Domingo, 14 de abril de 2019

Sagrada Semana
APARIÇÃO DE CRISTO JESUS GLORIFICADO DURANTE A SAGRADA SEMANA, 1º DIA, NO CENTRO MARIANO DE FIGUEIRA, MINAS GERAIS, BRASIL, TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN DE JESÚS

O Sol de Deus virá depois da grande tormenta planetária, e todos os segredos já estarão desvelados.

O grande cofre da redenção será aberto, e os Patriarcas de ontem convocarão todas as tribos da Terra para se congregarem em Nome do Senhor.

O Todo-Poderoso se mostrará ao mundo como nunca antes se mostrou.

Nenhum olho ficará cego por vê-Lo, por mais forte que seja a Sua luminosidade.

Ele trará à Terra todo o Seu esplendor, todo o Seu Poder e toda a Sua Glória; e os Novos Cristos, que hoje se formam no Meu caminho de doação e de amor, participarão desse grande acontecimento.

O anjo caído já estará redimido, e todas as forças perversas da Terra serão expulsas, porque, pelo poder da oração de todos os Meus seguidores e pela persistência e a fé, apesar dos embates do inimigo, Meu Sagrado Coração terá a Sua vitória e o Seu lugar em todos os Meus.

Uma espada de luz atravessará o planeta, e os Sete Selos do Apocalipse se mostrarão.

Aqueles que não seguiram a Deus baterão em seu peito por terem despertado tão tarde.

Este é o tempo da Minha grande Misericórdia para o mundo.

Este é o tempo em que todos podem salvar-se e redimir-se antes que tudo aconteça.

A hora se aproxima cada dia mais e não há relógio que o possa suportar; é algo iminente, sem precedentes; é algo inesperado.

Entretanto, e enquanto há tempo, bebam dos frutos do Meu Sangue, comam do Meu Corpo pelos méritos que Ele alcançou, e ninguém perecerá.

Eu venho ao mundo para despertá-lo pela última vez, porque a cegueira da humanidade é muito grande e a indiferença tapa os ouvidos das criaturas de Deus.

Mas confio plenamente nos que hoje persistem, porque assim o Meu Reino Celestial desce à Terra e, por meio dele, desce o Meu Pai para dar a Sua Graça e a Sua Bênção a todo o mundo.

Sei que gostariam de escutar palavras bonitas. Meu Amor e Minha Consciência também se refletem nisso. Este é o tempo da conscientização da humanidade, é o tempo de assumir responsabilidades verdadeiras, para que todos os corações deixem de ser tíbios, porque Eu os chamo a carregar a cruz do mundo, assim como Eu carreguei os seus pecados, ainda que não tenham consciência.

Minha Graça permite, companheiros, que alcancem a verdade neste tempo para que, pouco a pouco, abandonem as vestes da ilusão, do hipnotismo mundial e da indiferença humana, que são as raízes profundas que criam as guerras e os conflitos entre as nações.

Mas o sofrimento terminará, não apenas o sofrimento que existe dentro de vocês como em todo o mundo.

Necessito preparar, através de vocês, a Minha chegada à humanidade. E este já é o momento em que as revelações demonstram que o mundo não está compreendendo a Mensagem de Deus.

Necessito que continuem construindo em vocês o refúgio que Eu buscarei no fim dos tempos, porque ainda deverão continuar elevando as suas consciências para aproximarem-se cada dia mais do Propósito de Deus e da Sua verdade.

Tenho tanto para dar ao mundo, e quão poucos o recebem! Mas, se hoje vocês estão aqui, assim como os irmãos que Me escutam por este meio, é porque aceitam o que Eu quero entregar-lhes para aliviar o seu padecimento e os seus sofrimentos, para fazê-los partícipes da comunhão com Deus e para que, algum dia, sejam Seus dignos filhos na superfície deste planeta.

Não temam as revelações que lhes trago. Não são simbólicas, são reais e palpáveis.

Ninguém poderá esconder-se das revelações de Deus, porque, se é o próprio Deus que Me envia ao mundo no começo desta Sagrada Semana, é para que continuem crescendo no amor e na fidelidade a Mim.

Ainda espero que muitos deem a vida por Mim como Eu a dei por vocês.

Por isso é necessário que o mundo reviva os fatos da Minha Paixão repetidas vezes, não para aterrorizar-se pelo que Eu vivi e padeci, que foi o mais profundo de tudo que foi relatado, mas para que algum dia sejam semelhantes a Mim no exemplo e na palavra, na doação e na entrega.

Sua definição para Comigo permitirá que a Minha Obra se concretize completamente na humanidade, ou não se concretize.

O mundo está sofrendo, como também sofrem muitos povos, raças e culturas.

Quisera poder abraçar o planeta ainda mais, porque ele está se afogando por tanta dor.

Por isso, em nome do Amor, da Luz e da Paz, Eu venho liberá-lo com o poder de todas as ferramentas do Meu Pai, com os princípios que existem em todo o Universo e com as grandes Potestades Superiores deste grande espaço sideral.

