação e com entrega como muitos dos seus corações, prostrados ante Deus e Sua Majestade, ante o Seu Trono e Suas Hierarquias Celestiais, ante os Seus anjos, arcanjos, santos e bem-aventurados, todos eles hoje participando da abertura do Grande Portal para a Redenção e a Paz.

Mas hoje já vejo os frutos deste Mistério de Amor que há em vocês e que trabalha silenciosamente cada vez que dizem "sim" ao seu Senhor, à Sua convocatória e chamado, seja o que for.

Deus sente hoje um gozo profundo por Seus filhos, por tudo que Lhe ofereceram para que hoje Seu Primogênito estivesse aqui.

Sei que não sabem o que isso significa e representa para o Universo e, sobretudo, para a sua humanidade, mas assim como Eu estive com os Meus há tanto tempo, hoje estou com vocês na comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo, para que se cumpra a Sua Vontade.

Hoje volto a dizer-lhes e a pedir: "Amem-se uns aos outros assim como Eu os amei e os amo", porque não venho buscar suas misérias, mas sua fidelidade, sua perseverança e sua fé no Plano do Meu Pai, que está nos Céus.

Hoje venho com uma boa nova. O mundo deixará de sofrer, de padecer e de perder-se, porque no horizonte verão vir o Filho de Deus com todo o poder do Céu e do Universo, revelando os mistérios da Criação e de Suas Hierarquias, abrindo os olhos dos que estão cegos de espírito.

E nessa hora, Eu os encontrarei em um lugar que vocês nem imaginam, mas os encontrarei. Eu os chamarei pelo nome verdadeiro e profundo, e os congregarei como um só povo e uma só raça, sem diferenças, sem reconhecimentos e sem protagonismos.

Porque Aquele que virá depois de Mim será mais poderoso. É Aquele que os criou, que os gestou e lhes deu a vida, para que na vida vivessem o Seu Amor e O reconhecessem, assim como o Filho e Sua Santa Mãe O reconhecem.

Eu sou o princípio e o fim.

ABBUM DAVIN ABBA, AKSHOLAM EMMANUEL, ELI BAJDA, OLAM, IKSI.

É Ele que os chama para que vivam Nele e para que o Seu mistério, guardado no profundo do Seu Coração Eterno, seja revelado ao mundo, e a humanidade deste tempo recupere o projeto que algum dia perdeu.

As trombetas soarão e os anjos chamarão os povos, as raças e as culturas. E as religiões do mundo, finalmente, reconhecerão o Cristo nos seus semelhantes.

E uma união desconhecida, inquebrantável e intransferível, será vivida no coração dos filhos de Deus.

E não existirão mais religiões, senão um só povo, uma só humanidade sob um só poder e um só governo, ante a autoridade do Amor vivo de Deus.

A Terra e a sua superfície serão reconstruídas. As raízes do mal se dissolverão porque os redimidos proclamarão o Nome santo de Deus, assim como o fez o povo de Israel.

E não existirá mais conflito nem enfrentamento, dúvida ou incerteza, porque a fé dos orantes e dos que perseveram neste caminho triunfará, e o mal será vencido em sua essência para sempre.

Não haverá dualidade, não existirão dois caminhos, não existirá mais a escolha, porque o povo de Deus, que são todas as raças e todos os povos, viverá no Deus vivo, n'Aquele que sempre quis, desde o princípio, que fossem partícipes da Sua felicidade celestial e da Sua glória.

Tenham fé no que lhes digo e não importa mais, companheiros, quem participe ou não disso. O importante, neste tempo, é que criem condição para que isso ocorra, para que os menores de hoje o vivam no futuro próximo.

E as mães desta Terra não chorarão mais por seus filhos. As famílias não se refugiarão mais em outra nação. A fome e a injustiça não serão mais o mal do mundo.

Porque Aquele que vem no horizonte trará a Paz, e tudo mudará porque é Vontade de Deus. E o mundo viverá em irmandade. Amém.

Celebremos o começo desta Semana como o princípio da vitória de Cristo no coração dos homens e dos que têm fé em Sua Presença imaterial.

Abrindo as portas da Minha Igreja Celestial, hoje os reúno em torno de Minha mesa para que voltem a ser partícipes do Meu Corpo e do Meu Sangue, dos Dons de Deus que se doaram ao mundo através do Seu Filho, para salvá-lo e redimi-lo.

Mas, que esta Ceia de hoje, que celebraremos, seja a Ceia triunfante das almas bondosas e piedosas no Senhor, que levarão em seu coração o triunfo do Amor de Cristo e a chama da Fé para iluminar as trevas destes tempos.

Em Nome do Altíssimo, prostremo-nos, assim como hoje Eu Me prostro ante o Pai, aos Seus Pés.

Que as sequelas dos seus sofrimentos sejam curadas e que esta Graça espiritual que hoje lhes entrego seja compartilhada como o grande testemunho da unidade entre os seres e entre os povos.

