Quarta-feira, 25 de março de 2020

Aparição
APARIÇÃO DE MARIA, ROSA DA PAZ, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Esta noite, queridos filhos, demorei a chegar aqui, a este sagrado lugar, por motivo de a sua Mãe Celeste, através de suas orações e cânticos, ter ajudado as almas do mundo inteiro que desencarnaram recentemente e partiram do plano físico para outras escolas do Universo. 

Essas almas estavam em sofrimento porque elas não levavam algo muito fundamental e importante para estes tempos, o Escapulário da Paz, sagrado instrumento de Deus, que uma vez, em Aurora, Eu lhes revelei e presenteei para que todas as almas do mundo, todos os corações possíveis pudessem levá-lo. Esse sagrado instrumento de Deus é para estes tempos definitivos e difíceis, porque o Escapulário da Paz não só protege as almas que partem do plano físico, mas também protege as almas que ainda estão encarnadas, vivendo os aprendizados da Terra, vivendo o fim destes tempos.

É com a mesma Graça e o mesmo Amor com que uma vez Eu lhes revelei em Aurora, no sagrado laranjal da Casa Redención, que neste dia, filhos Meus, volto a apresentar-lhes o Sagrado Escapulário da Paz para que seja valorizado e reconhecido por todos como uma fonte de salvação e um veículo de proteção, inclusive para o corpo físico.

Hoje lhes trago, entre Minhas Mãos, este sagrado instrumento, este sagrado objeto de Deus, para que deem a conhecer ao mundo a importância de levá-lo sobre seus corpos e suas almas, para que estejam protegidos do caos, da perdição, da distração ou de qualquer enfermidade.

Por essa razão, filhos Meus, o Santo Escapulário foi apresentado ao mundo em outras aparições, em outros tempos. Assim, a Sagrada Medalha da Paz impediu calamidades, deteve enfermidades, resgatou povos inteiros de qualquer catástrofe, epidemia ou destruição, pelo simples fato, filhos Meus, de todos os Meus queridos filhos terem colocado fé e devoção nas promessas da sua Mãe Celeste.

Este é o tempo de ter em conta os objetos sagrados, pelo que eles representam e o valor que eles têm. Por essa razão, hoje volto a trazê-los a vocês para que recordem que estes sagrados instrumentos de Deus, o Escapulário da Paz e a Medalha da Paz da Mãe da Divina Concepção da Trindade, são meios pelos quais vocês estarão amparados pela Minha Graça maternal e suprema, através da autoridade que o Pai Celestial Me concedeu desde o princípio, desde o momento em que o Meu Filho estava na Cruz e Ele Me encomendou ser a Mãe da humanidade, ser a Mãe de todos vocês.

Levando o Sagrado Escapulário, poderão perceber, filhos Meus, as promessas que Eu trouxe ao mundo por meio desses sagrados objetos, e que ainda estão vigentes para toda a humanidade, para todos os povos, para todas as raças, em qualquer lugar do planeta, sob qualquer situação e condição, porque o objeto sagrado para os seus corpos, mentes e corações é o caminho para reforçar a fé do coração e, sobretudo, a confiança no Pai Supremo.

Por essa razão, Meu Coração Maternal e Minha Divina Consciência têm uma tarefa especial através dos objetos sagrados.

Este é o tempo de voltar a renová-los e de reconhecê-los, com o poder da Graça que eles receberam para todas as almas necessitadas de salvação, de redenção e de cura.

Como em tempos anteriores da Terra, como nos momentos culminantes da humanidade, tão semelhantes a este tempo, a Mãe de Deus, a Senhora do Divino e Santo Escapulário, a Senhora do Carmo, hoje se apresenta ao mundo para que os Seus filhos recordem as Graças que uma vez foram entregues ao mundo para sua liberação e salvação.

Cada objeto sagrado entregue ao mundo é milhões de Graças, promessas, vitórias e triunfos espirituais que as almas recebem ao tomar contato com ele. Mas o objeto é um meio e um caminho para encontrar a Fonte da salvação, da cura e da liberação. A devoção de vocês deve estar na Fonte, na Fonte de Deus, que é imaterial e divina, a Fonte que concebeu e concedeu ao mundo todas as Graças de que os corações necessitam para este momento final. 

Assim como a oração de todos os corações da Terra neste momento é preciosamente escutada pelo Pai,   também, filhos Meus, os sagrados objetos trazem para vocês impulsos internos e espirituais de que necessitam, neste momento, para que as suas consciências estejam dentro do discernimento e da sabedoria necessária para saber atuar com cautela, proteção e segurança, para que sempre possam encontrar a verdade e não se confundam com as aparências, com tudo que o mundo informa.

Por meio dos objetos sagrados, neste dia do Santo Escapulário, vocês, filhos Meus, poderão elevar suas consciências, poderão alcançar outra dimensão e outra realidade, longe do caos, da adversidade e de toda confusão que é difundida, neste tempo, no mundo inteiro.