Por isso necessito que sintam Minhas Palavras no coração, que possam revivê-las e adotá-las como parte de si para quando Eu não estiver mais entre vocês, porque este é o tempo do cumprimento da última profecia que Eu mesmo preguei há dois mil anos.

Prometi estar com vocês até o fim dos tempos e aqui estou, com humildade e em serviço, com resignação e com entrega como muitos dos seus corações, prostrados ante Deus e Sua Majestade, ante o Seu Trono e Suas Hierarquias Celestiais, ante os Seus anjos, arcanjos, santos e bem-aventurados, todos eles hoje participando da abertura do Grande Portal para a Redenção e a Paz.

Mas hoje já vejo os frutos deste Mistério de Amor que há em vocês e que trabalha silenciosamente cada vez que dizem "sim" ao seu Senhor, à Sua convocatória e chamado, seja o que for.

Deus sente hoje um gozo profundo por Seus filhos, por tudo que Lhe ofereceram para que hoje Seu Primogênito estivesse aqui.

Sei que não sabem o que isso significa e representa para o Universo e, sobretudo, para a sua humanidade, mas assim como Eu estive com os Meus há tanto tempo, hoje estou com vocês na comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo, para que se cumpra a Sua Vontade.

Hoje volto a dizer-lhes e a pedir: "Amem-se uns aos outros assim como Eu os amei e os amo", porque não venho buscar suas misérias, mas sua fidelidade, sua perseverança e sua fé no Plano do Meu Pai, que está nos Céus.

Hoje venho com uma boa nova. O mundo deixará de sofrer, de padecer e de perder-se, porque no horizonte verão vir o Filho de Deus com todo o poder do Céu e do Universo, revelando os mistérios da Criação e de Suas Hierarquias, abrindo os olhos dos que estão cegos de espírito.

E nessa hora, Eu os encontrarei em um lugar que vocês nem imaginam, mas os encontrarei. Eu os chamarei pelo nome verdadeiro e profundo, e os congregarei como um só povo e uma só raça, sem diferenças, sem reconhecimentos e sem protagonismos.

Porque Aquele que virá depois de Mim será mais poderoso. É Aquele que os criou, que os gestou e lhes deu a vida, para que na vida vivessem o Seu Amor e O reconhecessem, assim como o Filho e Sua Santa Mãe O reconhecem.

Eu sou o princípio e o fim.

ABBUM DAVIN ABBA, AKSHOLAM EMMANUEL, ELI BAJDA, OLAM, IKSI.

É Ele que os chama para que vivam Nele e para que o Seu mistério, guardado no profundo do Seu Coração Eterno, seja revelado ao mundo, e a humanidade deste tempo recupere o projeto que algum dia perdeu.

As trombetas soarão e os anjos chamarão os povos, as raças e as culturas. E as religiões do mundo, finalmente, reconhecerão o Cristo nos seus semelhantes.

E uma união desconhecida, inquebrantável e intransferível, será vivida no coração dos filhos de Deus.

E não existirão mais religiões, senão um só povo, uma só humanidade sob um só poder e um só governo, ante a autoridade do Amor vivo de Deus.

A Terra e a sua superfície serão reconstruídas. As raízes do mal se dissolverão porque os redimidos proclamarão o Nome santo de Deus, assim como o fez o povo de Israel.

E não existirá mais conflito nem enfrentamento, dúvida ou incerteza, porque a fé dos orantes e dos que perseveram neste caminho triunfará, e o mal será vencido em sua essência para sempre.

Não haverá dualidade, não existirão dois caminhos, não existirá mais a escolha, porque o povo de Deus, que são todas as raças e todos os povos, viverá no Deus vivo, n'Aquele que sempre quis, desde o princípio, que fossem partícipes da Sua felicidade celestial e da Sua glória.

Tenham fé no que lhes digo e não importa mais, companheiros, quem participe ou não disso. O importante, neste tempo, é que criem condição para que isso ocorra, para que os menores de hoje o vivam no futuro próximo.

E as mães desta Terra não chorarão mais por seus filhos. As famílias não se refugiarão mais em outra nação. A fome e a injustiça não serão mais o mal do mundo.

Porque Aquele que vem no horizonte trará a Paz, e tudo mudará porque é Vontade de Deus. E o mundo viverá em irmandade. Amém.

Celebremos o começo desta Semana como o princípio da vitória de Cristo no coração dos homens e dos que têm fé em Sua Presença imaterial.

Abrindo as portas da Minha Igreja Celestial, hoje os reúno em torno de Minha mesa para que voltem a ser partícipes do Meu Corpo e do Meu Sangue, dos Dons de Deus que se doaram ao mundo através do Seu Filho, para salvá-lo e redimi-lo.

Mas, que esta Ceia de hoje, que celebraremos, seja a Ceia triunfante das almas bondosas e piedosas no Senhor, que levarão em seu coração o triunfo do Amor de Cristo e a chama da Fé para iluminar as trevas destes tempos.

Em Nome do Altíssimo, prostremo-nos, assim como hoje Eu Me prostro ante o Pai, aos Seus Pés.