Hoje rezo especialmente pela Venezuela. O fim está chegando, e verão a Luz no alto do seu monte sagrado, a Luz que destruirá o mal para sempre, porque a América é a Nova Terra prometida.

E todos os povos e nações, em Nome do Senhor, são chamados América e África, que serão o berço da Nova Humanidade.

Que assim seja.

Ponhamo-nos de pé e sigamos com esta construção para o divino, o imaculado e o puro.

Que soem os sinos do Universo. Que soem os sinos desta comunidade e deste monastério, porque o Todo-Poderoso, nesta Semana Santa, volta a entregar-Se a cada um dos Seus filhos, através do mistério do Amor e da Eucaristia.

Que hoje sejam lavados pelo Espírito Santo, sejam purificados pela Sua Chama de Amor para que, livres de toda falta e de toda dívida, seus templos internos se acendam na comunhão com o Amor de Deus.

Agradecemos e celebramos, no profundo do coração, porque o Deus da Misericórdia e não o Deus da Justiça escutou a voz dos orantes. E, pelos méritos da Minha Paixão, hoje as almas do mundo e as essências de Deus são resgatadas pela fé que os orantes deram ao Meu Coração.

Celebremos, porque muitas almas do inferno hoje entram no Céu por obra dos misericordiosos.

Que floresçam os altares da Criação. Que se acendam as velas da Adoração, porque Aquele que os ama escutou-os, e o Seu Reino Celestial tocou a Terra e curou profundas feridas.

Pai Universal,
Eterno Deus da vida e de tudo que foi criado,
escuta agora a voz do Teu Filho
que, às portas da Nova Jerusalém,
implora por Tua Graça e Tua Luz
para que o mundo seja banhado pela
potência do Teu Espírito, da Tua Alma e Divindade,
e para que todos celebrem
o júbilo de hoje estar em Ti.
Amém.

Assim como Tu abençoas o Céu,
abençoa hoje a Terra,
pelo poder insondável
da Tua Misericórdia e da Tua Piedade
Apaga dos corações o sofrimento,
reacende nas almas a chama da Tua Fé
para que, no fim das suas vidas,
na última expiração dos seus corpos,
vejam abrir-se o portal que os levará
ao Teu Reino Celestial.
Amém.

Santo és, Senhor do Universo,
por tudo que criaste e manifestaste.

Santo és, Senhor, pela vida
que geraste e despertaste.

Santo és, Senhor, por teres criado
as mulheres para que fossem mães
dos Teus filhos até o fim dos seus dias.

Santo és, Senhor, pelos homens
que trabalham a Tua terra e a cultivam
para alimentarem-se dos Teus Sagrados Dons,
dos Dons da Natureza.

Santo és, Senhor, por haveres-Me enviado
ao mundo como um simples e humilde homem
para demonstrar o infinito Universo
da Tua Humildade e da Tua Paz.
Amém

E aproxima-se o momento em que o Filho do Homem se transubstanciará através da forma do pão e do vinho, em Seu Corpo e em Seu Sangue.

Que os seus corações revivam este momento de sacrifício e de entrega do Seu Mestre e Senhor pela humanidade.

Os que puderem ajoelhem-se e os que não puderem fiquem de pé.

Senhor, recordo a oportunidade que Me deste, de viver este grande sacrifício pela humanidade e, em nome dos fatos vividos na Última Ceia, hoje recordo-lhes: "Tomem e comam todos d'Ele, porque este é o Meu Santo Corpo que foi entregue pelos homens para a remissão dos pecados".

Repitamos: Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Do mesmo modo que no passado, hoje volto a dizer-lhes: "Tomem e bebam todos d'Ele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que é derramado pelo Cordeiro de Deus para o perdão dos pecados; façam isso em Minha memória".

Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

E, em união com a Santíssima Trindade, demo-nos as mãos para repetir o grande decreto da união das almas com o Universo de Deus.

Pai Nosso (em português).

E assim é consumado o mistério do Amor de Deus na Eucaristia e no Sangue de Cristo.

Assim se revela ao mundo, de forma simples e humilde, sagrada e bendita, a Vontade de Deus e o cumprimento do Seu Projeto de Amor na Terra.

Veneremos e adoremos Aquele que nos deu a vida e a oportunidade de amar, de perdoar e de reconciliar-nos.

Que, pelos méritos do Seu Amado Filho, o Senhor os absolva e lhes conceda o Sacramento da Reconciliação, para que sintam a Sua Eterna Paz.

Eu os abençoo neste primeiro dia, às portas do tempo da revelação e da consciência.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ponhamo-nos de pé.

Em nome do Amor e da Unidade em toda a humanidade, vocês se darão a saudação da Paz.

Agradeço-lhes.

Quem somos?

Associação Maria
Associação religiosa cristã e ecumênica que tem por finalidade difundir a mensagem universal de amor e de paz que Cristo Jesus, a Virgem Maria e São José transmitem aos monges da Ordem Graça Misericórdia, estimulando o crescimento espiritual através da oração e do serviço altruísta.

Contato

Mensageiros Divinos