Centenas de anjos, que hoje estão Comigo e também levam o Escapulário da Paz, esperam que mais filhos Meus coloquem o Santo Escapulário, o sagrado objeto de Deus, sobre seus corpos e almas, para que as Graças imateriais desçam a este plano físico e tragam toda paz aos corações.

Enquanto escutam Minhas Palavras, peço-lhes que meditem, reflitam e percebam o sentido oculto de tudo o que lhes digo, para que as suas consciências possam expandir-se e ter a mesma visão e o mesmo discernimento que neste momento a sua Mãe Celeste lhes transmite.

Também venho, esta noite, com um pedido: que todos os Meus filhos deem valor aos sagrados objetos que até hoje foram entregues ao mundo por meio destas aparições e de outras aparições de sua Mãe Divina, através dos tempos, porque, assim, a humanidade receberá a Graça e a ajuda de que necessita e será protegida pelo Sagrado Manto da Mãe de Deus nestes tempos definitivos e difíceis.

Meu Coração Imaculado ainda está cheio de Graças para o mundo, Graças que querem ser vertidas nos corações que se abrem para recebê-las. Mas, nestes tempos, filhos Meus, devem aprender a realizar o exercício correto para receber as Graças que transbordam do Meu Coração Maternal.

Suas petições devem estar sob o bem comum da humanidade e de todos os que estão perdidos, para que também possam salvar-se, para que também possam despertar. É momento, filhos Meus, de as suas petições e pedidos serem pelo planeta, pela humanidade, pela evolução desta raça, pelo cumprimento do Projeto Humano de Deus para esta parte do Universo.

Assim, estarão mais perto de Mim, pedindo Comigo ao Pai; que as nossas essências sejam unas, assim como os nossos corações sejam unos na súplica e na intenção mais pura do coração, para que se cumpra a Divina Vontade.

Com a chegada do Meu Filho na próxima Semana Santa, sua Mãe Celeste e o Castíssimo Coração de São José acompanharão a próxima sagrada tarefa, da qual todos são convidados a participar e acompanhar de coração e de verdade.

Com isso, quero dizer-lhes, filhos Meus, como conselho, que dediquem espaço e tempo a essa tarefa, e que convidem os seus familiares e entes queridos, amigos e conhecidos que ainda não despertaram ao Chamado de Deus para que, por meio do encontro da próxima Semana Santa, também recebam a Graça e o despertar de que necessitam para que, finalmente, posicionem-se como servidores do Plano, e os seus erros sejam perdoados, seus pecados sejam dissolvidos e as almas se reacendam no amor.

Agradeço, desde já, que tomem com seriedade este pedido, assim como o fizeram muitas vezes.

Quando estamos separados, neste momento crucial da humanidade, é que realmente comprovamos, filhos Meus, que, sob a onipresença e a onipotência de Deus, estamos mais unidos que quando estamos juntos nos encontros.

Mas continuo rezando, com todo o Meu Coração, para que os encontros e, especialmente, a situação planetária se harmonizem e se equilibrem, e as almas, depois deste retiro planetário, retomem com mais força e com mais fé a conformidade com Deus, com a Sua Vontade, recapacitando suas vidas, revendo seus compromissos e tomando consciência de que chegou o tempo de mudança da consciência, da grande mudança esperada.

A retidão e a justiça que a humanidade puder viver neste momento evitará os grandes acontecimentos do Apocalipse. Por isso, este momento tem um sentido ainda maior e mais profundo do que vocês conhecem.

Este é o momento em que, na quietude, na oração e no jejum, será possível rever cada uma de suas vidas, cada um de seus atos, para dar lugar à Vontade Divina.

Que assim seja.

Com esta mensagem e este chamado, despeço-Me e lhes peço que, com o tempo que agora dispõem, possam rever esta mensagem para que recordem o que lhes pedi, no início, sobre os sagrados objetos de Deus, tão necessários às almas do mundo, Graças, promessas e vitórias que chegarão às almas com a ajuda e a colaboração dos que puderem manifestar esses objetos sagrados, por um simples feito e um simples propósito, pelo triunfo do Meu Imaculado Coração.

Hoje, queridos filhos, os que estão escutando-Me por este meio não podem ver o que estou fazendo, mas podem sentir o que estou dizendo. É aí que se encontra a Verdade.

Quero que, neste momento, enquanto Me elevo ao Céu para esperar junto aos Meus anjos, para derramar as promessas e as Graças através do Santo Escapulário, vejam-Me espelhada em suas almas com a imagem da Santíssima Mãe de Deus que cada um puder reconhecer. Assim, entraremos em comunhão espiritual, universal e essencial.

Através da canção que agora Me oferecerão, confirmem os seus votos com o Pai Eterno e com o Meu amado Filho.

Escutaremos: "Mirarte a Ti".

Agradeço-lhes por responderem ao chamado, pelos sagrados objetos de Deus e pela conscientização das suas vidas neste ciclo, para que toda a Cura, a Luz, a Misericórdia e o Amor desçam sobre o mundo.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.