Que as sequelas dos seus sofrimentos sejam curadas e que esta Graça espiritual que hoje lhes entrego seja compartilhada como o grande testemunho da unidade entre os seres e entre os povos.

Hoje rezo especialmente pela Venezuela. O fim está chegando, e verão a Luz no alto do seu monte sagrado, a Luz que destruirá o mal para sempre, porque a América é a Nova Terra prometida.

E todos os povos e nações, em Nome do Senhor, são chamados América e África, que serão o berço da Nova Humanidade.

Que assim seja.

Ponhamo-nos de pé e sigamos com esta construção para o divino, o imaculado e o puro.

Que soem os sinos do Universo. Que soem os sinos desta comunidade e deste monastério, porque o Todo-Poderoso, nesta Semana Santa, volta a entregar-Se a cada um dos Seus filhos, através do mistério do Amor e da Eucaristia.

Que hoje sejam lavados pelo Espírito Santo, sejam purificados pela Sua Chama de Amor para que, livres de toda falta e de toda dívida, seus templos internos se acendam na comunhão com o Amor de Deus.

Agradecemos e celebramos, no profundo do coração, porque o Deus da Misericórdia e não o Deus da Justiça escutou a voz dos orantes. E, pelos méritos da Minha Paixão, hoje as almas do mundo e as essências de Deus são resgatadas pela fé que os orantes deram ao Meu Coração.

Celebremos, porque muitas almas do inferno hoje entram no Céu por obra dos misericordiosos.

Que floresçam os altares da Criação. Que se acendam as velas da Adoração, porque Aquele que os ama escutou-os, e o Seu Reino Celestial tocou a Terra e curou profundas feridas.

Pai Universal,
Eterno Deus da vida e de tudo que foi criado,
escuta agora a voz do Teu Filho
que, às portas da Nova Jerusalém,
implora por Tua Graça e Tua Luz
para que o mundo seja banhado pela
potência do Teu Espírito, da Tua Alma e Divindade,
e para que todos celebrem
o júbilo de hoje estar em Ti.
Amém.

Assim como Tu abençoas o Céu,
abençoa hoje a Terra,
pelo poder insondável
da Tua Misericórdia e da Tua Piedade
Apaga dos corações o sofrimento,
reacende nas almas a chama da Tua Fé
para que, no fim das suas vidas,
na última expiração dos seus corpos,
vejam abrir-se o portal que os levará
ao Teu Reino Celestial.
Amém.

Santo és, Senhor do Universo,
por tudo que criaste e manifestaste.

Santo és, Senhor, pela vida
que geraste e despertaste.

Santo és, Senhor, por teres criado
as mulheres para que fossem mães
dos Teus filhos até o fim dos seus dias.

Santo és, Senhor, pelos homens
que trabalham a Tua terra e a cultivam
para alimentarem-se dos Teus Sagrados Dons,
dos Dons da Natureza.

Santo és, Senhor, por haveres-Me enviado
ao mundo como um simples e humilde homem
para demonstrar o infinito Universo
da Tua Humildade e da Tua Paz.
Amém

E aproxima-se o momento em que o Filho do Homem se transubstanciará através da forma do pão e do vinho, em Seu Corpo e em Seu Sangue.

Que os seus corações revivam este momento de sacrifício e de entrega do Seu Mestre e Senhor pela humanidade.

Os que puderem ajoelhem-se e os que não puderem fiquem de pé.

Senhor, recordo a oportunidade que Me deste, de viver este grande sacrifício pela humanidade e, em nome dos fatos vividos na Última Ceia, hoje recordo-lhes: "Tomem e comam todos d'Ele, porque este é o Meu Santo Corpo que foi entregue pelos homens para a remissão dos pecados".

Repitamos: Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

Do mesmo modo que no passado, hoje volto a dizer-lhes: "Tomem e bebam todos d'Ele, porque este é o Cálice do Meu Sangue, Sangue da Nova Aliança, que é derramado pelo Cordeiro de Deus para o perdão dos pecados; façam isso em Minha memória".

Adoramos-Te, Senhor, e bendizemos-Te.

E, em união com a Santíssima Trindade, demo-nos as mãos para repetir o grande decreto da união das almas com o Universo de Deus.

Pai Nosso (em português).

E assim é consumado o mistério do Amor de Deus na Eucaristia e no Sangue de Cristo.

Assim se revela ao mundo, de forma simples e humilde, sagrada e bendita, a Vontade de Deus e o cumprimento do Seu Projeto de Amor na Terra.

Veneremos e adoremos Aquele que nos deu a vida e a oportunidade de amar, de perdoar e de reconciliar-nos.

Que, pelos méritos do Seu Amado Filho, o Senhor os absolva e lhes conceda o Sacramento da Reconciliação, para que sintam a Sua Eterna Paz.

Eu os abençoo neste primeiro dia, às portas do tempo da revelação e da consciência.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ponhamo-nos de pé.

Em nome do Amor e da Unidade em toda a humanidade, vocês se darão a saudação da Paz.

Agradeço-lhes.